Amar quem nos ama é fácil. Mas amar aqueles que nos aborrecem que é o grande desafio.

Danielle Luppi

Quando Jesus andou neste mundo Eles nos deu muitas lições e deixou uma mensagem linda para nós: o amor. Cristo nos ensinou que temos que amar ao nosso próximo como a nós mesmos. Jesus, enquanto estava aqui neste mundo, amou intensamente a todas as pessoas, até mesmo aqueles que o odiavam, o maltratavam e queriam matá-lo. Ele curou, ajudou, trouxe alegria e esperança para o coração de muitos. Ele curou cegos, fez andar paralíticos, ressuscitou mortos. Ele trabalhou intensamente pelo próximo e cuidou de seus amados.

E isso é exatamente o que Ele espera que façamos também. Amar incondicionalmente e independentemente da circunstância. Porém amar aquele que nos ama é fácil. Amar aquele amigo que sempre escuta as suas aflições e está pronto a te estender a mão é fácil. Ou amar aquela pessoa que sempre te faz rir e cuida de você também é fácil. Amar quem ama a gente é fácil, não existe nenhum desafio nisso.

Mas amar aqueles que nos aborrecem que é o grande desafio. Amar aquela pessoa que já te magoou muito ou “pisou na bola” milhões de vezes é muito difícil. Perdoar as magoas e falhas e simplesmente amar como Cristo amou e ensinou é ser cristão. Isso não é algo natural para a nossa natureza caída e nem algo que conseguimos fazer por nós mesmos.

Temos a tendência da reciprocidade: “se me amam eu amo também, se me odeiam eu odeio também”. Mas isso não é o que Cristo quer que façamos. Ele quer mais de nós, quer que vamos além das nossas forças e superemos o pecado. Até os incrédulos de coração são capazes de amar aqueles que os amam. Nós, cristãos e filhos do Deus Altíssimo temos que ser diferentes , temos que fazer como Cristo fez.

Em 1 Coríntios 13, Paulo descreve muito bem o que é o amor cristão. Paulo diz que mesmo se alguém falar todas as línguas, ou ter o dom de pregar o evangelho, ou ainda entregar o seu próprio corpo para ser queimado mas se o amor faltar, isso não adiantaria nada. Mesmo que você cante, ou toque um instrumento, ou tenha algum cargo na igreja, de nada adianta tudo isso se não tiver amor. O amor é paciente, o amor é bondoso, o amor é eterno. O amor nunca morrerá, o amor nunca passará e tudo fica melhor com amor. Quem ama nunca desiste, quem ama suporta tudo com fé, esperança e paciência (1 Coríntios 13:7). Cristo nos provou que o amor é eterno e que de todos os dons, o maior deles é o amor.

Amar aqueles que nos ofendem é supremo. Jesus nos disse que deveríamos nos parecer em perfeição como o Pai. Jesus estava falando do amor. Deus amou tanto o mundo que deu o seu único filho para morrer por todos nós lá na cruz. Ele quer que façamos o mesmo pelos nossos inimigos, Deus quer que amemos até aqueles que nos perseguem, magoam, mentem e nos destroem emocionalmente. Amor incondicional, amor verdadeiro, amor vindo de Deus.

Jesus resumiu os 10 mandamentos em apenas 2: amar a Deus acima de todas as coisas e amar o nosso próximo como a nós mesmos. Nosso próximo é o nosso amigo, mas também é o nosso inimigo. Nosso próximo é aquele que nos ama, mas também é aquele que nos odeia. Nosso próximo é aquele que nos faz bem, mas também é aquele que nos faz mal.

Uau, que desafio! Amar aqueles que não gostam da gente, aqueles que nos feriram, aqueles que não se importam com nossos sentimentos. Como? Impossível? Não, em Cristo nada é impossível!

Deus nunca nos pediria algo que não conseguiríamos realizar. Deus apenas nos pede coisas que somos capazes de fazer. Porém somos capacitados no amor e na graça do Pai. Sozinhos nós não conseguimos realizar absolutamente nada. Devemos ser completamente dependentes do poder e da misericórdia do Pai. Deus, e a penas Deus, pode transformar o nosso coração e nos dar “poder” para fazermos aquilo que parece impossível.

Ore, clame, rogue pelo Espírito Santo e peça por um coração de carne, cheio de amor. Peça por capacidade em amar aqueles que te ofendem. Rogue por misericórdia e ajuda para conseguir amar incondicionalmente, assim como Cristo amou. Não vai ser fácil, mas você vai conseguir. E eu te garanto, que quando você tratar com amor aquele que te magoou, você vai se sentir muito melhor e a paz de Deus vai tomar conta do seu coração. Temos que ser diferentes dos outros, temos que ser como Cristo foi. Então, ame, apenas ame a todos ao seu redor e receba as bênçãos em abundância vindas do céu.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Danielle Luppi
Mora na Inglaterra, pós-graduada em Fisiologia Humana, adora música e atividade física. Faz de tudo para ter uma dieta saudável, mas não dispensa um delicioso brigadeiro. Ama cachorros, um dia ensolarado e um bom filme. Gosta de cuidar das plantas e cozinhar. Ama sua família e sempre está disposta a ouvir e ajudar as pessoas."Me encanto com o amor de Deus e vibro com cada experiência vivida ao lado de Cristo." - Danielle Luppi Colombari