A inveja que você sente adoece você e não àqueles que são o alvo dela.

A inveja paralisa os incompetentes. Primeiro, quem inveja a vida alheia nem sabe o que está invejando. Se a grama do vizinho parece mais verde, talvez ele invista mais tempo e energia para cuidar de seu próprio jardim.

Invejar o que o outro tem é paralisar o seu potencial.

Devemos nos inspirar nos outros e não invejá-los. Da inspiração podem surgir ótimas ideias que podemos colocar em prática em nossas vidas, mas da inveja não nasce nada de bom, apenas doenças psicológicas, mentais e físicas.

Cada um de nós tem características positivas suficientemente fortes para construir sua própria trajetória, se nos dispusermos a nos colocar em movimento e acessar os nossos recursos internos.

Podemos ambicionar ter o que o outro conquistou, mas precisamos também desenvolver as qualidades, competências e aptidões que ele desenvolveu para chegar onde chegou.

Quem inveja a conquista do próximo, em verdade, queria ser o que o outro é para somente assim ter o que o outro tem.

Pergunte-se: Você quer o que deseja? OU VOCÊ SÓ DESEJA QUE O OUTRO NÃO TENHA?

Alguns desejos nascem e morrem no privado, em eterno sigilo. Morando apenas na fantasia de quem os projetou.

A inveja, geralmente se instala em pessoas preguiçosas, que desejam muita coisa, mas não conseguem fazer nada, ou fazem muito pouco, e quando fazem reclamam por estarem fazendo, ou por terem que fazer.

Postura totalmente diferente de quem conquista. Aquele que conquista e que gera a inveja no preguiçoso, levanta cedo, se orgulha do seu trabalho, ama o que faz, tem esperança, não desiste, valoriza e fica entusiasmado com as pequenas vitórias diárias, e não desanima com os fracassos, ele usa os fracassos para aprender e se tornar ainda melhor.

A vida exige o desenvolvimento da potência com a qual cada um de nós nasce. Essa potência é uma semente que necessita de tempo e cuidado até se revelar um potencial humano.

Fazer uso da inteligência é dissolver a inveja e a transformar em admiração, em modelo inspiracional.

Olhe a conquista de pessoas que sabem usufruir de forma produtiva o seu cognitivo, que alcançam posições de destaque, e escrevem uma história de vida e carreira que é motivo de admiração e exemplo.

Você não precisa inventar nada novo, você pode seguir uma cartilha de sucesso pronta, mas lembre-se que cada um tem algo diferente a oferecer ao mundo, portanto, se inspire naqueles que já conquistaram, mas coloque a sua singularidade em ação para criar uma trajetória diferenciada. Aproprie-se de seus dons e talentos naturais.

Sentir inveja é beber de seu próprio veneno, esperando que o outro sucumba.

Quem vai adoecer é você!

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Fabiano de Abreu Rodrigues, PhD, neurocientista, neuropsicólogo, biólogo, historiador, jornalista, psicanalista com pós em antropologia e formação avançada em nutrição clínica. PhD e Mestre em Ciências da Saúde nas áreas de Psicologia e Neurociências pela EBWU na Flórida e tem o título reconhecido pela Universidade Nova de Lisboa; Mestre em Psicanálise pelo Instituto e Faculdade Gaio/Unesco; Pós Graduação em Neuropsicologia pela Cognos em Portugal; Pós Graduação em Neurociência, Neurociência aplicada à aprendizagem, Neurociência em comportamento, neurolinguística e Antropologia pela Faveni do Brasil; Especializações avançadas em Nutrição Clínica pela TrainingHouse em Portugal, The electrical Properties of the Neuron, Neurons and Networks, neuroscience em Harvard nos Estados Unidos; bacharel em Neurociência e Psicologia na EBWU na Flórida e Licenciado em Biologia e também em História pela Faveni do Brasil; Especializações em Inteligência Artificial na IBM e programação em Python na USP; MBA em psicologia positiva na PUC. Membro da SPN – Sociedade Portuguesa de Neurociências – 814; Membro da SBNEC – Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento – 6028488; Membro da FENS – Federation of European Neuroscience Societies – PT 30079; Contato: [email protected] . Foto de arvin keynes no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Fabiano de Abreu Rodrigues é psicanalista clínico, jornalista, empresário, escritor, filósofo, poeta e personal branding luso-brasileiro. Proprietário da agência de comunicação e mídia social MF Press Global, é também um correspondente e colaborador de várias revistas, sites de notícias e jornais de grande repercussão nacional e internacional. Atualmente detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa brasileira e internacional, reconhecido por grandes nomes do jornalismo em diversos países. Como filósofo criou um novo conceito que chamou de poemas-filosóficos para escolas do governo de Minas Gerais no Brasil. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Angola, Espanha e Portugal.