Cachorro esperou 4 anos por seus donos na beira da estrada, mas quando eles voltaram para pegá-lo, ele não quis ir!

Resiliência Humana

Uma família perdeu o cachorro em 2015, quando parou em um posto de gasolina na Tailândia. O animal esperou por eles na beira da rota a partir daquele momento de lá não saiu. Mas o mais doido dessa história é que eles voltaram após virem a foto dele em uma rede social, e pasmem, o cachorro não quis ir!

Por Gustavo Londeix

Há uma razão pela qual os cachorros são considerados o melhor amigo do homem: seu amor e lealdade incondicionais até o último suspiro.

E se não acredita, basta olhar as imagens de Leo, um cachorro na Tailândia que esperou por seus donos na beira da estrada por quatro anos. Foi perdido há quatro anos, quando eles saíram de férias e a família parou para abastecer quando Leo saiu e depois se perdeu.

A sra. Pinnuchawet disse ao homem que ele havia tentado centenas de vezes levar Leo para casa porque esta magro e com hanseníase, mas depois de alguns dias o cachorro escapou e voltou à rota.

Como o cachorro não queria ser retirado do local, a mulher levava a comida para a estrada todos os dias. Nos dias em que ela estava ocupada demais para ir, sua família alimentava Leo.


A lealdade de BonBon foi tocante (Facebook).

Os internautas ficaram entusiasmados com a história e compartilharam a localização de Leo nas mídias sociais, na esperança de encontrar seus donos.

E a vida lembrou-se de Leo, quando os donos contataram o internauta que havia visto o cachorro. Disseram-lhe que ele era idêntico ao seu cachorro, BonBon, que havia perdido há quatro anos perto do local onde o cachorro agora esperava.


O BonBon foi perdido perto de lá há quatro anos (Facebook).

O proprietário do cachorro, de sobrenome Noi, explicou que eles estavam de férias quando pararam em um posto de gasolina e perceberam que BonBon não estava mais no carro.

Passaram horas procurando por ele, não o localizaram e continuaram seu caminho sem ele.


A senhora Pinnuchawet e sua família traziam comida todos os dias por quatro anos (Facebook).

A família acreditava que BonBon já estaria morto e eles ficaram surpresos quando o viram na rede.

Eles foram ao local e descobriram que realmente era BonBon.

Na reunião, o cachorro estava tão empolgado quanto seus donos, mas quando eles queriam colocá-lo no carro, ele se recusou a segui-los. Houve várias tentativas e todas foram negativas.

A senhora Pinnuchawet fez um teste. Ela tentou levar BonBon / Leo para sua casa, e o animal foi com total tranquilidade. A família Noi percebeu que BonBon já havia escolhido seu destino.

A família Noi prometeu vê-lo novamente de vez em quando e até cuidou das despesas de sua cura médica.


BonBon deu uma prova de amor como só os cães podem entregar: ele esperou 4 anos por seus donos na beira da estrada. Mas na hora de decidir, seu coração lhe disse que sua nova casa deveria ser a de Pinnuchawet, aquela família que nesses quatro anos também mostrava fidelidade e amor, nunca esquecendo dele (Facebook).

BonBon ou Leo queriam deixar uma mensagem com a atitude deles:

“Esperei por eles 4 anos, nunca os abandonei, mas agora devo ir com aqueles que não me esqueceram”.

Para alguns, não será o final rosa dos filmes, mas os 4 anos de BonBon na beira da estrada merecem o seu prêmio. E seu coração escolheu …

*Tradução e adaptação REDAÇÃO RH
*FONTE:CLARIN

COMPARTILHAR




COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia