A DOR QUE TE LEMBRA QUE VOCÊ ESTÁ VIVO

Talita Souza

Talvez você comece a ler essas linhas e faça cara feia, vai continuar lendo e sem perceber fará algumas caretas, afinal de contas, todas as pessoas que sofrem de amor tem uma característica comum que é a certeza de que nada vai fazer passar a dor que estão sentindo. E comigo não foi muito diferente, eu diria que até exageradamente pior.

É muito além do que sentir como se existisse um buraco em seu peito, é como se esse buraco fizesse parte de você agora e crescesse um pouquinho a cada dia que passa. Eu sei que você deve estar esperando o momento do texto onde fala que essa dor vai passar, que logo estará bem e vai encontrar um novo amor, mas pode ficar a vontade se quiser apertar no “del” que fica à sua direita e fechar a pagina, mas eu vou continuar escrevendo.

Vou pedir para você sorrir, e não venha achar ruim, isso é para seu bem. Sorria porque estamos em seu memorável futuro, quero que se concentre e visualize comigo, agora, após o tempo que se passou, a única certeza que você pode ter é mesmo com toda dor vivenciada você esta vivo e consegue sentir cada pedaço do seu corpo ainda que a dor tenha se espalhado, mas é a certeza de que você ainda vive e não existe ninguém além de você que pode tomar uma decisão a partir deste momento.

A dor não te fez morrer, embora a sensação fosse sufocante e desesperadora como se a todo custo você quisesse por um fim nisso. Eu te entendo muito bem, mas estamos aqui, vivos, e o agora vai te fazer perceber que ninguém morre de amor.

Amor não é uma doença, é uma decisão, escolhemos amar alguém apesar de todas as imperfeições, e não temos domínio sobre a decisão do outro se ai nos amar também. Amor é aprendizado, crescimento, alegrias, magoas, sorrisos, lagrimas, mas não leva pra UTI, não te faz amputa uma parte de si.

Quando passamos a viver para outra pessoa, é uma escolha nossa, e é ai que esta o grande problema, deixar de viver a sua própria vida para compartilhe e somar experiências com o outro, para viver em função da vida do mesmo, como se a vida dele fosse sua e não é.

Mas ninguém te obrigou a isso, foi sua escolha, ainda que sem perceber, as vezes por carência, um coração que ainda não estava curado para entrar em novo relacionamento e a dependência é algo que vem na soma de nossas atitudes desesperadas por conta de algo que não está bem em nós mesmos, mas não por conta do outro.

Temos que aprender a olhar internamente e fazer uma avaliação sincera, o amor é o sofrimento mais genuíno que existe, e se não estamos preparados, não adianta querer entrar de cabeça, porque o motivo do amor é só o amor, SE FOR ASSIM, com toda certeza, vai acabar antes de começar.

Eu sei, você quer ficar em casa, comer até explodir, assistir todos os filmes da NetFlix. Porque a dor faz isso com a gente, ela faz a gente ficar sem Norte, faz a gente se depreciar, ela cria mil vozes na nossa cabeça, mas deixa eu te contar um segredo, ela é Igual gripe, você pode tomar um remédio e ir melhorando ou, ignorar os sintomas até isso virar uma pneumonia.

E aqui está a primeira coisa a se fazer, daqui do futuro do agora, analisamos juntos o que você deveria vai fazer a partir de agora, pois o passado já ficou para trás, ele é a lição, então, vamos fazer essa dor virar amor, um amor racional, um amor que se diz respeito a você, o amor próprio que te incentiva a ser sua melhor versão, a sair dessa cama, a se olhar no espelho e parar de procrastinar.

O ENSINA a parar de ouvir as vozes em sua cabeça e dar o novo comando, a nova ordem.

Use esse sentimento a seu favor, coloque ele para criar, escreva, leia, pinte, dance, pule, fotografe, cante, componha, transforme em coisas positivas que te façam avançar, a se redescobrir.

O autor que consegue transformar uma dor em algo supremo como o amor ou o artista que a expressa em arte se torna eterno. Então, você não terá mais medo de ficar preso a esse sofrimento.

Nós sofremos pelo fim do “amor” porque não queremos perder o sentimento para o tempo e nem fomos ensinados a perder, mas, amor não termina, ele se expande, então use isso a seu favor.

Sofrer de amor não é querer que ele acabe é querer que ele seja eterno, quando você parar de se culpar, ai então, passará a enxergar a liberdade do ser e terá poder de transformação. E isso se chama evoluir, crescer, amadurecer.

As pessoas que disseram “ele não te merece” também não tem como mudar sua história, e ninguém melhor do que você sabe como se sentiu. Também sei a dificuldade que passou ouvindo “vai passar” ou “Você é um tolo” e em nada te ajudou, apenas te deixou com mais raiva ou se sentindo frustrado. É automático pensar que eles não sabem o que você está sentindo, não estão dentro de você, não estão sofrendo como você, não tem ideia da paixão que arde em você.

Se você queria um super conselho de autoajuda do futuro como esses que você já esta careca de ouvir, saiba que não vai passar e não vai doer menos simplesmente porque você quer, mas, quando menos você se importa mas fácil vai ser de se tornar apenas uma lembrança.

Você esta vivo, deixe a vida rolar, deixe sofrer e se permita transcender. O amor só vai parar de doer quando, você parar de querer que ele pare de doer. Deixa secar a fonte até doer tudo que tinha pra doer, ai você estará livre.

Esse amor sempre fará parte de sua história, isso ninguém nem você vai poder mudar, e sem sombra de duvidas irão surgir novos amores, cheios de realidade, cheios de vida, outros que vão te deixar de cabeça fervendo, alguns te mostrarão que o que você pensou que era amor era só uma lembrança bonita, um apego pela primeira descoberta, uma carência por não estar se sentindo completa, um escape que você precisava naquele exato momento.

O amor é metamorfose e vai te acompanhar para sempre.

Sofrer de amor é doido, mas é bonito, faz a gente crescer.

Já fiz mil loucuras, já me humilhei, já corri atrás, já tive raiva e quis me vingar, já me coloquei na situação de aceitar aquele pouco achando que era muito e que era a única coisa que eu poderia merecer.

E isso tudo é lição.

Você olhar para si e ver o quanto não esta conseguindo se enxergar e decidir o que realmente é bom para você. Então viva, sofra, esgote as suas lágrimas, porque se hoje você se apaixonar e viver tudo intensamente, ainda sim, a lição que você vai ter de tudo isso é a certeza de estar vivo.

Viva, ninguém pode fazer isso por você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Talita Souza
Escritora por amor, sonhadora, desenhista por diversão. Formada em dança por paixão em aprender e ensinar. Hoje buscando novos meios de me comunicar, de me expressar e compartilhar o amor e levar a luz para o mundo. Não acredito na solidão, estamos todos conectados.