Como desenvolver a resiliência no trabalho

Resiliência Humana

A resiliência no trabalho é a capacidade que nos permite assumir com flexibilidade as situações-limite que surgem no nosso ambiente profissional. Falamos de situações que produzem grandes picos de estresse porque colocam as nossas habilidades à prova.

Por outro lado, essa ansiedade também é alimentada por outra ideia: temos que superar essas situações se quisermos sobreviver no ambiente de trabalho em que nos encontramos.

Muitas vezes, várias dessas situações extremas associadas a um forte impacto emocional ocorrem na esfera pessoal ao longo das nossas vidas. Por exemplo, com a morte de um parente próximo ou de um grande amigo, uma separação amorosa ou uma doença grave. No entanto, essas situações também podem aparecer no ambiente de trabalho, então falamos sobre resiliência no trabalho.

Nesse sentido, podemos nos deparar com um problema empresarial pelo qual somos os únicos responsáveis, falências dos nossos próprios projetos ou questões judiciais que podem levar um empreendedor ou funcionário a uma crise pessoal. Diante disso, uma boa capacidade de resiliência nos ajudará a sair do fundo do poço.

As pessoas resilientes contam com uma série de recursos que as diferenciam.

Como desenvolver a nossa resiliência no trabalho?

Ao contrário da crença popular, a resiliência não é uma qualidade inata de cada pessoa. Pelo contrário, é uma habilidade sensível à experiência. De fato, algumas pessoas conseguiram desenvolvê-la tomando como exemplo alguém próximo com essa qualidade, mas outras o fizeram enfrentando os problemas e dando o melhor de si mesmas quando se trata de resolvê-los.

Para desenvolver a nossa capacidade de resiliência, podemos seguir alguns destes princípios:

Em primeiro lugar, as pessoas com resiliência no trabalho são muito conscientes das suas habilidades e das áreas em que se destacam. Ao mesmo tempo, conhecem as suas limitações e as áreas em que não estão confortáveis. Dessa forma, estabelecem metas alcançáveis e, para conquistá-las, usam os recursos de forma mais lógica, delegando ou adquirindo mais ferramentas antes de enfrentar as tarefas que não desenvolvem com tanta facilidade.

Tentam se cercar de pessoas com uma visão positiva. Pelo contrário, as pessoas pessimistas não fornecem nada de útil.

Os obstáculos são encarados como uma oportunidade para aprender e crescer. Portanto, devemos ter em mente que só se cresce com a adversidade.

Elas são perseverantes e não se entregam à primeira mudança porque sabem que o sucesso requer esforço.

São flexíveis diante das mudanças, pois sabem que as mudanças e a evolução são algo necessário para melhorar. No trabalho, as modificações são feitas de forma otimista, sabendo que talvez impliquem um esforço no início, mas que os objetivos serão mais alcançáveis após a superação desse período de adaptação.

Como ser resiliente no trabalho?

Seguindo as ideias anteriores, podemos gradualmente desenvolver a nossa resiliência no trabalho. Além disso, podemos aplicar as características de uma pessoa resiliente de uma maneira mais interna, conhecendo a nós mesmos e seguindo essas ideias:

Aumentar a consciência das nossas emoções, especialmente em momentos de estresse. Se ignorarmos os medos, nunca poderemos ter uma atitude positiva em relação a eles.

Controlar o estresse e a incerteza. As pessoas resilientes têm uma maior capacidade de gerenciar esses dois conceitos tão comuns no local de trabalho. Embora nem sempre seja tão fácil, a ideia é não deixar que os sentimentos negativos nos alterem excessivamente e que o estresse não dure muito tempo ou alcance picos muito altos.

Seja flexível com as opiniões dos outros. Se soubermos como nos adaptar às mudanças, como dissemos antes, mesmo que elas sejam negativas, haverá menos chance de passar mal com elas. Se uma novidade ocorrer no trabalho, surgirão disputas e opiniões divergentes. Portanto, se formos capazes de praticar a escuta ativa, evitaremos discussões e mal-entendidos.

Ter paciência. Ocasionalmente, a obsessão de obter resultados a curto prazo nos leva a tomar decisões precipitadas, e isso, no trabalho, é o pior inimigo. Portanto, a paciência e a capacidade de espera devem ser colocadas em prática quando os objetivos de médio ou longo prazo prevalecerem sobre os desejos do momento. Controlar os impulsos é sucesso garantido no trabalho em equipe.

Como desenvolver a resiliência no trabalho

Neste artigo, descrevemos a importância da resiliência como uma variável de influência no sucesso do trabalho. Além disso, descrevemos algumas estratégias que podem nos ajudar a trabalhar a resiliência. Agora, só precisamos praticá-las e adaptá-las às nossas necessidades.

FONTEA Mente á Maravilhosa
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia