“Cala boca já morreu”! Artistas se manifestam contra o governo e são ameaçados com multa de 50 mil.

A decisão do TSE de proibir que artistas se manifestassem politicamente durante o festival Lollapalooza, em São Paulo, foi decretada após um vídeo da cantora Pablo Vittar, gritando “fora Bolsonaro”, viralizar nas redes sociais. A decisão do ministro Raul Araujo atendeu a um pedido do PL, partido de Bolsonaro.

Após a decisão vir a público, diversos artistas começaram a compartilhar #censuranuncamais e a #calabocajamorreu, como forma de protestarem a tentativa de silenciamento do TSE.

O “cala boca já morreu, surgiu de Lulu Santos que disse: “Como diz Cármen Lúcia, cala boca já morreu quem manda na minha boca sou eu”, disse o cantor no palco do festival, em referência à ministra do Supremo Tribunal Federal. “Censura nunca mais”, completou no final.

A atriz Paula Lavigne, esposa de Caetano Veloso publicou em seu perfil:

Emicida provocou dizendo “50 mil? Pode multar”.

A cantora Gloria Groove, entrou no palco com uma roupa com o número 13 fazendo referência ao pré-candidato Lula.

cantora-gloria-groove-grita-fora-bolsonaro

Anitta, fez um vídeo perguntando se a multa valia para festivais internacionais porque ela só participaria de festivais no exterior.

Antes de Lulu chegar, Lucas Fresno já havia colocado um “Fora Bolsonaro” no telão e gritou a frase no microfone ao som da música “F*deu!!”, cujos versos falam que “o presidente quer nos exterminar”.

A cantora Daniela Mercury decidiu compartilhar o vídeo onde Pablo Vittar aparece asteando uma banteira com a foto do ex-presidente Lula, e questionou a decisão do TSE “Essa decisão soa como censura à livre manifestação dos eleitores permitida pela resolução 23.671/2021, escreveu ela”.

A verdade é que a decisão do TSE acabou sendo um tiro no pé, já que fortaleceu a vontade dos artistas de se apoiarem e de defenderem a liberdade de se expressarem politicamente.

Anitta publicou um stories dizendo que não existe isso de proibir um artista de expressar a sua infelicidade diante de um governo. Cada um vota em quem quer, porém, proibir a gente de manifestar a nossa insatisfação é censura”, disse a cantora que alcançou o top 1 no Spotify.

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia