Colômbia aprova lei que proíbe veículos puxados por animais no país. “Eles não são tratores, ou carros para carregar cargas pesadas”.

O projeto de lei aprovado pelo Congresso da Colômbia estabeleceu um prazo de 5 anos para que todos os veículos de tração animal do país sejam substituídos por outros motorizados; por sua vez, vem acompanhado de um plano de auxílio às pessoas cujo salário depende desse tipo de veículo.

Já foi o tempo que a Colômbia era temida e conhecida pelo narcotráfico, de alguns anos para cá, o país está se mostrando extremamente a frente do seu tempo e estabelecendo políticas humanitárias e realmente importantes para os seus cidadãos.

Essa notícia extremamente positiva chega até nós em um momento em que estamos preocupados com as vidas humanas, mas nossas políticas públicas não caminham na mesma direção que os desejos e necessidades da população brasileira.

COLOMBIA-PROIBI-VEICULOS-DE-TRAÇÃO-ANIMAL-EM-TODO-TERRITORIO

Enquanto a Colômbia está avançando tanto no cuidado com a sua população pautando questões importantes na saúde pública e no crescimento econômico, quanto na proteção da vida animal, onde o plenário do Senado local aprovou um projeto de lei que beneficiará milhares de animais que são usados ​​como força de transporte no país.

O mesmo acontece por aqui, mas o governo brasileiro ainda não acordou para a importância de todas as vidas, todas!

De acordo com o projeto, a ideia é que em mais cinco anos nenhum veículo de tração animal exista no país – seja carroça, carruagem ou qualquer outro – Não será permitido que coisas e pessoas sejam transportados por animais como cavalos, mulas, burros ou outros. Em outras palavras, uma substituição gradual de veículos de tração animal é proposta em toda a Colômbia.

Cuidado com a vida

O objetivo da medida, aprovada na Justiça em 18 de junho, é obviamente reduzir essa prática e proteger os animais, além de ajudar quem vive dessa atividade a substituir os animais por veículos motorizados. Dito isso, será feito um censo no país para ver quantas pessoas estão nessa situação.

“Tudo é pensado para que as pessoas que tiram seu sustento desse tipo de veículo sejam protegidas; Tenha certeza de que é isso que o projeto contempla e claro que as providências podem ser tomadas, como a lei indica”. —Ana María Castañeda, senadora e palestrante do projeto, ao La FM.

Em todo caso, há algumas exceções nesta nova lei, que será para veículos utilizados para atividades turísticas, agrícolas, pecuárias e esportivas, como os famosos “carros alegóricos” que circulam pelo centro da cidade de Cartagena de Índias.

Segundo a Prefeitura de Bogotá, caso, após o período de cinco anos, ainda existam veículos de tração animal, eles serão proibidos de circular e também poderão ser apreendidos pelas autoridades.

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia