Apesar de tudo, vale a pena manter a esperança e a inocência

Resiliência Humana
apesar-de-tudo-vale-a-pena-manter-a-esperanca-e-a-inocencia

Apesar de tudo, vale a pena manter a esperança e a inocência

Por Valeria Sabater

Toda vez que você sair de casa, leve consigo uma boa dose de esperança e confiança no bolso do seu coração. Lembre-se: aonde quer que você vá, continue a olhar para o mundo com inocência, porque, apesar de tudo o que viveu, vale a pena continuar mantendo a esperança.

Apesar de tudo, vale a pena manter a esperança e a inocência

Apesar das más experiências e dos momentos difíceis, vale a pena manter a ilusão e a inocência. Essas dimensões são o motor do coração, são a respiração que nutre nosso cérebro com esperança, para que continuemos a estabelecer metas no horizonte.

Ser capaz de manter o olhar daquela criança que observa o mundo com curiosidade, tentando encontrar a magia das pequenas coisas, reverte diretamente o nosso estado de sofrimento para o bem-estar.

Ernesto Sábato disse em um de seus livros que a ciência tem suas verdades, assim como a matemática e a filosofia. No entanto, o que dá autenticidade e significado à vida não passa de ilusão.

Talvez por esse motivo, quando essa dimensão falha e está ausente, tudo desmorona.

Sem ela, a motivação desaparece, o dia não tem cor e desencorajamos nossos pensamentos.

Por mais surpreendente que possa parecer, esse fato ocorre com muita frequência. De alguma forma, a maioria de nós gasta nosso tempo tentando resolver problemas, realizando nosso trabalho, concentrando-se mais nos desafios que estão à frente do que nos aspectos mais simples, elementares e positivos que nos cercam.

Não deixamos mais espaço para a esperança porque ficamos presos em vidas excessivamente complexas.

Você precisa começar a largar pesos e reformular abordagens mentais e emocionais. Nada é tão importante para a nossa saúde como cultivar sonhos novamente, como quando éramos crianças …

Manter os esperança e a inocência, um presente para o nosso cérebro

Muitas das terapias psicológicas atuais não procuram apenas “curar” as pessoas. Em outras palavras, quando alguém pede ajuda para tratar sua depressão, reduzir suas fobias ou resolver esse distúrbio alimentar, não queremos apenas que o paciente adquira habilidades para superar seu problema. Outro objetivo é o fazer crescer como ser humano, recuperar sua esperança na vida, em seu futuro, em sua própria pessoa.

É isso que, por exemplo, as terapias de aceitação e compromisso estão procurando, uma estrutura a partir da qual possa evitar patologizar o sofrimento e fazer com que todos redescobram seus valores, aceitem suas realidades e possam construir uma vida mais feliz recuperando a motivação e a esperança.

Manter a esperança e inocência é mais do que apenas um desejo bem-intencionado ou uma frase feita. É um exercício psicológico de saúde que ainda tem impacto no cérebro. Vamos ver o porquê.

Objetivos, inocência e esperanças: nutrientes para um cérebro mais ativo

Em 2003, ele conduziu uma pesquisa com pacientes que sofrem de esclerose múltipla na Universidade do Texas. Eles receberam terapia psicológica para melhorar o humor. A ideia era fazê-los recuperar o entusiasmo e estabelecer metas de curto e longo prazo.

Após alguns meses de tratamento, eles foram submetidos a uma ressonância magnética para verificar se alguma alteração ocorreu no nível do cérebro. O que se viu foi o seguinte:

-O estabelecimento de metas e o aumento da ilusão aumentaram a atividade cerebral. As áreas emocionais do cérebro (sistema límbico) eram mais ativas e geravam novas conexões com o córtex frontal, área relacionada ao planejamento, resolução de problemas etc.

Além disso, houve uma redução significativa no estresse, bem como, menor ativação nas áreas relacionadas à dor. Grande parte desses pacientes com esclerose múltipla não sentiam mais sintomas tão intensos. A dormência, por exemplo, foi menor.

Portanto, as pessoas que cultivaram uma abordagem pessoal mais otimista e animada, estabeleceram objetivos de curto e longo prazo, e mostraram uma melhora em sua saúde.

Apesar das decepções ou momentos difíceis, é preciso manter a esperança e a inocência

Apesar das falhas ou decepções de ontem, vale a pena manter a esperança e a inocência em nosso presente.

Precisamos nos permitir andar um pouco mais livres dos pesos do passado, daqueles que enchem nossos corações com desconfiança. Daqueles que nos forçam a andar mais devagar porque sussurram para nós a cada momento “não tente ou você falhará novamente”, “deixe para lá porque essas coisas não são mais para você”.

O olhar que preserva na inocência continua a perceber a magia da vida cotidiana.

Quem insiste em continuar cultivando a mesma inocência que teve na infância, continua vendo oportunidades que outros não vêem. Porque para esse tipo de pessoa, todo momento é uma oportunidade para ser feliz, e o importante é saber ver e tirar proveito disso.

Isso não significa que não se saiba que a vida é muitas vezes difícil e traiçoeira. É, mesmo assim, perceber que não há necessidade de desistir, é perseverar no esforço para sempre tentar ver o lado amigável das coisas; naqueles cantos onde crescem novas possibilidades que se pode criar para moldar um futuro mais feliz.

Vale a pena tentar! Manter a esperança e a inocência longe de magoar pode mudar nosso curso.

*DA REDAÇÃO RH. Com informações de La mente es Maravillosa
*Imagem: Desktopbackground

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia