Coala bebê confuso pensa que um cão é a sua mãe:Vídeo muito fofo!

Resiliência Humana

Um coala bebê está entre os animais mais fofos que já conhecemos, e a maneira como um jovem coala se agarra à sua mãe é certamente adorável. O mais adorável é ver como esse coala órfão reage quando pensa que sua mãe é um cachorro.

Um vídeo de um bebê coala e um cachorro chamado Tony foi gravado pelos donos do cachorro e publicado na internet. Está incluído no final deste artigo para você poder se esbaldar em tanta fofura.

Tudo começou quando Tony, o cão, saiu para fora de casa para passear, de acordo com a descrição do vídeo. Quando seus donos o ouviram latir, foram até ele para descobrir o que estava acontecendo. O que eles viram foi um pequeno coala agarrado no cachorro.

Enquanto Tony caminha em círculos, ele vira a cabeça para olhar o coala. Então, ele balança a cauda e olha para a câmera. Ele parece estar confuso. O coala sobe de costas e ele continua andando em círculos enquanto vira a cabeça para olhar para o novo amigo. O que está acontecendo é hilário, porque Tony não pode alcançá-lo e ele não pode afastar o jovem.

A luta para tirar a bolinha das costas continua enquanto o bebê se arrasta sobre ele. Enquanto andam juntos pelo quintal, Tony olha para a câmera de vez em quando. Parece que ele está se perguntando o que no mundo ele deveria fazer. O pequeno coala finalmente cai das costas de Tony, foge, sobe uma cerca e solta o pequeno gorjeio mais fofo.

Quando um coala nasce, não tem pelos ou orelhas e não pode ver. Ele vive na bolsa de sua mãe pelos primeiros seis meses, depois a segura e nunca a deixa por mais seis meses. Como esse jovem coala pensava que Tony era sua mãe, ele se apegou a ele e não o deixou ir. Era bom que Tony fosse paciente e não machucasse o pequeno animal.

Como a reação de Tony ao pequeno estranho é suficiente para fazer alguém rir, espalhe a gargalhada conscientizando os outros sobre este vídeo. O bebê é precioso, e o cachorro é tão fofo. Vale a pena assistir a este vídeo.

*Tradução e adaptação REDAÇÃO RH. Com informações de Apost.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia