Cuidado! Você pode estar vivendo um ciclo vicioso!

Iara Fonseca

A vida é tão corrida que acabamos, na maioria das vezes, nem percebendo que estamos vivendo um ciclo repetitivo de acontecimentos desgastantes e que nos impedem de nos sentirmos realizados e felizes. Se não percebemos, simplesmente acabamos repedindo posturas que nos levam sempre aos mesmos lugares e proporcionam os mesmos resultados. Nos sentimos infelizes e pensamos: O que estamos fazendo de errado?

Nesse artigo irei comentar uma declaração do terapeuta Tadashi Kadamoto onde ele discorre em vídeo sobre as posturas que assumimos em vida, que poderá ser visto por vocês no link que deixarei no final do texto.

Depois que assisti o pensamento de Tadashi pensei: Estamos fazendo muita coisa errada consciente e inconscientemente. Inconscientemente repetimos posturas e comportamentos que não nos trazem felicidade, e quando nos conscientizamos disso começamos um processo de mudança que demanda empenho, dedicação e muito estudo em busca de autoconhecimento.

Muitos de nós escolhemos seguir nessa vida de repetições e acabamos viciados nesse ciclo vicioso. Primeiro nos sentimos como devedores e acabamos nos colocando em uma posição de heróis, ou melhor ainda, como Tadashi diz, “burro de carga”, e achamos que podemos e devemos ajudar o mundo e todas as pessoas que se aproximarem… Chega um momento que nos sentimos exaustos e damos o nosso grito de liberdade, mas essa liberdade acaba trazendo uma solidão e depois de um tempo acabamos mergulhando em uma carência infantil.

Para não sofrer para sempre nessa carência de criança, acabamos voltando àquela postura de quem é prestativo e assume mais compromissos do que pode, mas… depois de um tempo, o que acontece? Cansamos novamente e chutamos o balde querendo nos livrar de tudo que está nos fazendo sentir exaustos, pressionados e infelizes. Passado algum tempo, lá está a criança carente dando seus sinais de vida dentro de nós. E esse ciclo só é interrompido quando buscamos ajuda terapêutica ou processos de autoconhecimento que nos façam despertar para a consciência de que precisamos tratar essa criança ferida que existe dentro de nós.

E como podemos curar essa criança carente que ainda vive dentro de nós?

Assistam esse vídeo para entender melhor todo esse processo que envolve a postura que decidimos assumir na vida!


Gostou do vídeo? Tem muito mais sabedoria Tadashi aqui: Instituto Tadashi Kadamoto

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!