Uma cadela extremamente fiel andou por 200km em meio à floresta siberiana, evitando lobos e ursos, em um imenso frio, pra reencontrar o dono que a abandonou em um trem.

Maru, uma Mastiff de 1 ano, foi colocada em um trem trans-siberiano após sua dona dizer que era “alérgica” a ela, e não podia ficar com o animal. Os novos donos da cadela iriam pegá-la na estação em que o trem pararia.

Porém, em meio à viagem, a cadela escapou e pulou do trem. Ela usou as patas pra empurrar uma porta e conseguiu sair no meio do nada da floresta siberiana.

Railroad in Krasnoyarsk region

Alla Morozova, que esperava a cadela, organizou uma busca para achar o animal e pediu ajuda pelas redes sociais. Dois dias e meio depois, ela foi achada na área industrial da cidade em que sua ex-dona morava. De algum modo ela conseguiu passar pela floresta cheia de lobos e ursos e ainda achar sua antiga cidade.

“Por sorte os ursos não a comeram, nem os lobos. Ela estava bem cansada, de aparência triste e com as patas quebradas. Suas unhas também estavam danificadas. O focinho também estava quebrado”, disse Alla.

Maru found by volunteers

Os funcionários disseram que ela fugiu assim que o trem parou em uma estação, na maior linha férrea do mundo. “Assim que o trem parou ela usou a pata pra abrir a porta e quase empurrou o funcionário pra fora do trem. Saiu igual uma bala”, disse um dos funcionários.

“Tenho certeza de que ela estava procurando sua antiga casa, e acharia, se não fossem os ferimentos”. Agora a cadela está reunida com seus pais biológicos onde nasceu, foi tratada e já está se acostumando com o seu novo lar.

A história teve um final feliz, mas não são todos os animais abandonados que se recuperam prontamente. Portanto, mesmo que tenham outras pessoas interessadas em criar o seu animalzinho, ainda assim, nunca abandone um cão adotado por você.

*Com informações de Ovelhas Voadoras e Siberian Times. Livremente traduzido e adaptado: REDAÇÃO RESILIÊNCIA HUMANA.