Depois de assumir sua “fase piranha”, Debora Secco rebate críticas. “Sociedade hipócrita”.

Em entrevista, a atriz desabafou e disse que “O povo não sabe ouvir verdades. A gente vive numa sociedade hipócrita, que não lida bem com os próprios defeitos. É uma sociedade em que fazemos muito pela opinião do outro”, declarou a atriz ao colunista Lucas Pasin, do UOL.

Segundo ela, contar a verdade a fez ter mais empatia por ela mesma.

“Só que para mim foi libertador poder me olhar com mais empatia. Olhar e saber que não fui perfeita, e que meus erros contribuíram para quem sou hoje.”

Falar abertamente sobre isso, para ela, foi também, uma forma de ajudar outras mulheres.

“Me exponho porque sei que existem mulheres que se enxergaram em mim. Poderia ficar quieta, fazendo autoanálise em casa, e com os meus. Mas vivemos em uma sociedade cruel, que cobra a perfeição, e nós não temos”, explicou.

Para ela, assumir os erros é retirar pesos dos ombros e como pessoa pública, se ela conseguiu ajudar uma mulher que seja, ela sente que já realizou a sua missão.

“Se alguém publico tivesse me contado isso antes, a minha vida teria sido mais leve. Por isso eu tento ser essa pessoa pública na vida de alguém. Se eu tirei o peso das costas de uma mulher, já cumpri minha missão.”

A atriz disse que luta pela liberdade de ser quem é, e que por isso, resolveu falar abertamente sobre o assunto.

A atriz diz que quer ajudar as mulheres a se libertarem da necessidade de parecerem perfeitas.

“Uma pessoa sincera não pode se esconder. Essa é a minha natureza, é o que eu sou. Se eu luto pela liberdade de sermos quem somos, não posso ser diferente por alguém. A minha família, meu marido, escolheram estar do meu lado e gostam de mim. Amar o perfeito é fácil, mas é de mentira”, afirmou.

A sociedade quer que você seja perfeita, e você acha que precisa ser. Sofre e tenta esconder seus defeitos, até que uma atriz, nacionalmente famosa, vem a público e diz que já foi “piranha”, expõe a verdade e recebe uma avalanche de críticas. Certo seria ficar fingindo ser perfeita?

Mulheres, parem de criticar outras mulheres, para o seu próprio bem e liberdade de ser quem você é.

As suas críticas a verdade dela, não a fazem errada, mais do que você. Quem julga tambpem será julgada.

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia