Casar Engorda? Descubra 8 Hábitos para não Engordar Durante o Casamento

Resiliência Humana

Casar engorda? Por que depois do casamento engordamos?

Quantas pessoas você já viu reclamar que simplesmente não entraram mais nas mesmas roupas depois que se casaram?

Então, você se pergunta: por que isso acontece?

Bom, na verdade, engordar após o casamento não é uma regra, mas infelizmente é bem comum.

Eu mesma tive essa infelicidade e engordei 10 kg depois que casei (em 4 anos). Mas neste últimos meses estou em processo de emagrecimento – já perdi 8kg e reaprendi a comer.

Nesse período, analisei juntamente com minha nutricionista Beatriz Pires e minha coach de emagrecimento, Suzana Augusto, todas do Soul Zen Spa, o porquê disto ter acontecido e detectei muitas alterações da rotina, alimentação, entre outros.

Se quiser ver como está sendo este processo, acesse os vídeos no canal do Esposas Online do Desafio Soul Fit, cheio de dicas para quem quer perder medidas.

Por isso, achei importante trazer aqui dicas de 8 hábitos para não engordar durante o casamento!


Mas vale lembrar que tudo depende da disposição de cada um para manter uma vida equilibrada e saudável.

Então, mãos à obra!

Por que Muitos Casais Engordam Depois de Casar? Casar Engorda?
Como isso não é uma regra, não há como saber ou afirmar com certeza, quais são os motivos.

Mas, ao que tudo indica, as pessoas quando solteiras tendem a ter uma vida muito mais ativa do que quando se casam.

Isso porque quando se casam, é quase uma regra que o casal queira curtir a casa e a companhia intensa um do outro, principalmente nos primeiros meses.

Consequentemente, em toda e qualquer oportunidade lá estará o casal: em casa, namorando.

É claro que enquanto isso, o casal tende a comer bastante, seja porque a mulher quer provar todos os seus dotes culinários, e às vezes, o homem também queira ir para a cozinha.

Ou porque ambos não querem perder tempo cozinhando e acabam fazendo lanchinhos, pedindo comida ou indo comer fora, e quase sempre, consumindo alimentos calóricos, congelados industrializados e pouco saudáveis.

Casar Engorda? Apesar de não ser uma regra, é muito comum. De 3,5 mil pessoas, 91% dos entrevistados na pesquisa apresentaram aumento de peso após o casamento.

Mas não precisa ficar de cabelo em pé por medo de entrar para essa estatística.


Veja as dicas que listamos aqui e aposte nelas e em tudo aquilo que você puder fazer, para que você e o mozão possam se manter saudáveis e esbeltos.

#1 Prepare suas refeições com antecedência
Não podemos negar que é uma grande comodidade ser solteiro e morar na casa dos pais. Afinal, na maioria dos casos, os filhos costumam ter tudo nas mãos.

Se estivermos falando de uma pessoa que já morava sozinha antes de se casar, provavelmente ela já tem hábitos de cozinhar para si mesma, além de manter uma rotina de cuidados consigo. Mas a maioria dos jovens ainda moravam com os pais antes de se casar.

Quem sai do conforto da casa dos pais e se casa, costuma sentir uma grande diferença logo no início.

Isso porque não terá mais nada na mão e precisará se cuidar, cuidar do outro e cuidar da casa (lembrando que isso serve para o casal).

Para resolver esse problema, prepare com antecedência algumas refeições práticas e saudáveis.

Aprendi com minha nutricionista que você deve programar sua alimentação antecipadamente para não ter que pensar no que comer na hora da fome. Faça uma programação semanal ou pelo menos nos próximos 2, 3 dias. Se não, provavelmente você atacaria algo muito “apetitoso” na geladeira, nem sempre adequado para a ocasião.

Uma dica infalível é deixar saladas lavadas separadas em potinhos na geladeira, para consumir durante as refeições da semana. Tem várias dicas sobre isso no post “Dicas de Cozinha“, dê uma conferida!

Você também pode congelar alimentos já cozidos e até temperados, para que na hora da refeição baste descongelá-los. Isso vai economizar um bom tempo na sua rotina. Carne moída, frango desfiado, molhos e até feijão são alguns exemplos.

Legumes crus como couve-flor e brócolis, por exemplo, são ótimas opções para se congelar limpos e cortados, prontos para cozinhar.

Você já pode começar a treinar essa dica mesmo antes de se casar. Mas caso já tenha se casado não tem problema: comece logo a por esse hábito em prática!

Afinal, uma coisa é você chegar em casa cansada depois de um dia exaustivo e ter uma deliciosa refeição pronta que a sua mãe preparou, te esperando para ser consumida.

Outra coisa é você chegar em casa e ter que começar a preparar a própria refeição. Por isso, antecipe alguns preparos para ganhar tempo na correria do dia dia e manter uma alimentação saudável.

#2 Não compartilhe os maus hábitos
Se o seu parceiro for preguiçoso ou gostar de uma dieta caprichada em fast food, tente reverter os hábitos dele ao invés de entrar na mesma onda. Não entre na rotina de alimentação inadequada dele. Força!

Se for você quem tem hábitos ruins, tente mudá-los antes que o seu parceiro comece a compartilhá-los, pois, será muito mais difícil de mudá-los sem o incentivo do outro. Um grande número de homens também engordam depois de casados, cuidado com a saúde!

Portanto, ao invés de compartilhar os hábitos ruins, crie hábitos saudáveis e incentive-os.

dicas para não engordar depois do casamento

#3 Não armazene doces ou guloseimas: compre somente quando for comer
OK, todos somos humanos e sabemos que é inevitável aquela hora em que dá uma super vontade de comer uma besteirinha.

E como ninguém é de ferro, às vezes, até faz bem para o nosso humor comer alguma coisinha que não é saudável, mas é deliciosa.

O problema acontece quando você acostuma a comprar essas coisas e estocá-las na sua casa, na sua gaveta do trabalho ou até mesmo na sua bolsa.

Foi assim que começou meu processo de ganho de quilos depois do casamento!

Meu marido ama biscoitos recheados e eu comecei a consumi-los de maneira continua depois de casada. Não teve jeito. Cortei a compra destes itens depois que comecei a reeducação alimentar. Diminuiu a vontade de comê-los drasticamente, sabendo que não os tenho na despensa. Agora, consumo pontualmente e de forma moderada.

Afinal quando a fome bater ou uma vontade de comer alguma coisa, automaticamente você se lembrará que tem esse alimento por perto e o comerá.

Prefira ter opções saudáveis sem açúcar, frutas, iogurtes zero ou barrinhas de cereais naturais para matar a vontade inesperada de doces.

Por isso, o melhor a fazer, é deixar para comprar essas coisas somente quando você estiver com muita vontade de comer. Pontualmente.

Pois, a tendência é que dessa forma você consuma bem menos, do que se sempre tiver esses alimentos ao alcance das mãos.

#4 Durma bem: dormir mal provoca alterações hormonais
Uma boa noite de sono é fundamental para que todo o nosso organismo fique regulado e descansado.

Por isso, quem dorme pouco ou dorme mal costuma ter vários problemas de saúde, como por exemplo, hormônios desregulados, o que impacta totalmente no peso de uma pessoa.

De fato, de acordo com um estudo do Journal of Clinical Sleep Medicine, dormir menos de sete horas por noite pode causar uma diminuição da capacidade de atenção, depressão e dificuldade de processamento de ideias, além de mostrar que uma noite mal dormida também pode levar ao aumento de peso e aumentar suas chances de ficar doente.

Ou seja,dormir pouco engorda. O fato de dormir pouco tem relação com alterações nos hormônios que controlam a fome.

Quando se dorme menos de 7 a 8 horas por noite, os níveis de leptina, que reduz o apetite, baixam, enquanto que os níveis de grelina, que estimula o apetite, aumentam. Ou seja? Você sentirá mais fome.

Por isso, zele por suas horas de sono. Procure manter um horário padrão para ir para cama, além de um ambiente aconchegante e confortável.

Deixe o celular longe da cabeceira da cama para que não tenha o hábito de ficar mexendo nele antes de dormir, e também, desligue a televisão.

Deixa os problemas fora da cama e jamais leve um desentendimento com mozão para dormir com você. Durma sempre de bem com ele e de bem com você, e tenha uma boa noite de sono e um casamento feliz!

#5 Leve lanchinhos saudáveis com vocês
Crie o hábito e incentive o seu parceiro também, para sempre levar um lanchinho saudável na bolsa, para o trabalho, para a faculdade, enfim, para onde vocês forem.

Tenham sempre a mão frutas frescas, frutas secas, cereais, enfim, todo e qualquer tipo de alimento saudável e que seja prático para carregar e que não estrague com facilidade. Sabe aquelas barrinhas de cereais? Você mesma pode fazer, tem várias receitas na internet.

Isso vai ajudá-los na hora em que bater a fome, e a única coisa que tiverem por perto for alimentos que não são saudáveis.

Além disso, vocês podem combinar para que cada dia ou semana, por exemplo, um de vocês prepare o lanche para o casal.

Assim, ninguém fica sobrecarregado, ninguém fica sem lanchinho e vocês ainda estimulam a parceria.

#6 Mexam-se!
Não é porque vocês casaram que a rotina tem que mudar totalmente. Tentem adaptar uma rotina de atividades físicas no dia dia de vocês.

Se vocês chegarem em casa muito cansados e sem disposição para encarar uma academia, por exemplo, vocês podem apostar em outros tipos de atividades, que podem ser até mais prazerosas para o casal, como por exemplo, fazer uma caminhada na rua enquanto batem um papo, andam de bicicleta em algum parque, ou quem sabe até mesmo encaram uma aula de dança juntos?! Amo! 🙂

As possibilidades são infinitas, afinal, basta colocar a criatividade em prática e buscar alguma atividade física que agrade aos dois e que se encaixe na rotina do casal. É também uma ótima forma de sair da rotina juntos.

O que não pode, é chegar em casa, encher a barriga, deitar no sofá e viver nessa rotina dia após dia.

Sem contar que dos 8 hábitos para não engordar durante o casamento, esse talvez seja um dos mais importantes.

#7 Mantenham um acompanhamento médico
Assim como estamos enfatizando nessa matéria, o ponto crucial disso tudo é manter a saúde. Por isso, um acompanhamento profissional é imprescindível.

Afinal, nem todo mundo pode praticar todos os tipos de atividades físicas, além do que, sempre é bom manter um check-up regular para entender como a sua saúde está, e assim, tentar identificar o que pode estar impactando negativamente na balança.

Além disso, devemos lembrar sobre o uso do anticoncepcional, que geram alterações hormonais.

Aumento de peso, retenção de líquido e sensação de inchaço, dor de cabeça, aumento de celulites, diminuição da libido… Esses são os efeitos colaterais mais conhecidos das pílulas anticoncepcionais.

Por isso o acompanhamento médico é fundamental.

Alguns exames e opiniões médicas são fundamentais. Portanto, mantenha um acompanhamento médico regular, e leve seu parceiro junto.

Pois, os homens costumam ser resistente para ir ao médico, então o seu incentivo e até a sua iniciativa de procurar um médico, serão fundamentais.

#8 Elogie e incentive o seu parceiro
Nada mais motivador quando somos reconhecidos e recebemos elogios, ainda mais se a nossa linguagem de amor for “palavras de afirmação”.

Li um livro recentemente, o best-seller “As 5 linguagens do amor, de Gary Chapman” que fala sobre como compreedemos a liguagem do outro, como demostrar o amor da forma correta !

Por isso, se o seu parceiro está se dedicando e você está vendo resultados, elogie ele sempre!

Com certeza ele vai se sentir muito mais animado e entusiasmado para seguir em frente com os cuidados com a saúde.

Casar Engorda? Só depende de você! Fiquem de Bem com a Balança!

Enfim, fuja daquela ideia infeliz de que só porque vocês se casaram não precisam mais se preocupar com a aparência.

Afinal, a primeira coisa que chama atenção é sempre a atração física, por isso, é muito importante manter-se atraente e confiante para que a paixão do casal fique em alta.

Claro que isso não é primordial, há muitas outras coisas mais importantes do que aparência, como por exemplo, a saúde, claro!

E esse deve ser o principal motivo e mais importante motivo para que você siga essas dicas e preocupe-se em manter o seu peso ideal sempre.

FONTEEsposas Online
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS