Dá para voltar a confiar em uma pessoa que já te traiu?

Geralmente pensamos que quem comete uma traição não têm respeito e cuidado com as outras pessoas, é egoísta e só pensa em si mesmo. Não é uma avaliação errada, porém há muito mais por baixo dos panos do que a nossa percepção pode compreender.

A traição vem de uma exuberância de interesses egoístas sim. Não acontece, necessariamente, de uma perspectiva de malícia … Na maioria das vezes, o indivíduo apenas está tentando suprir suas próprias necessidades (seus próprios interesses pessoais).

Quem trai uma pessoa que sempre foi boa para ela, geralmente, indica que, realmente, não se importa com os seus sentimentos. Se ela se importasse, permaneceria leal ao seu ‘amigo’, não é mesmo?

Muitos vão concordar, mas isso também pode ser um desvio de caráter ou de personalidade que, como outros tipos de desvio, podem ser reparados com tratamento profissional.

A maioria está familiarizada com a Regra de Ouro: “Faça aos outros o que você gostaria que fizessem a você.” No contexto da Traição, a pessoa não pensa no outro, apenas na sua própria satisfação pessoal.

Portanto, em primeiro lugar, não importa se você é bom ou mau, a maioria das pessoas é traída mesmo quando seu coração é puro. Na verdade, é muito simples. As pessoas traem os outros para priorizar a si mesmas ou salvar sua própria pele.

Traição significa “um ato de deslealdade deliberada”, como quando seu amigo contou a outras pessoas todos os seus segredos. …

A sociedade tem toda espécie de pessoas dentro dela. Rotulamos os outros como bons ou maus com base em nossa experiência pessoal, mas é verdade que essa pessoa pode ser muito boa com você e se comportar mal, muito mal com uma outra pessoa e vice-versa.

Uma pessoa que já traiu uma vez, sempre trairá?

O comportamento de uma pessoa é seletivo, nos comportamos de maneira diferente com pessoas diferentes, ou seja, não nos comportamos da maneira idêntica com todas as pessoas que encontramos.

Todos na sociedade têm sonhos, desejam crescer, optam por fazer algo na vida para ganhar seu pão de cada dia. Aqueles que optam por trabalhar duro, fazem seu trabalho honesto para ganhar seu sustento e são considerados bons, enquanto outros que, vivem tentando se dar bem, mentem, trapaceiam, traem… são considerados “traidores”.

Cada sociedade é uma combinação de vários tipos de pessoas. Os “traidores” possuem mentes inteligentes e selecionam seus alvos potenciais com o devido cuidado, fazem o dever de casa com base em sua observação perspicaz.

A maioria dos traidores vestem uma máscara aristocrática de pessoa gentil.

Para não se envolver com pessoas que te traem, ou voltar a confiar em pessoas que já te traíram, você precisa provar que é mais inteligente do que eles e, principalmente, deixar claro que não vai tolerar as suas traições.

Em suma, aqueles que são honestos e suficientemente inteligentes para entender os truques com antecedência, não são traídos facilmente!

Mas quem, constantemente é traído, costuma entrar em uma relação com a inocência de uma criança, que confia totalmente no outro para realizar as suas necessidades básicas. Essa dependência gera desconfiança no adulto inseguro, que passa a abusar dessa confiança, pois vê que o outro permite.

É possível que uma pessoa que traiu, mude de comportamento e passe a ser uma pessoa confiável e honesta?

Tudo é possível, porém, é preciso que você se coloque diante dessa pessoa com a esperteza de um adulto e não com a inocência de uma criança.

O que queremos é ter ao nosso lado, pessoas honestas, verdadeiras e sinceras, mas isso não acontece sempre, não é mesmo?

Você já traiu ou já foi traído?

Se você precisa de ajuda para encerrar esse ciclo de traições, me chama no direct @rhamuche.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.