8 chaves importantíssimas para finalmente alcançar a resiliência!

Resiliência Humana

Oito Chaves para aprender a ter Resistência à Vida e Resiliência!

Helen Keller escreveu uma vez:

“O caráter não pode ser desenvolvido com facilidade e tranquilidade. Somente através da experiência de provação e sofrimento é que a alma pode ser fortalecida, a visão limpa, a ambição inspirada e o sucesso alcançado.”

Enquanto navegamos em tempos desafiadores em direção a um futuro melhor, é útil visitar algumas ideias testadas e verdadeiras sobre resistência e resiliência da vida, trechos de meus livros: ” Como deixar de lado pensamentos e emoções negativas”e” Você é altamente sensível? Como obter imunidade, paz e autodomínio!”. Não pretende ser uma lista exaustiva, mas um lembrete de algumas ideias existenciais que às vezes deixamos de lado, pois tendemos aos detalhes agitados da vida cotidiana.

Se você achar este artigo útil, compartilhe-o com quem você gosta quem está necessitado, há poder na boa vontade reverberado.

1. O poder da perspectiva

A vida nem sempre é fácil. Nós todos sabemos isso. A maneira como escolhemos como pensamos, sentimos e agimos em relação aos desafios da vida pode fazer a diferença entre esperança versus desespero, otimismo versus frustração e vitória versus derrota.

Em todas as situações desafiadoras que encontramos, faça perguntas como “Qual é a lição aqui?”

“Como posso aprender com essa experiência?”

“O que é mais importante agora?” E “Se eu pensar fora da caixa, quais são as melhores respostas?”

Quanto maior a qualidade das perguntas que fazemos, melhor a qualidade das respostas que receberemos.

Faça perguntas construtivas baseadas em aprendizado e prioridades, e poderá obter a perspectiva adequada para te ajudar a lidar com a situação em questão e alcançar a resiliência.

“Não estou desanimado, porque toda tentativa errada descartada é outro passo à frente.” Thomas A. Edison

2. Não se concentre na derrota

Devemos aprender com o passado, mas não ficar presos nele.

Às vezes, as circunstâncias da vida e os contratempos pessoais podem assombrar e impedir que vejamos nosso verdadeiro potencial e reconheçamos novas oportunidades.

O que já aconteceu, não podemos mudar, mas o que ainda está para acontecer, podemos moldar e influenciar.

Às vezes, o primeiro passo é simplesmente romper com o passado e declarar que é você, não sua história, quem está no comando.

Faça perguntas poderosas, como “O que importa para mim agora?”

“Como posso fazer a diferença nesta situação?” E “Qual é o próximo passo para o meu melhor interesse e bem-estar?”

Novas escolhas que nos ajudem a seguir em frente e avançar para um futuro melhor!

Se prestarmos atenção, apenas na lama no chão após uma tempestade, não perceberemos que o céu acima de nós já se abriu. Entender e praticar isso é a verdadeira resiliência

Goethe nos lembra: “Nada vale mais que este dia”.

Não se concentre na lama. Faça melhores escolhas hoje e siga em frente.

3. Tudo o que você precisa fazer é perguntar … as pessoas certas!

Às vezes, na vida, podemos sentir que estamos andando sozinhos, mas não precisamos ser tão duros conosco mesmo e saber pedir ajuda quando necessário.

Você pode encontrar força e apoio através de um “conselheiro construtivo” escolhido por você.

Essas são as pessoas que você procura quando precisa de bons conselhos, uma nova perspectiva, uma certa experiência ou simplesmente um ouvido empático.

Os membros do conselho podem incluir pessoas que você conhece cujas opiniões você respeita e o caráter em que confia.

Pergunte, por exemplo: “O que (modelo A) diria sobre minha situação?” Ou “O que (modelo B) faria se ela estivesse no meu lugar?”

Pedir ajuda não é o mesmo que reclamar. Os queixosos habituais se debruçam sobre o que está errado.

“Pessoas normais têm problemas. Os inteligentes recebem ajuda.” Daniel Amen

4. Fortaleça seus pontos fortes enquanto explora um novo potencial

Cada um de nós tem certas disposições nas quais naturalmente nos destacamos. Alguns de nós são ótimos com as pessoas, outros são úteis com ferramentas, enquanto outros prosperam com informações.

Uma diferença entre o que você é naturalmente bom e o seu trabalho na vida é um potencial desperdiçado.

Há uma infinidade de ferramentas de avaliação disponíveis que podem ajudá-lo a determinar seus pontos fortes naturais, bem como suas áreas de maior potencial.

“Quando você segue sua felicidade … as portas se abrirão onde você não pensaria que haveria portas e onde não haveria uma porta para mais ninguém.”Joseph Campbell

5. Mantenha a diversão e o prazer

Van Wilder, do filme de mesmo nome, disse: “Você não deve levar a vida muito a sério. Você nunca sairá vivo.”

Não importa quão difíceis sejam as circunstâncias, resolva manter a diversão e o prazer em sua vida. Faça questão de tirar uma “mini-férias” todos os dias; seja no parque, se exercitando, abraçando um ente querido ou tomando um bom banho quente.

Quanto mais desafiadora e estressante é a vida, mais importante é cuidar bem de si mesmo, para que você possa relaxar seu corpo, facilitar sua mente e rejuvenescer seu espírito.

Após recarregar as baterias, você poderá ver a mesma situação sob uma luz diferente e mais positiva.

6. Mantenha suas opções em aberto

Existem muitos caminhos para oportunidades, sucesso e felicidade.

Podemos começar perguntando a nós mesmos o que é o verdadeiro sucesso e felicidade e nossa aparência, e deixamos nossas respostas mostrar o caminho.

Quando um caminho parece estar em um beco sem saída, olhe para outro caminho e veja quais novas aberturas podem estar esperando ao virar da esquina.

As opções podem advir da consulta ao referido conselheiro, pensando fora da caixa, ousando sonhar, fazendo algo diferente, ou simplesmente abandonando um hábito ou condição que claramente perdeu à sua utilidade.

Nunca ficamos presos a menos que tenhamos atolado. Mantenha suas opções em aberto.

“Devemos ousar ter pensamentos ‘impensáveis’. Precisamos aprender a explorar todas as opções e possibilidades que nos confrontam em um mundo complexo e em rápida mudança.” James W. Fulbright

7. Mantenha a fé

Existem muitas maneiras de manter sua fé viva: fé em si mesma, fé em seu lugar neste mundo e fé nas respostas que o Universo reserva para você.

Vá a lugares e participe de atividades que lhe proporcionam a maior sensação de paz interior.

Quando você se dá esse presente regularmente, o que os psicólogos chamam de Eu Superior surge, à medida que insights, inspiração e um sentimento de profundo conhecimento surgem das profundezas de sua alma.

A seguinte citação de Anne Frank é apenas um exemplo:

“O melhor remédio para quem tem medo, solidão ou infelicidade é sair para fora, em algum lugar onde possa ficar quieto, sozinho com os céus, a natureza e Deus. Porque só então se sente que tudo é como deveria ser e que Deus deseja ver as pessoas felizes, em meio à simples beleza da natureza.”

Por isso… pratique resiliência todos os dias!

*Via Psycology Today. Tradução e adaptação REDAÇÃO Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia