Atriz assume cabelos brancos e quer ser exemplo para outras mulheres. “É libertador!”

atriz-assume-cabelos-brancos-e-quer-ser-exemplo-para-outras-mulheres-e-libertador

Ao assumir os cabelos brancos, Samara Felippo foi chamada de “velha e relaxada”. E ela diz: É libertador e um ato político para nós mulheres. Sejamos quem e como quisermos!”

Para muitas pessoas, principalmente para quem trabalha com a imagem, é muito difícil envelhecer. A escravidão da beleza se faz presente no seu dia a dia, e é quase impossível fugir dos comentários que as pessoas fazem sobre a sua aparência.

Se expor demais tem dessas coisas, mas mesmo quem não se expõe, tenta sobreviver as duras críticas que a sociedade faz as mulheres quando o assunto é “cabelos brancos”.

Uma coisa assim, tão natural, não deveria ser alvo de críticas e julgamentos, pelo contrário, deveria ser motivo de orgulho, porque se envelhecemos com saúde é sinal de que não morremos, portanto, deveria ser um motivo para comemorar, não acham?

Mas não foi isso que aconteceu com a atriz Samara Felippo. Ela decidiu assumir os cabelos grisalhos, e começou a postar fotos da sua transição capilar.

Entre um post e outro ela precisou ler muitos comentários que se colocavam contrários a essa escolha que ela fez.

Muitos disseram que ela ficava muito mais bonita com os cabelos tingidos. Outros que ela parecia uma velha, relaxada.

Por conta dessa polêmica toda, a atriz resolveu gravar um vídeo para expressar o que ela sentiu quando recebeu essas duras críticas do público.

Assista:

Ela explica nesse vídeo o sofrimento das mulheres que precisam esconder os fios brancos, enquanto os homens, são considerados, bonitos, experientes e charmosos quando assumem os seus.

Por que aceitamos essa ditadura de beleza?

Por que continuamos tratando as mulheres como meros fantoches da moda?

A Samara aprendeu a exercer o autoamor aos 42 anos, e está se sentindo linda com os seus cabelos brancos, tomara que ela consiga ajudar muitas mulheres a se aceitarem como são.

Ela disse: “Brevemente falei um pouco desse meu processo tão libertador que se iniciou meio que “sem querer” nessa quarentena e que na nossa sociedade é um ato político pra nós mulheres!!! Sejamos quem e como quisermos! Compartilhe esse vídeo carinho com quem você quer inspirar. Existe um movimento lindo de mulheres em plena liberdade, muitos perfis que podem também te encorajar!”, escreveu a atriz no seu post.

Em outro post ela desabafa:

“Foi aqui que chegaram comentários que grisalho é coisa de mulher desleixada e velha?
Foi aqui que depreciaram a velhice feminina, alimentando essa sociedade jovencêntrica onde a mulher sequer consegue fugir de procedimentos estéticos, filtros e é quase um dever moral se manter jovem? Foi aqui que me fizeram acreditar a vida toda que meus fios brancos não podem aparecer? Foi aqui que disseram que meu cabelo grisalho, que me empodera, que me faz eu me amar mais e aceitar minha história, é feio? Foi aqui que tentaram minar minha autoestima e segurança como mulher de 40?Sinto muito, não conseguiram e jamais conseguirão??

O que você acha dessa transição capilar da atriz? Você faria o mesmo?

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.