Carta para a minha mãe que está no céu: Um amor além da vida!

Minha mãe, eu sinto sua falta. Queria que você estivesse aqui. O que posso dizer além de que você é insubstituível? O amor que eu sinto vai além da vida!

Quando uma mãe morre, seu filho não está mais completo. A perda torna difícil respirar. nos tornamos folha no vento. Um pedaço de penugem que é espalhado pelo mundo.

Às vezes eu caia em terra firme, às vezes caia em um lago e quase me afogava. Mas ainda estou aqui. Eu sobrevivi.

No ano seguinte à sua morte, meus sonhos me atormentaram, fossem sobre sua morte ou quando me enganaram, fazendo-me pensar que você ainda poderia estar viva em algum lugar desse universo. Acordar e lembrar que você não está aqui pra mim se torna o ponto mais difícil de cada dia pra mim.

Saiba que sua falta é mais sentida do que palavras poderiam dizer, mãe.

Senti sua ausência todos os dias da minha vida desde que te tiraram de mim. Eu caí em um poço sem fim de agonia depois que você se foi. Eu morei lá por muito tempo. A depressão correu em minhas veias junto com meu sangue. O sangue tornou-se áspero e rasgou meu coração.

Pensei: Saudade não pode ser essa dor. Saudade deve ser algo que ainda não consegui sentir. Faltava a mim a aceitação que faz nascer a saudade, e eu não conseguia aceitar.

A depressão me fez rastejar pelos dias. Digo isso, mãe, não para deixá-la triste, mas para que saiba o impacto que sua perda teve em minha vida.

Fiz muitas coisas que não deveria. Desisti de muitas coisas que você amava, mas de alguma forma, com você longe, elas simplesmente não importavam mais. A alegria foi arrancada de mim. Eu fiquei vazio.

Procurei muitas coisas para me preencher. Tive bons amigos que me ajudaram e me distraíram. Eu tinha o resto da minha família também, que me deu amor.

Eu tinha animais de estimação para me consolar e me fazer companhia. Animais de estimação que você amou também. Eles procuraram por você, eu os vi procurando, mas eles nunca puderam te encontrar. E eu entendia suas tristezas e confusões.

Eu nunca poderei te esquecer, isso é fato. Uma parte de mim ainda está perdida e me pergunto se algum dia a recuperarei. Talvez essa parte esteja no céu com você e um dia você possa colocá-la de volta em mim e eu estarei inteiro novamente.

Todos os dias procuro sinais dos céus que me tragam algum conforto, até que me deparei com o Salmo 23 que fala exatamente sobre a passagem dessa vida para outra.

Esse salmo me confortou.

Eu chorei tantas lágrimas que me perdi de mim. Quando olhei, não consegui me encontrar, então anotei minha agonia. A sua perda me levou a escrever. O papel se tornou meu conselheiro, meu amigo e meu porto seguro.

Eu tinha que colocar tudo para fora e escrever foi a única maneira que funcionou pra mim.

Quando conversava com outras pessoas, elas simplesmente não entendiam. Elas não passaram pelo que eu passei. Elas me julgavam mesmo que não fosse de propósito. Sempre pude ver em seus olhos. Ou elas se sentiam mal por mim e seus olhos se enchiam de pena ou simplesmente não sabiam o que dizer.

Elas estavam tão consumidas pela pena que não sabiam como ajudar. Eu nem sei o que teria ajudado. Provavelmente nada.

Meu mundo desmoronou e só eu poderia me reconstruir.

Sinto falta das comidas que você fazia. Ninguém pode fazer do jeito que você fez, mãe. Você me alimentou com amor e sorriso. E isso não pode ser replicado. É impossível, ninguém mais tem o seu sorriso.

Às vezes, penso em você como agora, quando alimento os meus. Concentro-me nisso porque às vezes estou ocupada e é difícil conseguir fazer com o amor que você fazia, mas quero que se lembrem de que os servi com amor e um sorriso, como você fez comigo.

Quando me lembro dessa perspectiva, me sinto bem. Eu me sinto como uma mãe. Eu me sinto mais como você.

Aprendi a ser mãe com você. Você foi uma mãe fantástica. Eu sei que nem todo mundo pode dizer isso sobre suas mães. Tive sorte em ter você.

Mãe, você foi incrível, amorosa, criativa, generosa e gentil. Agora que sou adulto, entendo como você foi ótima. Aprendi a dar amor aos outros e a ser generosa observando você.

Quando me senti mais fraca percebi que, na verdade, a sua partida me fortaleceu. Tornei-me independente e passei a fazer tudo sozinha.

Eu amo ter me tornado forte, mas odeio ter tido que te perder para isso.

Espero e oro para que meus filhos se tornem fortes. Eu espero e oro para que eles não tenham que me perder para se tornarem assim.

Eu vou moldá-los. Vou dar a eles ferramentas para torná-los fortes. Não quero deixá-los para fortalecê-los. Tem de haver outro jeito. E eu vou encontrar.

Frequentemente oro para que você possa conhecer algumas de minhas alegrias.

Espero que você possa conhecer um pequeno pedaço da minha vida. Eu gostaria que você tivesse conhecido meu marido e que você pudesse ter sentido em seu coração a emoção que senti no dia do meu casamento.

Você não estava presente, mas espero que um dia eu a veja e você me diga que esteve lá comigo, mas eu não pude ver.

Você vai me dizer que se sentou na igreja e segurou as minhas mãos. Espero que você me diga que foi capaz de ver os rostos dos meus filhos quando eles vieram para este mundo.

Meus filhos estão todos crescendo agora. Espero que você possa ver como eles estão ficando lindos. Eles brigam muito, mas também brincam bem juntos. Quando eles me fazem sorrir de pura alegria, eu sei o que é ser mãe. Eu sou uma mulher de sorte, mãe. Eu tive você e agora posso ser a melhor mãe para os meus filhos, porque aprendi a ser mãe com você.

Obrigada, mamãe. Eu amo Você. Você sempre vai viver em mim e nos meus filhos!

Com amor…

*DA REDAÇÃO RH. Com informações HFH Foto de Sharon McCutcheon no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia