CÂNCER: É um Carma? São Resgates? Palavras de ALLAN KARDEC

Resiliência Humana

Existem Espíritos que no planejamento antes de reencarnar, pedem para contraírem uma doença no corpo fisico durante a jornada terrena.

Numa das várias existências, podem ter cometido atos geradores de prejuízos à saúde de outras pessoas. Muitos querem resgatar seus débitos devidos, e que precisam ser reparados através das sensações em seu corpo físico, e em sua parte mental na atual existência.

Traz com ele um débito Moral.

Câncer é uma enfermidade cármica?

Estamos submetidos a um mecanismo de causa e efeito, que nos premia com a saúde, ou corrige com a doença, de acordo com as nossas AÇÕES de hoje e das várias existências.

O câncer seria então o resultado de um comportamento desajustado em vidas anteriores?

Nem sempre.

A causa pode estar nesta existência. Um exemplo:

Uma pessoa que fuma pode contrair a doença no pulmão.

Será o seu carma? Seria uma provação?

Pode ser ou não. Mas não sendo carma, ela está trazendo pra ela sofrimentos nesta existência.

Não há inocentes na Terra, aqui é um planeta de provas e expiações.

O simples fato de aqui vivermos, significa que merecemos (ou necessitamos) tudo o que aqui possa nos acontecer.

Se não merecêssemos, estaríamos morando em mundos mais saudáveis.

A pessoa que sofre bastante, vitimada por um câncer, e resgatou seus débitos, está se habilitando a um futuro feliz na espiritualidade?

A doença elimina as sombras do passado, mas não ilumina o futuro.

Porque?

Tudo dependerá de nossas ações, da maneira como enfrentamos problemas e enfermidades. Quando o nosso comportamento diante da dor não oprime aqueles que nos rodeiam, estamos nos redimindo, habilitados a um futuro glorioso.

Como funciona isso?

Se o paciente tem câncer, suas dores implicarão em sofrimento para a família. Tudo bem. Faz parte das experiências humanas. Mas dependendo da maneira como enfrentar seu problema, poderá gerar aflições bem maiores para todos, o que acontece com o paciente revoltado, inconformado e agressivo.

Se humilde e resignado, a família lidará melhor com a situação. Pacientes assim (resignados) estão “zerando o carma”.

Importante

A dor, a luta, o resgate e o acerto de contas, também nos impõe aprendizados. Não é o fato de estarmos sofrendo que diz que já resgatamos.

O que diz se já resgatamos, ou não, é o modo como estamos sofrendo. Há criaturas que sofrem revoltadas e de mal com Deus, aborrecidas com a vida, e quem passa pelo seu caminho, é alvo de ofensas e desrespeito moral.

Resumindo

Por isso é que temos que entender que nossos sofrimentos, nossas dores e nossas crises, devem ser consideradas e vividas como um processo de crescimento e aprendizagem. Se passarmos delas com sabedoria, aceitação e amor próprio, estaremos evoluindo e quitando nossos débitos passados.

Muitas pessoas que contraem doenças graves se perguntam: Poxa, eu sou uma pessoa que faço o bem a todos, eu ajudo sempre quem precisa, eu acolho, sou paciente e compreensiva, e na minha família ninguém tem histórico de doenças, e então porque mereço passar por tanto sofrimento?

A doutrina te faz compreender que somos espíritos velhos ocupando um corpo novo. Trazemos enfermidades no corpo espiritual, eterno e duradouro.

Pra finalizar um conselho:

Aceite as dores e sofrimentos porque elas fazem parte do seu processo evolutivo.

O melhor tratamento é a compreensão que nada que nos acontece é por acaso.

Não brigue com a doença.

Cuide dela com resignação.

Com coragem.

Com perseverança.

Com Fé.

Toda enfermidade tem cura.

Elimine as suas imperfeições e vicios.

——> Você precisa tornar-se melhor quando for embora, do que você era quando chegou.

Obrigado pela leitura.

FONTECuriosidades.com
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia