As mesmas mãos humanas que criam a evolução e o progresso podem destruir o outro e o mundo!

Fabiano de Abreu
as-mesmas-maos-humanas-que-criam-a-evolucao-e-o-progresso-podem-destruir-o-outro-e-o-mundo

As mesmas mãos humanas que criam a evolução e o progresso podem destruir o outro e o mundo!

Mãos que criam as obras de arte dos museus, os objetos do quotidiano, a maquinaria e, em última análise, a nós mesmos. Evoluímos nosso cérebro pois nos tornamos bípedes e usamos as nossas mãos para, literalmente, construir a nossa evolução.

Mas as mãos não são apenas funcionais. Através delas temos a sensibilidade, sentimos a emoção e o sentimento, que pode ser transmitido num simples aperto de mão, no carinho na palma da mão e no toque.

Experimente acariciar deslizando os dedos na palma da mão de quem ama e perceba por si mesmo.

As mãos são por isso uma metáfora da nossa evolução, uma metáfora do ser humano no seu conjunto. Representam a dádiva ou infortúnio mas, são também a prova que quando o nosso cérebro sonha a obra nasce.

As mesmas mãos humanas que criam a evolução e o progresso. Podem conquistar pessoas ou destruir o outro e o mundo!

As mãos enquanto objeto criador, funcionam como uma extensão das ideias, a mente pensa e o corpo cria.

Além da criação, as mãos são um veículo de sentimento e sensações.

Através delas temos a sensibilidade, sentimos a emoção e o sentimento, que pode ser transmitido num simples aperto de mão, no carinho na palma da mão e no toque.

As mãos são por isso uma metáfora da nossa evolução, uma metáfora do ser humano no seu conjunto. Representam a dádiva ou infortúnio mas, são também a prova que quando o nosso cérebro sonha a obra nasce.

Use suas mãos para criar progressos extraordinários em sua vida e na vida dos outros, e guarde-as caso a vontade seja de apontar os erros dos outros, digitar críticas infundadas, estapear quem pensa diferente, ou qualquer ação que venha a destruir o sonho de um outro alguém.

As mãos que causam destruições e sofrimentos, podem ser utilizadas para fazer o bem e trazer mudanças significativas ao mundo!

Escolha o que fazer com as suas mãos, e sinta o poder que elas possuem em realizar coisas extraordinárias.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Fabiano de Abreu
Fabiano de Abreu Rodrigues é psicanalista clínico, jornalista, empresário, escritor, filósofo, poeta e personal branding luso-brasileiro. Proprietário da agência de comunicação e mídia social MF Press Global, é também um correspondente e colaborador de várias revistas, sites de notícias e jornais de grande repercussão nacional e internacional. Atualmente detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa brasileira e internacional, reconhecido por grandes nomes do jornalismo em diversos países. Como filósofo criou um novo conceito que chamou de poemas-filosóficos para escolas do governo de Minas Gerais no Brasil. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Angola, Espanha e Portugal.