Árvore da Vida: Use essas palavras como um mantra e a sua vida mudará da água para o vinho!

Iara Fonseca
arvore-da-vida-10-caminhos-para-conquistar-a-liberdade-pessoal-e-a-transformacao

Árvore da Vida: Pronuncie sempre essas 10 palavras ditas por Deus para criar tudo o que existe e verá uma verdadeira transformação acontecer na sua vida.

A Cabalá diz que as dez esferas são as palavras proferidas por Deus no ato da criação. E por conta disso, ela atribui um nome distinto de Deus a cada esfera.

Esses nomes, mantras ou “feitiços mágicos” funcionam como uma invocação das energias desse arquétipo específico. E assim como Deus pronunciou essas dez palavras para manifestar as energias do cosmos, você pode falar ou cantar esses dez nomes para se aproveitar da energia etérea de que mais precisa.

Conheça a Árvore da Vida, as 10 sefirot, seus significados e sua aplicação na previsão dos caminhos que nós precisamos trilhar para que consigamos nos aproximar cada vez mais da presença amorosa de Deus.

Quando aplicamos corretamente as energias das 10 sefirot da árvore da vida em nossa vida nos tornamos capazes de conquistar a nossa liberdade pessoal e realizamos uma verdadeira transformação em nossas vidas.

A Árvore da vida é um instrumento criado pela Cabalá para guiar todos aqueles que desejam se aproximar de Deus e trilhar um caminho espiritual.

Ela é composta de dez esferas de energia arquetípicas, ou Sefirot em hebraico.

Apenas uma das dez esferas da Árvore da Vida representa a existência física que podemos ver, tocar, ouvir, cheirar e saborear. Todos os outros nove designam alguma forma de “matéria escura”, os mistérios etéreos da criação que ressoam além de nosso mundo material.

O poder que emana da árvore

Por milhares de anos, pessoas em todos os lugares reverenciaram as árvores como uma fonte de sustento espiritual. Das tradições esotéricas da Sibéria, que afirmam que seus xamãs gestam nas copas das árvores, aos budistas, que afirmam que o Senhor Buda atingiu a iluminação sob a árvore Bodhi, as árvores sempre serviram como uma âncora para o trabalho espiritual.

Uma árvore também liga a Cabala à astrologia. Essa conexão surge na antiga associação entre as esferas cabalísticas da Árvore da Vida e os planetas astrológicos, bem como na correlação entre os signos do zodíaco e os caminhos que conectam as esferas.

Para uma compreensão mais profunda das dez esferas da Árvore da Vida e como usá-la de forma atemporal leia: Um desejo pode mudar sua vida.

Cada uma das dez esferas da Árvore da Vida representa um arquétipo ou campo de energia diferente.

De acordo com a Cabalá, Deus primeiro criou as dez esferas (palavras) e, a partir desse projeto, Deus materializou toda a sua criação.

As dez esferas são organizadas em três pilares, que correspondem às três modalidades da astrologia (cardinal, fixa e mutável).

O pilar Direito é chamado de Pilar da Misericórdia ou Pilar da Expansão. Corresponde aos signos cardeais e contém as esferas de Sabedoria, Misericórdia, Ideação, Criação a nível espiritual e Eternidade.

O pilar esquerdo, também chamado de Pilar da Severidade ou Pilar ou Restrição, se correlaciona com os signos mutáveis ​​e contém as esferas Entendimento, Severidade, Transformação, Realização e Esplendor. O Pilar do meio, o Pilar da Harmonia, se relaciona com os signos fixos e mantém as esferas Coroa, Beleza, Fundação e Reino.

A Cabalá diz que as dez esferas são as palavras proferidas por Deus no ato da criação. E por conta disso, ela atribui um nome distinto de Deus a cada esfera.

Esses nomes, mantras ou “feitiços mágicos” funcionam como uma invocação das energias desse arquétipo específico. E assim como Deus pronunciou essas dez palavras para manifestar as energias do cosmos, você pode falar ou cantar esses dez nomes para se aproveitar da energia etérea de que mais precisa.

Entenda a imagem da Árvore da Vida:

o-verdadeiro-poder-da-arvore-da-vida-por-que-tantas-pessoas-a-utilizam-para-cura

1 – A primeira esfera ou arquétipo a emanar como uma palavra da boca de Deus é chamada de Coroa (Keter em hebraico).

A coroa simboliza a vontade de Deus, e essa vontade, de acordo com a Cabalá, é a vontade de unidade. Deus é um. A vontade de Deus é unidade.

Os humanos chegam como indivíduos, cada um de nós único em forma, aparência e personalidade.

Mas a mensagem da Coroa ressoa claramente: estamos todos conectados; todos somos iguais. Todos nós – na verdade, toda a criação – emanamos dessa primeira palavra proferida por Deus, assim como todo o universo se materializou no Big Bang.

A cor desta esfera é o branco, a cor que contém todas as cores do espectro.

A coroa não está associada a um planeta ou signo particular porque esta esfera simboliza o vazio ou o nada.

Isso não significa que a coroa representa um recipiente vazio. Simplesmente sugere que não possuímos a capacidade mental para compreender, apreender ou conter a magnitude infinita desta esfera original.

O nome de Deus para esta esfera é Eheye. Olhe para este nome de Deus como um mantra, uma chave que pode abrir diante de você os poderes e potenciais dessa esfera.

Assim como você pode precisar de um endereço da web para baixar um arquivo, o nome de Deus o conecta a um certo aspecto do único Deus que pode, por sua vez, ajudá-lo a acessar o conteúdo com o qual você precisa se conectar.

2 -A próxima palavra proferida por Deus foi Sabedoria (Hochma).

A sabedoria representa reflexão, meditação, intuição e percepções.

A sabedoria é o eco do primeiro arquétipo, a Coroa. Simboliza o espelho no qual a Unidade de Deus se reflete.

A reflexão – por meio da meditação ou outras técnicas de descoberta interior – permite-nos localizar a parte divina de nós mesmos.

3- A terceira palavra é Compreensão (Binah).

Não é de admirar que poucos de nós possamos compreender a Sabedoria; A sabedoria chega à criação antes da esfera que dá origem ao entendimento.

Essa terceira esfera transmite as energias de que precisamos para compreender a nós mesmos, nossa identidade e nossa missão na vida.

Traz-nos lógica, ciência, educação e disciplina, bem como os conceitos de tempo e espaço que fornecem uma estrutura na qual podemos praticar toda essa ciência e disciplina.

Esta esfera é de cor índigo escuro.

A compreensão marca a primeira esfera a ser atribuída a um planeta astrológico. Traz Saturno, o governante de Aquário e Capricórnio e o planeta associado na astrologia tradicional com malevolência, pragas, desastres e outros infortúnios.

Mas a astrologia cabalística coloca Saturno no domínio mais elevado e vital, o mais próximo de todos os planetas da Coroa e da Vontade de Deus.

Em seu mapa, Compreensão – representado por Saturno – destaca a área da vida na qual você deve praticar persistência e foco para ter sucesso e crescer.

Saturno nos ajuda na compreensão de nosso Tikkun (consertar nossa alma), bem como na construção de uma estrutura (como ioga regular, meditação, comunidade e serviço) que conduzirá essa retificação. Nome de Deus: ELOHIM.

4- A quarta palavra que Deus falou foi misericórdia (Hesed).

A misericórdia incorpora o arquétipo da compaixão, amor incondicional, expansão, benevolência e a graça de Deus.

Sempre que você se sente bem consigo mesmo e com as pessoas ao seu redor, você experimenta a energia da Misericórdia.

A esfera está associada a Júpiter, o governante de Sagitário e Peixes. Júpiter em nosso mapa marca a área de nossa vida em que provavelmente desfrutaremos de benevolência e de oportunidades ilimitadas.

Júpiter/Misericórdia também destaca o potencial que você pode transformar em realidade.

A misericórdia representa a energia mais tolerante e misericordiosa da Árvore da Vida e da criação como um todo.

Funciona como um reforço da esfera anterior, o Entendimento/Compreensão.

Se você deu ao universo o que a Compreensão pediu de você, na Misericórdia você receberá ou colherá as recompensas dessa disciplina e esforço.

A cor da Misericórdia é azul, a cor dos mares e do céu sem limites. Nome de Deus: EL.

5- A quinta palavra que Deus proferiu foi Severidade (Gevurah), que em hebraico se traduz como “heroísmo”, “bravura” ou “valor”.

Esta esfera ressoa com força, poder, energia de pura potência. Também pode ser grave.

As biografias de heróis e heroínas como Moisés ou Super-Homem costumam apresentar infâncias difíceis ou incidentes que os transformaram em pessoas notáveis.

A Cabalá também chama essa esfera de Din, que significa “julgamento”.

Esta esfera é projetada para equilibrar a natureza incondicionalmente expansiva, amorosa e generosa da Misericórdia.

A Severidade está associada a Marte, o governante de Áries e Escorpião. Como Marte é o planeta vermelho, faz sentido que a Severidade também seja vermelha.

O vermelho avisa-nos do perigo (“alerta vermelho”), protege (Cruz Vermelha) e evita que batamos uns nos outros (semáforo vermelho).

Em mapas astrológicos, esta esfera destaca a área de sua vida na qual você possui grande coragem, onde você pode precisar ser mais um herói, ou onde você luta por seus direitos, bem como os dos outros.

Severidade/Marte nos pede para colocar o pé no chão para que receba o que é devidamente seu. Nome de Deus: ELO- HIM GIBOR.

6 – A sexta palavra no poema divino de Deus era Beleza (Tiferet).

Localizada no coração da Árvore da Vida, a Beleza equilibra a construção e a expansão, o feminino e o masculino, e o está acima e abaixo.

Alguns Cabalistas o chamam de Trono de Deus, e a Beleza é, portanto, associada ao EU superior, bem como ao signo de Leão.

A cor da esfera é amarelo brilhante ou dourado; o último é também a cor e o nome do mais aclamado de todos os metais e, de longe, o mais régio e real.

A beleza ensina que a presença de Deus é sentida mais profundamente quando você equilibra O dar e receber, masculino com feminino, julgamento e perdão.

Saúde, felicidade, filhos, diversão e amor emanam desse arquétipo amado.

Assim como todas as esferas giram em torno desta esfera central, todos os planetas orbitam o sol, o principal símbolo da astrologia e do corpo celeste associado à beleza.

A localização do sol em seu mapa descreve a área de sua vida na qual você pode expressar com mais fervor o seu bem mais elevado e emitir a maior quantidade de luz sobre seus semelhantes. Nome de Deus: YOD HEY VAV HEY ELOHA VA’DA’AT.

7 – Então Deus sussurrou a palavra Eternidade (Netzach).

Esse arquétipo maravilhoso traz prazer, arte, talento e todas as fatias da vida que nos proporcionam uma alegria sensual.

Como essa esfera governa o prazer, ela também gera o mecanismo de repetição e reprodução.

Por exemplo, quando você janta em um restaurante delicioso, geralmente anseia por repetir essa experiência voltando lá várias vezes.

A Mãe Natureza opera com base neste mesmo princípio.

Uma árvore semeia uma segunda, depois uma terceira e uma quarta na eternidade até encontrarmos uma floresta gigantesca.

Verde, a cor da natureza, é a cor da esfera.

A eternidade incorpora a energia de Vênus, o planeta afiliado a Touro e Libra.

Essa esfera supervisiona a paz, a diplomacia, a negociação e os relacionamentos, bem como os talentos pessoais e o dinheiro.

Ela representa a VITÓRIA DE DEUS, a associação a ele, favorece as parcerias e te inspira a aprender a sintonizar o amor verdadeiro.

Vênus/Eternidade em seu mapa destaca a área de sua vida na qual seus talentos idiossincráticos podem ser empregados para gerar segurança financeira e abundância. Nome de Deus: YOD HEY VAV HEY TZEVAOT.

8 – A oitava palavra falada por Deus foi Esplendor, ou Hod, que em hebraico significa “reverberação”.

Esta esfera possibilita a comunicação, a característica mais humana, que exige falar e ouvir.

O esplendor orienta o comércio, os negócios e o INTELECTO. Permite-nos absorver as mensagens, sinais e sincronicidades que encontramos para que possamos traduzi-los e transmiti-los ao resto da humanidade.

O esplendor está associado à magia, aos feitiços e à habilidade de manifestar a mente sobre a matéria. É a esfera que te projeta a trabalhar no que você ama.

Laranja – a cor escolhida para anunciar o novo milênio, nossa era da informação – é a cor da esfera, e Mercúrio, o planeta ligado a Gêmeos e Virgem, é seu embaixador.

Em seu mapa astrológico, Esplendor/Mercúrio significa sua antena, destacando seu estilo de comunicação, bem como seus pontos fortes e talvez seus pontos fracos quando se trata de transmitir e receber mensagens e conhecimento. Nome de Deus: ELOHIM TZEVAOT.

9 – Em nono veio a palavra Fundação (Yesod).

Esta esfera contém todos os segredos e poderes subconscientes do universo. A palavra sod, que é a raiz do nome hebraico desta esfera, significa “segredo”.

Os Cabalistas vêm enfatizando há milênios que na fundação do universo está o segredo da lei da atração (a mesma lei descrita no livro best-seller e no DVD O Segredo).

Essa é uma das razões pelas quais a sexualidade e a paixão são regidas por essa esfera.

Essa roda de energia intensa e misteriosa também governa a transformação, a cura, a intimidade e a morte.

A lei da atração pode transformar sua vida e oferecer a você o que você sempre sonhou.

A fundação está ligada à lua, a regente da noite, assim como ao signo de Escorpião.

A sua cor é roxo/violento, um tom rico que, no entanto, emite a maior frequência visível no espectro.

Em seu mapa, Fundação/a lua expõe seus reflexos internos – como você reage instintivamente a várias situações em sua vida.

Também pode revelar memórias ocultas da primeira infância ou traumas, bem como os lugares em que você guarda todos os seus segredos. Nome de Deus: SHADDAI EL CHAI.

10 – E a última palavra a emergir da consciência de Deus na história cabalística da criação é Reino (Malchut).

Na astrologia Cabalística, o Reino se relaciona com o seu signo ascendente ou ascendente, o caminho que você escolheu para trilhar nesta vida, a estrada que leva ao seu destino.

Esta esfera abrange toda a criação física – desde o vírus invisíveis ao seu vizinho e as naves estelares alienígenas até as vastas galáxias a milhões de anos-luz de distância. Nome de Deus: ADONI HA’ARETZ.

Como fazer previsões com a Cabala através dos seus dados pessoais – Árvore da Vida.

Segundo Nilton Schutz a Cabalá não deve ser vista como religião e sim uma conexão com os anjos, não os seres alados que são representados nas igrejas, mas as energias angélicas e seus padrões vibracionais. Por tanto, é nossa capacidade de sintonizar nessas altas frequências.

Para sintonizar a frequência dos anjos devemos aprender a usar a Árvore da Vida.

O primeiro passo é descobrir o seu número pessoal com a sua data de nascimento, exemplo:

08/01/1983 – 8 + 1 = 1 + 9 + 8 + 3 = 30

O número pessoal precisa ter apenas um dígito, por tanto, todo número que passar de 9 precisa ser reduzido, no caso a cima precisamos somar os dois dígitos 3 + 0 = 3. Se o resultado tivesse dado, 33, seria 3 + 3 = 6.

Feito isso, com o seu número pessoal em mãos você saberá qual esfera corresponde ao seu dia de nascimento. Nesse exemplo é a 3, Compreensão (Binah). Essa esfera é a que norteia o seu caminho de vida e seus aspectos devem ser trabalhados e aprendidos por você.

Pessoas que nasceram com o número 3, são pessoas que devem trabalhar a compreensão da sabedoria de Deus e definirem metas e objetivos disciplinados focados em um propósito maior que estejam associados à sabedoria e a vontade de Deus.

Agora vem a previsão que pode ser feita:

Anual: Some seu número pessoal ao número do ano em que estamos, exemplo: 3 (número pessoal) + 2 + 0 + 2 + 0 = 7

A esfera de previsão para o seu ano de 2020 é 7.

A previsão pode ser feita para mês, dia, e até horário, vamos supor que você tem uma reunião as 14h, é só você somar o seu número pessoal + a hora e ver o resultado, utilizando o exemplo a cima, 3 + 14 = 17 – 1 +7 = 8 – Por tanto, a energia que estará reverberando na no momento da reunião é a energia 8 do Esplendor, da reverberação, da comunicação, do falar e ouvir, do trabalhar com o que ama, do colocar o conhecimento em prática.

Espero que esse artigo tenha sido esclarecedor sobre a aplicação da Árvore da Vida nas previsões e nos caminhos de vida que poderão levar você a realizar os seus objetivos de vida e a se aproximar cada vez mais de Deus.

Referências: Destiny Path/Wish Maker e Nilton Schutz.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.