5 chaves para superar o sofrimento emocional

Resiliência Humana

A primeira coisa que devemos fazer para superar o sofrimento emocional é saber reconhecê-lo e aceitá-lo. A partir daí, podemos procurar ajuda para sair dessa situação.

Todos nós, em algum momento, passamos por uma experiência que nos causou grande dor emocional. Mas há alguma maneira de superar o sofrimento emocional que alivie o que estamos sentindo?

Toda vez que sofremos só ouvimos frases como “Você vai ver que tudo passa”, “Você vai ficar bem outra vez”, “Não chore” . No entanto, isso não ajuda no momento.

Hoje daremos 5 chaves para superar o sofrimento emocional que não implicam fugir dele ou ignorá-lo, mas olhando para ele de frente e enfrentando-o da melhor forma. Vamos descobrir como podemos fazer isso.

Passos para superar o sofrimento emocional

1. Diga “Sim, estou passando um mau momento”

O que fazemos quando estamos mal, mas alguém nos pergunta como estamos? Costumamos mentir, dizer que está tudo bem, e às vezes até acrescentamos um “como sempre”.

No entanto, para superar o sofrimento emocional temos que começar a ser sinceros.

Nada vai acontecer se você afirmar que está passando uma situação difícil, que não está no melhor momento e que está sofrendo.

Em sua mente podem aparecer frases como “Eu não quero que sintam pena de mim“. No entanto, ser honesto com os outros e dizer o que realmente sentimos nos permitirá reconhecer o nosso sofrimento, não negando nem ignorando o que sentimos. Então, em vez de evitar e fugir das emoções, vamos abraçá-las.

2. De onde vem esse sofrimento?

O sofrimento pode ter uma origem que não se apresenta claramente para nós. Qual foi o estímulo que desencadeou essa emoção? Como nos sentimos? Qual resposta tivemos?

Tomar o tempo de que precisamos para analisar o que nos acontece sob prismas diferentes e ir retirando camadas de cebola do nosso sofrimento nos permitirá encontrar a origem dele. Talvez seja o resultado de um trauma de infância ou de uma perda que não foi superada…

3. Comece dizendo palavras de incentivo a si mesmo

Quando superamos o sofrimento emocional e olhamos para trás, percebemos o quão mal nos tratamos. Nós dizemos frases como “Você não serve para nada”, “Há outros que estão pior que você”, “Olhe para o que está reclamando”, “Você é idiota”.

Essas frases não ajudam, mas neste momento nos tornamos muito autocríticos. Isso, em vez de nos encorajar a avançar, nos mergulha em um ciclo de desespero, angústia e maior sofrimento.

Por esse motivo, é importante cuidar de nós mesmos e tratar-nos com carinho. O que dizemos aos outros quando eles estão passando por um mau momento? Oferecemos palavras de apoio, certo?

Bem, isso também é o que devemos fazer com nós mesmos.

4. Valorize quem está ao seu lado

Quando estamos passando um mau bocado, às vezes queremos ficar sozinhos ou que os outros nos deixem em paz.

No entanto, apesar de nos concentrarmos demais em nosso sofrimento, é importante que estejamos cientes das pessoas que não nos abandonam.

Pessoas que estão ao nosso lado, que com sua presença já fazem muito, que, se caíssemos, estariam lá para esticar a mão para que pudéssemos agarrá-la e levantar-nos.

Valorizamos essas pessoas que, talvez, mesmo que não nos entendam totalmente, estão lá.

5. Vá ao psicólogo: isso vai lhe fazer bem

Muitas pessoas relutam a ir ao psicólogo. Muitos acreditam que, para superar o sofrimento emocional, só precisam do que sabem ou podem aprender sozinhos.

Talvez, em seu interior, tenham alguma crença negativa sobre o que significa ir ao psicólogo.

Um psicólogo é um guia que nos fornece as ferramentas necessárias para superar o sofrimento emocional, neste caso. Nós nos sentiremos acompanhados, entendidos e poderemos ver a situação de outras perspectivas.

Ir ao psicólogo nos permitirá sentir que respiramos ar fresco, que podemos sair disso e que tudo vai ficar bem novamente, mesmo que envolva um processo relativamente longo.

O sofrimento emocional não precisa se tornar um fardo que está tão ligado a nós que acabamos nos identificando com ele. Você pode enfrentar esse sofrimento, superá-lo e seguir em frente.

FONTEMelhor com Saúde
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS