Como podemos descobrir quem fomos numa vida passada?

Susana Vieira Ramos

Quando sabemos quem fomos numa vida anterior, podemos compreender melhor o nosso presente e descobrir a nossa missão de vida. Ao nos lembrarmos, estamos a criar condições para curar a vida presente. Por vezes, ao compreendermos determinada situação que atravessamos na vida, podemos mudar o rumo dos acontecimentos para termos uma vida mais feliz e pacífica. Ao irmos à fonte dos nossos problemas, estamos a explorar as causas daquilo que nos traz sofrimento.

Vou dar o exemplo de uma pessoa que, na vida atual, sofre com problemas de cervical. Pode até ter várias hérnias ou outros problemas de saúde nessa zona que lhe tiram qualidade de vida. A medicina tradicional vai curar os sintomas através de medicação ou cirurgia, dando infelizmente pouco enfoque às verdadeiras causas da manifestação da doença. O que acontece é que nós trazemos connosco uma memória celular ou, como gosto de interpretar, energias de vidas passadas. Essas energias ficam alojadas na nossa aura e refletem-se em problemas de várias ordens. Essa pessoa em concreto terá, muito provavelmente, dificuldades em exprimir aquilo que sente. Mas porquê? O que terá acontecido? Poderá, numa vida anterior, ter sido escrava e puxado uma carroça com cordas amarradas ao pescoço, por exemplo. Isto parece assustador, mas realmente acontece e surgem-me casos assim.

Vida após vida, vamos trazendo a energia dos nossos traumas até compreendermos e curarmos o que aconteceu. Por curar entenda-se compreender e limpar essas energias do campo áurico, libertando assim o passado. Isto não significa que todas as pessoas que sofrem de problemas de cervical tenham sido escravas, pois cada pessoa é única e traz uma história e energia diferente. Apenas quero dizer que há uma explicação para tudo e que, quando sofremos grandes traumas ou vivemos situações difíceis no presente, podemos tentar compreender as nossas vidas anteriores para nos libertarmos. O Reiki é, sem dúvida, uma terapia que pode ajudar a compreender e libertar essas situações. Pode acontecer uma pessoa, durante uma sessão de Reiki, ter acesso a memórias de vidas passadas, ou então o próprio terapeuta visualizar o registo da alma do cliente.

Contudo, todos nós podemos decifrar as nossas vidas passadas, bastando estar atentos à nossa vida atual. Como podemos descobrir quem fomos numa vida passada? Podemos tentar seguir estes passos para encontrar alguns indícios:

1. Compreender a Infância: Que atitudes tinhas quando eras criança? Como brincavas? Quais os teus hábitos? O que gostavas de vestir, por exemplo, no Carnaval? Como eras com as outras crianças? O que te faziam sentir as outras crianças?

2. Compreender os gostos: Qual o tipo de roupa para o qual tiveste queda? Qual o tipo de alimentação preferida? Qual o estilo arquitetônico ou paisagístico? Quais as cores que usas na roupa ou até na decoração da casa? Mudaste muitas vezes de casa ou de país? Há alguma comida que te caia mal ou que te provoque alguma emoção? Qual o tipo de cheiros que recordas e que memórias te trazem? Que tipo de livros , música ou filmes gostas?

3. Compreender os traços da personalidade: Qual o significado do teu nome? Tinhas ou tens alguma alcunha? Como é que os outros descrevem a tua personalidade? Como te descreves a ti próprio? Tens tiques ou manias particulares? Tens alguma ligação especial com um familiar ou pessoa em particular? Tens comportamentos fora do normal que sejam recorrentes?

4. Compreender os talentos e profissões: És bom a fazer o quê? O que admiras ou desprezas nos outros? Falas alguma língua estrangeira com facilidade? O que sabes fazer com habilidade e pouco estudo? Gostas do teu trabalho atual ou é uma situação difícil e que não te agrada? Tens passatempos ou alguma coisa que te dá prazer fazer sem pensar no dinheiro?

5. Compreender a saúde: Como é a tua estrutura física? Tens algumas características invulgares? Gostas do teu corpo? Tiveste ou tens complicações de saúde? Tens limitações físicas? Gostas de terapias alternativas ou és completamente cético? Tens sinais de nascença ou cicatrizes? Que cirurgias fizeste?

6. Compreender as relações afetivas: Quem foram ou são as pessoas mais importantes para ti? De quem não gostavas quando eras criança? Como te relacionavas com os outros quando eras criança? Qual é o padrão de repetição das tuas relações? Preocupas-te mais com os outros do que o contrário? Quem são os teus amigos? Quem são os teus inimigos? Sentes-te ligado à tua família ou sentes que não encaixas? Como é a tua relação com os animais?

7. Compreender lugares e acontecimentos: Que países sempre quiseste visitar? Qual o teu ambiente preferido (praia, campo, deserto, floresta…)? Gostas de cidades ou preferes aldeias? Que lugares te deixam deprimido ou então feliz? Interessas-te por alguma cultura em particular? Já tiveste alguma experiência de déjà vu?

8. Compreender os sonhos: Em criança, tinhas sonhos ou pesadelos recorrentes? Alguma vez tiveste um sonho que te parecia real? Estavas noutro tempo histórico? Há algum traço comum nos teus sonhos? Estás constantemente a fugir de alguma coisa? Há algumas pessoas que surgem com frequência nos teus sonhos? Elas costumam ter os mesmos papéis? O que sentes em relação a elas? Há lugares repetidos?

Estas e outras questões podem ser pistas que te levarão a descobrir mais sobre ti. Se estás a viver algum período mais conturbado ou pretendes compreender um episódio marcante da tua história, então procura ajuda profissional e recorrer à terapia de regressão a vidas passadas. Pode ajudar-te a limpar velhas energias e a seguir em frente!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Susana Vieira Ramos
Susana Vieira Ramos é Mestre de Reiki, com formação em Vidas Passadas, Leitura da Aura e Anatomia Energética. Iniciou o seu percurso profissional como professora de Português e Filologia Clássica, mas é no desenvolvimento pessoal e espiritual que realiza a sua missão de vida.