A vida fica muito mais fácil se a gente sabe onde estão os beijos que precisamos”

Daniele Abrantes

“A vida fica muito mais fácil se a gente sabe onde estão os beijos que precisamos”. Mário Quintana

O problema, “abigam”, é que a gente não sabe quem será nosso SPC ( Só Pra Contrariar ): ‘Quem será, quem será, a metade que irá me completar”. Então, ao invés de chorar pelo príncipe que virou sapo, às vezes, você vai ter que beijar alguns sapos. Vai que um deles vira príncipe? Eu sei, eu sei. Parece coisa de mulher promíscua,” rodada”, etc. Mas isso se chama Ciência. Vem comigo que eu te explico a fórmula. Não ao quadrado, noves fora, vezes 7,seja trouxa.

Pensa comigo, de nada adianta ficar chorando por quem te não te dá valor, faz joguinhos, te deixa lá no Guarda Roupa de Nárnia, para quando estiver a fim de embarcar contigo numa aventura, certo?

A Disney tem muito a ensinar não só as baixinhas, mas também a nós, adultinhas. Veja, vamos recapitular a História. Branca de Neve estava sofrendo lá, sem rumo na vida.

Precisava de carinho e atenção. Não tinha colo de mãe pra chorar as pitangas não, fia. Bonita, moça de família, recatada, do lar, carismática, tava lá, perdida na vida, sem rumo. Mas a falta de experiência não fez com que ela deixasse de lançar mão de seus encantos e fazer com que 7 caras fizessem tudo que ela queria.

Os caras faziam a comida, lavavam a louça, caçavam, até enfrentaram a Bruxa! Gente, é muito poder! E a danada ainda fisgou o príncipe! Ou seja, iludiu 7 e ficou com o boy que ela queria. Olha, eu não sei você, mas eu sou fã e bato palminha.

Brincadeiras à parte, mas já reparou que, na vida real, é bem por aí mesmo? Daí você é gata, bem sucedida, tem um papo bacana, tem a tal da pegada que os caras gostam, mas tá aí, largada, no sábado à noite. Aliás, sábado à noite é bondade minha, que sou tua amiga e estou sendo delicada contigo. Tá de sábado a sábado mesmo no completo esquecimento. Pior do que o Gênio do Aladdin.

Você está lá, na gruta mais profunda das profundezas na lista do “boy de ouro” ( é como eles se veem). Posso até prever que você já apelou para simpatias. Não meche com quem tá quieto não, doida! Esses lances de ocultismo aí vai dar ruim pra você, fia.

Eu sou daquelas pessoas que não acredita em assombração, até que um prato cai sozinho da prateleira. Só sei que não invoca o Chuck pra descer pro play ,porque ele não sabe brincar! Quem avisa, amigo é!

Bom, vamos lá. Posso falar porque você está aí nessa bad situation? Porque você é boazinha. Isso aí. Você é molenga com os homens. Fia, NÃO POOOOODJEEEEEEEE! Coloquei em Caps Lock que é pra você tomar tenência.

Presta atenção. Ninguém se interessa por quem está sempre muito disponível. N.I.N.G.U.É.M.

Sabe aquela frase “ Tudo que vem fácil, vai fácil”? É isso mesmo. Nos relacionamentos, a gente precisa sempre manter um ar de mistério. Você pode e deve ser você mesma, porque nada que não é verdadeiro, se sustenta. A pessoa precisa se envolver e, posteriormente, ela só vai se conectar com você se tiverem afinidades .

Um estudo realizado pelas universidades de Harvard (Estados Unidos), Liverpool (Inglaterra), Aberdeen e St. Andrews (Escócia) descobriu que sorrir faz com que a pessoa fique mais atraente aos olhos do outro.

A maioria das mulheres acha que só um decotão, um batom vermelho e uma bela jogada de cabelos faz o carinha cair de quatro. Ledo engano, sugar.

Segundo estudos do Frontiers in Psychology, ser atraente não significa apenas ter uma “boa aparência”. Para os pesquisadores, a voz e o nosso perfume também exercem um papel no momento da conquista.

Sabe porque você sempre fica aí apaixonadinha antes do boy magia? Porque você dá muita atenção, não mostra que tem outras prioridades na vida além dele, além de estar com ele. Ele te manda uma mensagem sei lá, 20hs falando: “ E aí? Blz?” Você, às 20:02: “ Oiiiiiiiiiiiiêeeeee!

Agora sim! Nossa, hoje o meu dia foi péssimooooooo! Tive que ir a academia e você sabe que detesto,né? Daí depois fui fazer um monte de coisas e tal e eu precisava sair porque minha vida tá horrível! “ E blá,blá,blá.

Quando o cara vai ler a mensagem, tá tipo uma “Introdução à Sociologia”. Se bobear, você enviou áudio de 8 minutos. Sabe o que ela vai pensar de você? Que é uma sem noção, sem propósito de vida, uma desesperada que fica grudada o dia todo no celular esperando uma mensagem dele.

E que você faz as coisas forçada, sem prazer pelo que faz. A energia que você emana conta, e muito, e é “sentida” até nos caracteres. Você acha mesmo que ele vai te chamar pra sair? Se já saiu, não vai chamar nunca mais. E se não saiu, agora que não chama mais meeeesmooo! Nem para sexo você serve, para ele. Te digo isso como tua sister.

Você virou a “ Bruxa do 71”. Nem na madruga ele vai te querer.

Quer parar de chorar por esse carinha e virar o jogo? Então siga alguns passos simples.

Primeiro, se olhe no espelho. Fale alto para você mesma:

‘’Eu sou linda. Por dentro e por fora. Eu sou inteligente. Sou guerreira e corajosa. Eu quero alguém para minha vida, mas eu basto para mim mesma.”

Dá uma de Nazaré Tedesco mesmo no espelho: “ Eu sou irresistííveeel! Eu sou gostooosaa1”. Perceba, é a parte da alta autoestima, não a parte psicótica, ok? Fica a dica.

Repita este mantra sempre que a sua paranóia ficar querendo marcar em cima daquele carinha que tem aquele sorriso, aquele maldito sorriso, que destruiu teu psicológico.

Uma das dicas que aprendi na prática é: NÃO FIQUE CURTINDO TUDO DELE NAS REDES SOCIAIS. Ponto.

O homem tem um ego inflado por natureza. Faz parte da coisa do Macho Alfa,sabe? Faça as coisas de forma sutil. Nem muito interessada, nem fria demais. Tipo, dê umas espaçadas entre as curtidas. Dá um break de uns dias para despertar nele o “sentido de caça”. Funciona assim. Você curte num dia uma ou duas postagens dele. Não todas.

Curte uma foto e algo do trabalho dele. Comenta algo como “ Interessante. Gostei muito”. E só. Some. Vai fazer tuas coisas. Posta foto com tuas amigas, com tua família, no teu trabalho. Nada forçado. Pareça leve e despretensiosa.

Se algum homem comentar na tua foto, agradeça sempre, mas não se jogue. Se você está interessada naquele carinha, não é bacana ficar flertando publicamente, né?

Pega mal e ele, ao invés de te achar uma mulher interessante, que ele tem que se esforçar para estar contigo, vai achar que você não quer nada sério e que flerta com todos. Porém, não é promiscuidade manter seus contatinhos.

As mulheres, quando estão apaixonadas, tendem a criar uma fantasia sobre aquele homem com quem ela esteve, ficou, algumas vezes. Mas se ele não te assume, porque então fazer com que ele seja prioridade?

Muitas vezes, nos apaixonamos pela ideia de estarmos numa relação. E também acabamos por projetar naquele parceiro em potencial um ideal de “homem dos sonhos”.

Então, mesmo sem estarmos namorando, agimos como namoradas do boy que está lá, livre ,leve e solto, curtindo a vida adoidado, enquanto você está aí, pagando de namorada fiel. Veja, só é necessária a fidelidade enquanto se está em um compromisso. Aí sim você tem que cortar os contatinhos.

Mas enquanto chora pelo boy que não liga para você, experimente trocar mensagens com aquele que te procura, que não te deixa no vácuo.

Saia com ele pra tomar um café, chame os amigos, vá a um barzinho com música ao vivo, que tal?

Logo vai perceber que há outros peixes no oceano. E ao se dar a chance de sair, de ser cortejada, você pode se encontrar surpreendida por um improvável parceiro que, de repente, terá mais afinidades com você do que aquele que você acha que possui.

Pesquisas apontam que a mulher ,quando está à vontade, ela automaticamente se torna 7 vezes mais interessante ao olhar do outro. Se você é naturalmente brincalhona, seja você! Não precisa fazer charme o tempo todo! Homens precisam se sentir seguros com a mulher.

Eles não gostam de demonstrar, mas a necessidade de aprovação é maior do que a nossa. Porque ele é o “caçador”.

Logo, ele quer atrair a caça. Se você sai com um cara pensando em outro, seja clara. Coloque as cartas na mesa.

Diga o que você sente, mas coloque as coisas entre vocês de forma leve. Nada pressionado flui. Deixa as coisas correrem naturalmente.

O cara vai se sentir à vontade e, ao mesmo tempo, instigado a te conquistar. Ele entra num campo mental de disputa interna. É um jogo altamente atraente para ele ter a tua atenção. Ganhar do rival.

Mostre sim que é ocupada, que tem suas prioridades. Você não é obrigada a sair com ele toda vez que ele chamar. Também não vale largar suas amigas pra escanteio só porque está saindo com alguém. Defina seu tempo.

Se saiu uma,duas, três vezes, e sente que ele meio que te pressionou para irem para a cama, não vá porque está com medo de perder ele.

Se tiver vontade, ok. Faça porque seu corpo quer. Mas nunca, jamais, use seu corpo como arma. Porque sexo atrai sim, mas não prende ninguém. Rolou? Ok.

Não fica no pé do cara. Responda a mensagem no mesmo nível. Também não leve tudo para o lado sexual agora que transaram. Seja a pessoa por quem ele se interessou. Dose as mensagens.

Não cobre uma nova saída. Apenas diga: “ Gostei de ontem. E gosto de como as coisas estão indo. Bom dia aí no trabalho. A gente se fala. Bejinho”. Pronto. Você elogiou, insinuou que gostaria que saíssem de novo, mas, sem cobranças. Se ele responder ,mantenha num tom divertido,casual.

Não faz a louca, possesiva, desesperada. Vai focar na tua vida,sabe? Lembra, você já existia, sem ele. Caso ele não ligue ou mande mensagem nos seguintes dias, deixa quieto. Vai sair com tua turma, aceita o convite de um novo boy pra sair amigavelmente. As pessoas acham que “sair” quer dizer transar. E não é.

Não precisa ser. Se você é do tipo mais quieta, mais romântica, como eu, sei que vai parecer difícil sair com um pensando em outro, mas encare como um exercício de desapego e autoestima. Sai pra bater papo, rir alto, falar besteira. Sair pra cantar solta, sorria escandalosamente, sem filtro.

Seja você, sexy, ou menina, ou malandra, ou gata garota, sem tarja preta. Veja, a gente não nasce andando, mas depois não aprendemos? Então?

Nos relacionamentos, tudo é questão de reeducação do cérebro, realinhar as emoções. Ao aceitar sair com um contatinho e enquanto aquele cara que faz teu coração bater forte não acorda para a vida, nada mais é do que um grito de liberdade emocional. Uma carta de alforria de amor, em libertação das amarras que você laçou em si mesma. Você está aprendendo a ser uma mulher que sabe o seu valor.

Não é necessariamente beleza, nem riqueza que atrai alguém. É o estar feliz consigo mesma. Esse, é o ingrediente “secreto”, mais natural de todos. Se você irradia felicidade, você transmite essa alegria para quem está ao seu redor.

É como se você fosse a lâmpada quando aquele cara que faz teu coração bater forte não acorda para a vida, nada mais é do que um grito de liberdade emocional. Uma carta de alforria de amor, em libertação das amarras que você laçou em si mesma. Você está aprendendo a ser uma mulher que sabe o seu valor, que hipnotiza todos os pernilongos (risos). Vai ter um monte de carinha doido pra chegar perto de você.

Sorte dele se te encontrar pra namorar agora, mais madura, desencanada e segura de si. Caso ele não te note, não era para ser. Simples assim.

Sofrendo? Ok. Dói, mas faz parte. Mas não sofra mais do que o necessário. Nada mais certo do que afirmar que “Na vida, nada dá certo no tempo errado”. Cada pessoa é uma lição. Dura ou Leve.

Sério. Vai lá colocar aquele vestido bonito, enxuga essa lágrima que borrou o teu rímel, coloca aquele cílio postiço, se vista com seu sorriso mais bonito.

A princesa que mora em você não fica deitada chorando por um príncipe que talvez nunca chegue. Ela dança, valseia e canta pra ela mesma. Ela sabe que encanta por só ser ela mesma.

Porque toda mulher, no fundo, é mais sereia do que princesa.

COMPARTILHAR




COMENTÁRIOS




Daniele Abrantes
Sou jornalista de espírito vintage, que ama compor músicas ,pintar, e escrever sobre assuntos voltados à compreensão das relações humanas e da profundidade da alma. Acredito que as duas maiores forças que possuem o poder de mudar o nosso dia a dia são o Amor e a Empatia. Grata por compartilhar com vocês esta jornada.