CURADORES ESPIRITUAIS – OS AGENTES DO ALTO!

Resiliência Humana

Mesmo nos casos mais difíceis, ele sabe que a Presença passa sementes espirituais por suas mãos… E tal semeadura sutil terá o seu efeito no momento certo – na Terra, ou além.

Só o curador espiritual quem confia que suas mãos são de Luz. Quem sente o toque de outras mãos nas suas, nas ondas do Amor… Quem sente em sua própria presença visível a inspiração do Invisível Imanente. Quem sente, em seu coração, Aquela Presença** que está em todas as coisas.

O curador responsável e consciente sabe que quem cura não é ele, mas, sim, o Poder da Presença nele…
E também sabe que, muitas vezes, devido a diversas condições cármicas***, ele não conseguirá bons resultados em alguns casos.

No entanto, mesmo assim, ele fará o seu trabalho, pois essa é a sua natureza.

E, se suas mãos são de Luz, naturalmente irradiarão energias, sem qualquer julgamento ou condições. Inclusive, porque sabe que o Amor Real é incondicional e permeia a todos os seres.

Mesmo nos casos mais difíceis, ele sabe que a Presença passa sementes espirituais por suas mãos… E tal semeadura sutil terá o seu efeito no momento certo – na Terra, ou além.

O curador lúcido tem noção clara de que matéria é energia condensada (e energia é matéria em estado radiante), e, portanto, sabe que, mesmo se tocar apenas o corpo físico, também tocará a alma (e vice-versa), pois sua ação será sempre no nível energético.

Além disso, consciente de que é emissário da Presença, ele procederá com grande respeito e gratidão, pela chance de realizar a Luz em suas mãos.

Ah, um Grande Amor habita o coração do bom curador… E é tal grandeza espiritual que lhe diz, num sussurro sutil, que, quando ele ajuda alguém, está, na verdade, ajudando a si mesmo.

Porque a Presença está nele e, por isso, suas mãos são duas jóias espirituais. E, por onde ele for, os seus toques sempre serão de Paz e Luz… – Wagner Borges – 12 de novembro de 2011.

MÃOS DE LUZ – BARBARA ANN BRENNAN

Bárbara, nos conta suas experiências depois de anos trabalhando com esta força que impulsiona a vida, quer nos mostrar como podemos nos beneficiar , se melhor compreendermos o campo de energia que nos envolve, que envolve a vida. Energia esta semelhante a luz de uma vela, ela nos rodeia e penetra em nosso campo físico, está associada a nossa saúde física, mental e espiritual.

Quando a energia não flui livremente ela gera bloqueios e causa desequilíbrios, dando início aos problemas no campo físico. O curador precisa buscar a causa do problema. O método de cura aqui demonstrado é o da imposição das mãos, nos mostra, também, que para melhor utilizá-lo devemos primeiro, desenvolver a Alta Percepção Sensorial (APS), que nada mais é do que um estado ampliado de consciência.

Este estado é que vai permitir a percepção das coisas alem dos limites normais de consciência. São vários os métodos para ampliar nossa consciência, sendo que o mais conhecido é a meditação, esta, também desenvolvida por diversos meios, cada um deve buscar o que melhor se adapte.

No relato de suas experiências, faz inúmeras demonstrações, demonstrações estas que nos mostram o modo de ver a
energia humana e a energia universal. Mostra-nos a função desta energia através de seus chacras, as suas obstruções, ou bloqueios.

Você quer aprender a curar-se, este é o desafio.

Cura significa compreender a relação que há entre causa e efeito. Desafio este que nos leva a entender a vida. A vida que se inicia numa simples pulsação e se expande no universo a fora, interagindo entre si.

O curador precisa ser capaz de sentir a força e a intensidade desta energia que envolve a vida. A energia que nos envolve e envolve todos os seres vivos ou objetos, é uma luz que tem cores. Quando esta energia estiver estagnada
ela aparece com cores escuras, ao contrário, quando a pessoa for sadia, esta energia aparece com cores brilhantes.

A doença, na maioria das vezes inicia com um trauma psicológico ou físico. A cura requer mudança
de hábitos e a remoção do trauma que deu origem à doença, para não obter o efeito sanfona.

Precisamos entender a doença, o que ela significa, o que posso aprender com ela?

Na busca mais profunda do ser está a chave de nossas enfermidades. Precisamos ser capazes de ouvir o que o corpo nos fala. A doença nos revela que algo importante está sendo por nós ignorado, o que é?

Investigar a causa é promover mudanças, mudanças no jeito de agir, no jeito de ser e sentir. Só a mudança é capaz de nos levar a verdadeira cura.

O curador, o terapeuta, o médico e os medicamentos são apenas os veículos que nos conduzem a cura. Quanto mais prestarmos atenção em nós, mais seremos capazes de detectarmos qualquer desconforto . Desconforto este que nada mais é do que uma mensagem do corpo.

Este mal estar está nos dizendo que estamos fora do alinhamento do nosso verdadeiro eu. Ouvir o corpo é comer quando se está com fome, descansar quando se está cansado, é cuidar do que nos aborrece e modificar, atendendo aos desconfortos, buscamos o equilíbrio, e conseqüentemente a saúde.

Prestar atenção é ouvir a voz interior, é deixar fluir as mais singelas informações, sem obstruir seu processo.

Para praticar a cura, precisamos estar abertos a toda e qualquer mudança, ponto de partida que transforma a vida, e a torna plena, porque nos faz crescer, crescer na dor ou no amor. Amor este que nos impulsiona.

Ame-se simplesmente. Deixe-se fluir livremente pela dança da vida, caso contrário estará obstruindo seu progresso.

É chegada a hora de mudar.

É chegada a hora de crescer.

Sinta o amor que há em você, sinta o significado mais profundo do ser, sinta as experiências agradáveis e as dolorosas, porque são elas as lições da volta para casa, o caminho para Deus.

Permita-se ser a luz que expande o universo!

SAIBA COMO SE DÁ A CURA ESPIRITUAL?

Cura Espiritual

A médium Isabel Salomão fala da cura a distancia.(Atende em juiz de fora através comunidade espirita a caminho)

Posted by Comunidade Amigos Espíritas on Thursday, May 3, 2018

FONTEBeta Intuição
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia