Após foto com Lula, Ludmilla diz ser contra Bolsonaro: “Neutro é shampoo”.

Depois de toda a polêmica entorno do que rolou no Festival Lolapalooza, muitos artistas resolveram “sair do armário” e expor o apoio ao prá-candidato Lula. Ludmilla postou ao lado do ex-presidente Lula (PT) em um evento no Rio de Janeiro, e deixou a internet empolvorosa.

Em post honesto, a cantora Ludmilla disse que não se posicionava no passado, mas que agora não é possível ignorar o que acontece na política.

“O meu Fora Bolsonaro no Lollapalooza não foi só modinha. Faz tempo que venho observando e entendendo o que está rolando na política e o que tem que ser mudado. Diante de tudo o que tá acontecendo, não dá pra ignorar”, escreveu no Twitter.

“Vocês entendem que eu fui convidada a encontrar o ex-futuro presidente com a minha esposa e fomos super acolhidas, como se deve ser? Tanto por ele quanto pela futura primeira dama. É isso o que quero para mim e para os meus. E pra finalizar: neutro é shampoo, beijos.”

A cantora Ludmilla chegou a convidar Lula para ir ao próximo Numanice, show que Ludmilla canta seus sucessos dos seus CDs de pagode.

É sabido que o atual presidente não é muito “amigável” com a comunidade LGBTQI+, e seus seguidores o apouiam nessa abordagem, um tanto quanto, desrespeitosa a uma grande parte da população brasileira.

O grande problema aqui no Brasil é que grande parte da população só consegue enxergar duas possibilidades: voltar ao ex-presidente ou continuar com o atual.

Por que será que as pessoas não coonseguem enxergar que nem um nem outro é o que os brasileiros realmente precisam?

Precisamos de pessoas que não estejam lá apenas pelo poder ou por quererm provar alguma coisa pra si mesmos. Um presidente precisa nos representar, a todos, e não só a uma parte, não apenas favorecer uma igreja e seus seguidores, não apenas olhar para as necessidades de um grupo em específico.

Estamos vivendo uma crise sem precedentes, o povo clama por um savador da patria, por alguém que realmente seja um visionário, que nos tire do buraco que toda a corrupção e a ignorancia, nos colocaram.

Que traga soluções economicas e que resolva de uma vez por todas a questão da fome e da fala de empregos no Brasil. Que resolvo o problema do aumento abusivo dos preços dos itens essênciais da cesta básica, dos combustíveis, dos aluguéis, que estão levando o povo ao desespero.

Nós não precisamos de alguém que olha para a política como uma profissão, mas de um pessoa, homem ou mulher, que seja preparado, que tenha estudos avançados sobre como se administra um país, que saiba se relacionar internacionalmente, que traga muitos acordos favoráveis ao Brasil e que não nos venda a preço de banana como vem sendo feito.

Nós temos uma das maiores riquezas mundiais, a nossa Amazônia, que vem sendo desrespeitada e doada de mão beijada para favorecer meia dúzia de pessoas.

Precisamos acordar para o fato de que política não é futebol, não deve haver torcidas e nem torcedores, mas sim, consciência de que não se trata do que você acha, ou do que eu acho, mas do que precisa ser feito urgentemente para o bem de todos.

Ninguém deve se manter neutro mesmo, mas é importante que a gente acorde para a verdade e nãoa credite nas mentiras que estão sendo contadas para angariar votos. Não existem apenas duas possibilidades, não precisamos escolher apenas entre 2 candidatos! Pensem nisso!

As pessoas continuam pensando apenas em si mesmas e não no coletivo, e o resultado desse egoísmo, a gente já conhece.

*DA REDAÇÃO RH. Com informações Uol, texto de Iara Fonseca.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA, SEU AMIGO GURU e HOMEM NA PRÁTICA. Neurocoaching e Mestre em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram @escritoraiarafonseca .