Desistir, sem antes tentar com todas as suas forças, não é justo

Karen Padilha

Escrevo essas linhas para mim mesma…

Mantenha a calma, está tudo muito recente, mesmo que seja difícil deixe o tempo passar um pouco. Pense que vocês se amam e que por mais que tenham se desentendido, as coisas ainda podem dar certo.

Deixe o outro respirar, sentir saudade de você, da sua companhia, dos momentos que tiveram juntos, não fique mandando mensagens a todo tempo pedindo perdão, dizendo que não consegue viver sem ele por mais que seja verdade, espere um pouco.

Todos temos nosso próprio tempo para digerir as coisas, ainda mais quando fomos nós as pessoas ofendidas e machucadas por aqueles que amamos.

Entenda que o erro foi seu, o descontrole foi seu e não foi a primeira vez. A outra pessoa pode sim estar cansada dos mesmos erros, das mesmas brigas e pensar em desistir e que você não vai mudar depois de tantos erros iguais terem sido cometidos. É difícil, eu sei, mas tudo foi uma escolha nossa, a outra pessoa não tem culpa.

Tente relaxar e não deixar que a tristeza e as lembranças o coloquem em uma bolha de arrependimento e de questionamentos.

Você mais do que ninguém sabe que o amor existe entre vocês e que existe um laço muito forte que os unem, acredite nesse amor, peça para que tenha uma última chance, por mais que o tempo for passando e tudo ficar mais difícil, não deixe de acreditar.

Não é só o amor que une e mantém as pessoas juntas, é o respeito, a liberdade, confiança, perseverança, compreensão e equilíbrio. Lembre-se disso.

Por muitos dias sua energia estará muito baixa, você não sentirá vontade de sair da cama e isso realmente vai acontecer, você vai olhar pelos cantos da casa e de cada cômodo e lembrar daquela pessoa, do que ela fazia, dos momentos e vai sentir que nada faz sentido sem ela, nesses momentos tente manter a calma e lembrar que nada está perdido ainda, confie no tempo, no amor, faça orações e seja positivo por mais que seja difícil.

Se você não que desistir desse amor faça sua parte, em silêncio, com todo seu coração.

Procuramos ajuda em leituras, mas muitos dizem para desistirmos e outros para persistirmos e ficamos confusos.

Então, faça o que tem vontade de fazer e no que acredita porque nenhum desses textos realmente sabe o que aconteceu, ou o amor que existe de ambas as partes.

Existem aqueles que dizem que a forma mais bonita de amar também consiste em desistir, bem, pode ser que estejam certos. Mas desistir, sem antes tentar com todas as suas forças, não é justo.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Karen Padilha
Sou Karen Padilha natural de Cotia-sp , formada em Introdução a Filosofia ( University of Edinburg – Londres), Introdução a Psicologia ( University of Toronto), Origens da vida no contexto cósmico (USP) e Inglês ( Mayfair School of English- Londres). Áreas como filosofia, psicologia e astronomia são fontes de inspiração para meus projetos. Recentemente acabo de publicar meu primeiro livro , ‘’ O que fizeram de mim? Reflexões sobre traumas e transformações” , pela editora novo século , na categoria de Talentos Da literatura Brasileira. Escrevo para o site ‘’ O Segredo’’, ‘’Kacosmic.com’’, ‘'Entrelinhas literárias’’ e ‘’ Academia do Aprendiz’’. Minha Página no facebook chama ‘’ YOUNIVERSE’’ , meu facebook pessoal ‘’ Karen Padilha’’ e meu instagram ‘’Karenppadilha’'.

COMENTÁRIOS