Até mesmo os melhores amigos podem te encher de tensão e deixá-lo doente.

Resiliência Humana

Maus amigos! Até mesmo os melhores amigos podem te encher de tensão e deixá-lo doente. Por que a amizade tão prontamente se torna tóxica?

Pense em uma ocasião em que você se sentou diante de um amigo e se sentiu realmente compreendido.

Profundamente reconhecido.

Talvez você tenha percebido como ele estava trazendo seu “melhor eu”, suas mais inteligentes observações e piadas mais engraçadas. Ele encorajou você. Ele ouviu, articulou sobre um de seus padrões e depois sugeriu gentilmente como você poderia mudá-lo para melhor.

Vocês dois fofocavam sobre seus amigos em comum, pulavam entre lembranças compartilhadas e mergulhavam em sujeitos queridos, em uma troca de roteiros sem interrupções, cheia de taquigrafia e pontuada por expressões conhecidas.

Talvez você tenha sentido uma onda de admiração por ele e um sentimento simultâneo de orgulho por sua semelhança. Você sentiu profunda satisfação por ser valorizado por alguém que você tinha em tão alta consideração: feliz, nutrido e energizado através de tudo isso.

Estas são as amizades que enchem nossas almas e reforçam e moldam nossas identidades e caminhos de vida. Eles também foram espremidos nos laboratórios de ciências sociais o suficiente para sabermos que eles nos mantêm mental e fisicamente saudáveis:

bons amigos melhoram a imunidade,

estimulam a criatividade,

diminuem nossa pressão arterial,

afastam a demência entre os idosos e até diminuem nossas chances de morrer a qualquer momento.

Se você acha que não pode viver sem seus amigos, você não está sendo melodramático.

Mas até mesmo nossas amizades mais fáceis e mais ricas podem estar ligadas a tensões e conflitos, assim como a maioria das relações humanas.

Eles podem perder um pouco de sua magia e não conseguir recuperá-la, ou mesmo desaparecer por razões trágicas, ou mesmo sem razão alguma.

Depois, há amizades não tão fáceis; amizades cada vez mais difíceis; e más, angustiantes, amizades tóxicas.

Os prazeres e benefícios de bons amigos são abundantes, mas eles vêm com um preço. A amizade, vista através de uma lente clara e ampla, é muito mais confusa e desequilibrada do que muitas vezes é retratada.

**Texto originalmente publicado em Aeon, livremente traduzido e adaptado pela Redação Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia