Deus me surpreendeu quando gentilmente me ensinou a rezar através do meu filho!

Resiliência Humana

Deus nunca deixa de me surpreender com a maneira como ele gentilmente me ensina a rezar através do meu filho, Chase.

Desde o primeiro dia, meu marido e eu fizemos o possível para ensinar nosso filho a orar.

Quando ele era recém-nascido, eu orava em voz alta por ele durante todo o dia e antes de dormir.

Quando ele cresceu e começou a aprender a dizer palavras, eu o encontrei começando a repetir algumas palavras que eu diria durante o tempo de oração.

Agora que ele tem 2 anos, ele está muito familiarizado e já começa com “Querido Pai Celestial …” e termina com “Em Nome de Jesus …”.

Por um tempo, tivemos essa rotina de oração em particular no período da manhã a caminho da escola e, é claro, antes de dormir.

Tem certas partes que falamos juntos, e certas que ele sabe repetir depois de mim. Recentemente, ele decidiu que não queria mais repetir depois da mamãe, ele dizia coisas como:

“Não mamãe, eu quero rezar sozinho”.

rezar

Então, naturalmente, fiquei emocionada que ele quisesse. Então eu o deixei liderar, pois ele orava por tudo o que via do lado de fora da janela do meu carro.

“Graças a Deus pelos pássaros … graças a Deus pelas árvores … graças a Deus pelo carro … graças a Deus pelo Homem-Aranha … graças a Deus pela manteiga de amendoim …” e assim por diante.

Achei isso tão fofo no começo, mas sempre me interpunha e tentava nos levar de volta à mesma oração que praticamos e memorizamos durante o ano.

Alguns dias ele entrava no meu formato de oração, e às vezes eu deixava que ele falasse sobre como ele é grato por “cereal e Mickey Mouse”. “Que garoto bobo”, pensei, “ele não tem ideia de como rezar”.

rezar

Eu continuei pensando assim por algumas semanas, até que finalmente Deus falou comigo no meio da oração do meu filho. Ele me disse para prestar atenção e ouvir atentamente. Então eu fiz.

Comecei a perceber que era eu quem rezava tudo errado. A oração não é algo que você apenas memoriza e diz as mesmas coisas repetidamente, dia após dia.

Chase me mostrou como fazer orações novas e novas todas as manhãs e noites.

Ele me mostrou como agradecer a Deus pelas coisas que tomamos como garantidas.

Abençoe esta criança por rezar pelas árvores que vê todas as manhãs.

PRECISAMOS DELAS!

E não, o Homem-Aranha não é o personagem mais espiritual do mundo, mas ele traz ao meu filho ALEGRIA!

Por que não agradecemos a Deus pelas coisas que nos trazem alegria ou atendem às nossas necessidades toda vez que a vemos ou pensamos?

Eu fiquei encantada.

Comecei a examinar minha própria vida de oração.

Se eu tivesse caído nesse formato e roteiro recorrentes, ignorando completamente o fato de que Deus está constantemente fazendo coisas novas em minha vida?

Tirei uma página do livro de Chase e comecei a agradecer a Deus pelas coisas simples da vida pelas quais muitas vezes não lhe agradecemos.

Isso me fez perceber o quanto obscurecemos nossa vida de oração pedindo e buscando a Deus para nos levar ao próximo nível.

Raramente aproveitamos o tempo para apreciar e agradecer a Ele por onde estamos na vida no momento. Então, desafio todos hoje a considerar o estado atual da sua vida de oração.

Você está apenas buscando Deus para revelar sua próxima grande inovação?

Ou você, como eu, precisa começar a prestar mais atenção às coisas que Deus já lhe deu, como Alegria, Paz, Segurança e amor?

Serei eternamente grata por esta bela lição do meu filho.

Orando por todos vocês (de uma nova maneira).

Compartilhe o que você está orando ultimamente e como, se esta postagem o desafiou!

Bênçãos, Chasitie!

*DA REDAÇÃO RH. Traduzido e adaptado do The Cocoahue

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia