Aprenda a reascender o seu brilho e a despertar a sua alegria de viver!

Gisele Lacorte

Para aprender a despertar a sua alegria de viver e conhecer o caminho de volta para a sua casa interior, comece observando as crianças, elas sabem das coisas!

Observe uma criança saudável, ela simplesmente brilha! É espontânea, brinca, dá risada, demonstra seus sentimentos. Tem a capacidade de se maravilhar com o presente! Fica entretida por horas com as coisas mais simples.

As crianças, de um modo geral são exibidas e gostam de olhar e serem vistas. Brincam, cantam, pulam, correm.

Então por que será que, muitas dessas mesmas crianças criativas e cheias de vida, tornam-se adultos tristes, apagados e sem vida, perdendo completamente seu brilho e alegria de viver?

Como a educação interfere no desenvolvimento de nossos potenciais?

O processo de educação de uma criança é vital para que a mesma preserve ou perca atributos essenciais de sua personalidade.

Uma criação amorosa, respeitosa, em que os limites sejam claros e bem definidos e em que haja espaço para receber e valorizar as características mais genuínas e singulares criam um ambiente seguro para que ela possa florescer. Quando os pais podem aceitar seus filhos exatamente como eles são, a mágica acontece!

Entretanto, nem todos os pais estão preparados para lidar com a difícil tarefa de educar um filho, muitas vezes porque também tiveram pais que não estavam e daí por diante!

Nossos pais sempre nos dão tudo aquilo que tem, mas, quando também se desconectaram do seu próprio brilho e da sua alegria de viver, ficarão impossibilitados de nos deixar este legado. É muito comum esta desconexão acontecer através de várias gerações, até que “alguém” surja na família e demonstre o desejo por fazer diferente.

Já pensou que esta pessoa pode ser você?

Quando não encontramos um ambiente favorável ao nosso desenvolvimento, podemos criar uma visão negativa de nós mesmos, passamos a não conseguir enxergar nossos talentos, vamos bloqueando facetas de nossa personalidade, mascarando emoções que não podem ser expressas e desta forma passamos a viver uma vida pouco autentica.

Com o tempo passamos a acreditar que o que vem de nós não é suficientemente bom, que nossos sentimentos são errados e passamos a acreditar que merecemos muito pouco.

Nossas crenças limitantes nos limitam

Se começo a acreditar que não sou suficientemente boa, que nada que vem de mim é bom e que meus sentimentos só aparecem na hora errada e servem para me causar desconforto e inadequação, então perco minha bússola interna, e deixo de me usar como referência.

Quando a nossa referência interna fica prejudicada, precisamos constantemente consultar o mundo e ao outro para saber os rumos que devemos tomar!

E é nesse momento que devemos ter cuidado: O que vem de fora será sempre mais atrativo!

Somos bombardeados com revistas nos apresentando matérias de capa com soluções mágicas aos nossos problemas: “Ter o corpo dos seus sonhos em 7 dias!”,“Alcançar o sucesso em 10 passos!”,vejo também cremes prometendo verdadeiras revoluções, cursos que transformam a sua vida em 8 horas, carros que tornam homens potentes instantaneamente e Instagrans de vidas perfeitas!Não importa o produto! No mundo atual parece que a solução para os nossos problemas e dores sempre virá de fora!

Parece que hoje existe uma única definição de sucesso para todas as pessoas, um script de vida que se você se recusar a seguir entrará para o rol das pessoas infelizes e fracassadas.


A sociedade nos cobra:

Case!

Tenha filhos! Mas volte a ter um corpo escultural logo em seguida!

Tenha uma casa linda e use nela todas as tendências de materiais, acabamentos e móveis da moda, sem se preocupar se lhe fazem ou não felizes! Apenas tenha!

Use roupas da marca x e do modelo y, frequente os lugares x, y, z, sem ao menos questionar se é lá que está a sua tribo!

E o que mais me aterroriza:

Sinta-se da mesma maneira sempre e de preferência feliz, pois isto denota estabilidade emocional e demonstra que seus cursos para controlar a mente em 10 passos estão funcionando!

E essa cobrança toda pode pirar a cabeça de qualquer pessoa, diminuindo ainda mais nosso brilho e a alegria de viver. Quer saber como fazer o caminho de volta para casa?

Seguem alguns caminhos e sugestões, para que você possa testar:

1 – Passe todos os dias algum tempo sozinha

Comece a criar intimidade com a sua companhia. Medite, caminhe, vá a praia ou a um parque, escreva, desenhe, leia. Deixe a sua criatividade te guiar e não importa o que aconteça, torne o seu tempo com você mesma sagrado e agradável!

2- Autoconhecimento

Não é o mundo que tem que te aceitar como você é, mas sim você mesma. Aceite seu mau humor matinal, seu quadril grande, suas vulnerabilidades e dificuldades, no final das contas é o amor e aceitação que você tem por você que farão a diferença. Entenda que você é única e esta é a sua beleza!

3- Faça perguntas

Entenda melhor o que te nutre e te abastece, nosso corpo sempre sabe aquilo que nos faz bem e o que nos faz mal.

• Quais são seus sonhos?
• O que te faz feliz?
• Qual é a sua definição de sucesso?
• Como você se sente?
• Qual é a sua tribo?

Tire tempo para responder estas perguntas, vá para a natureza, ou use seu quarto, compre um caderno, escreva no celular ou mesmo responda mentalmente. Encontre a sua maneira de reconhecer as suas necessidades, gostos e preferências.

4- Faça uma limpeza de padrões e de expectativas alheias

Faça uma diferenciação necessária, e entenda o que você faz hoje para se deixar feliz e o que tem feito para atender expectativas alheias.
Mantenha tudo o que te traz alegria e nutrição, e jogue fora tudo aquilo que não te serve mais, lembre-se, lugar de lixo é no lixo!

5-Agradeça e devolva aos seus pais os padrões que eram deles, mas não lhe servem mais

Revisite os contratos de vida que nossos pais fizeram e que atendiam a eles, mas que estamos copiando sem perceber o peso e infelicidade, que está repetição,nos causa.
Devemos receber com carinho e amor os valores e ensinamentos de nossos pais, mas também podemos e devemos ousar fazer diferente nos pontos que nada representam a nossa essência.

Na prática este exercício seria mais ou menos desta forma:

Podemos começar agradecendo e honrando tudo que eles nos deram!

Pegar o que é bom e nos nutre e que tem ressonância com a nossa alma e devolver aquilo que nos traz pesos e lealdades desnecessárias.

“Pai e mãe honro e agradeço a todos os valores e crenças sobre a vida que me foram transmitidos, fico com a parte que me nutre e me faz feliz e me olhem com carinho se devolvo os padrões que faziam sentido para vocês, mas que trazem peso e infelicidade a minha vida! ”

Este é um exercício incrível, porque com o tempo nos liberta de padrões familiares e ancestrais que não fazem mais sentido repetir. A melhor forma de honrar e engrandecer nossos pais e ancestrais é sendo feliz a nossa maneira!

Bem aqui estão algumas sugestões e se for possível, ainda acrescentaria a terapia que é um apoio profissional que com certeza nos ajuda a acelerar este processo!

Liberte-se dos padrões, das tendências e das tarefas que não te trazem alegria e que você tem que cumprir para preencher um check-list que nem é seu!! Ou mesmo que for, tente fazer diferente, mais leve, mais livre, mais inteiro!

A maior forma de liberdade é escutar a si mesmo!

É poder errar e acertar através das suas próprias escolhas!

Você não precisa morar de aluguel em casas alheias, continue caminhando e siga a trilha que te leva a sua verdadeira casa, aquela que você se distanciou lá na infância, mas que continua lá, no mesmo lugar, junto com o seu brilho e a sua alegria de viver, esperando você voltar!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Gisele Lacorte
Psicóloga clínica, terapeuta corporal, consteladora familiar e orientadora profissional. Escritora e facilitadora de workshops, palestras e grupos terapêuticos que visam auxiliar as pessoas a reconhecer e ativar sua potencia de realização e alegria de viver através da reconexão com a sua verdadeira essência, do profundo cuidado com o sentir e com o poder de expressar suas emoções mais genuínas. Desenvolve trabalhos personalizados para grupos e empresas.