Coração partido: Sair da cama se arrastando tem sido a sua rotina?

Eu sei que você se sente perdido(a) e desorientado(a). Os seus dias têm sido uma oscilação entre angústia, aperto no peito, melancolia, ansiedade, saudade, frustração, apatia e um imenso vazio. Há, também, medo do futuro e uma sensação de que essa pessoa nunca vai desocupar o seu coração, não é?

Ao longo do dia, vários gatilhos fazem o seu coração sangrar e, por vezes, você não consegue conter as lágrimas.

Qualquer coisa é motivo para você desmoronar: a música que marcou a história de vocês; o perfume dele(a) em alguma peça de roupa; uma comida; a série que vocês assistiram; um lugar que vocês amavam frequentar; uma data; algo bonito que você vê e gostaria de compartilhar com ele(a); algo que te acontece, de bom ou ruim, que você adoraria dividir com aqueles ouvidos que já foram tão cúmplices e tão atentos às suas palavras.

A sensação é de uma amputação emocional. Talvez, seja uma dor que transcende o emocional e reverbera no físico. Sair da cama se arrastando tem sido a sua rotina.

Deixa eu te falar uma coisa: isso vai passar! Você vai conseguir elaborar essa dor e ressignificar essa ruptura.

No momento, você não enxerga saída, mas confie no processo.

No futuro, você vai entender que esse fim foi necessário, apesar de ter sido contra a sua vontade.

Acredite que há uma força maior regendo a sua vida, e que tudo o que acontece é para o seu bem, inclusive aquilo que doi.

Conforme o tempo for passando, você vai acomodando e organizando esse vazio.

Vão acontecer várias oscilações de sentimentos, mas a estabilidade vai chegar.

Você vai perceber que a vida não acabou, e que há muitas boas surpresas para você. Não desista.

Faça o que precisa ser feito, mesmo sem vontade.

Exercite-se; faça algo que você gosta; cerque-se de pessoas queridas; pratique algum hobby.

Dê tempo ao tempo, tudo vai se ajustar.

*DA REDAÇÃO RH. Foto de Jakob Owens no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.