13 provérbios chineses cheios de sabedoria

Resiliência Humana

Por: JENNIFER DELGADO SUAREZ

A cultura oriental nos deixa grandes pérolas de sabedoria que foram transmitidas de uma geração para outra, atingindo nossos dias. Muitos desses provérbios chineses podem se tornar autênticos, mantras para os momentos mais difíceis ou nos iluminar quando temos que tomar uma decisão importante em nossas vidas. Eles também podem ser um lembrete de que, de vez em quando, precisamos manter a calma e manter o equilíbrio mental .

Provérbios chineses para enfrentar a vida de uma forma mais equilibrada

1. Diferentes fechaduras devem ser abertas com chaves diferentes.

Não existem soluções mágicas, o que funcionou em determinadas circunstâncias pode não funcionar em outras situações. A vida muda continuamente, então não faz sentido manter o passado. Todo problema que enfrentamos é diferente, mesmo nós mesmos não somos a mesma pessoa, então devemos analisar todas as opções possíveis, com uma mente aberta, para encontrar a melhor solução.

2. Você não pode evitar que as aves de preocupação voem sobre sua cabeça, mas você pode impedi-las de construir um ninho.

A vida irá continuamente representar novos desafios. Mais cedo ou mais tarde, a adversidade vai bater à nossa porta. Não podemos evitá-la, mas podemos decidir como reagir ao que acontece conosco. Podemos supor que os problemas são pedras ao longo do caminho e ficar presos nesse desconforto e sofrimento ou, pelo contrário, podemos assumi-los como desafios que nos ajudam a crescer.

3. A melhor época para plantar uma árvore foi há 20 anos. O segundo melhor momento é agora.

Se quisermos fazer uma mudança ou empreender um novo projeto, a melhor hora é agora. Pensar que é tarde demais é uma desculpa para ficar na nossa zona de conforto. Este provérbio chinês nos lembra que só temos o presente, então lamentar pelo que não fizemos não faz nenhum sentido. Em vez disso, devemos pensar sobre o que podemos fazer e começar a trabalhar.

4. Quem procura vingança deve cavar duas sepulturas.

A vingança é um daqueles sentimentos que se alimentam da esperança de fazer com que aqueles que nos prejudicam sofrem, mas na realidade isso só nos machuca. Alimentar vingança significa ser prisioneiro do passado, regozijar-se no sofrimento, sem poder avançar porque somos comidos pelo ressentimento.

5. Aquele que teme sofrer já sofre medo.

Algumas coisas na vida são inevitáveis, mas se pensarmos muito nelas, estaremos antecipando-as, experimentando-as em nossa mente, estaremos sofrendo de antemão. O medo do sofrimento já implica sofrimento, por isso é melhor aprender a fluir e não antecipar os infortúnios, que muitas vezes nem chegam. Este provérbio chinês nos alerta que muitas vezes a preocupação é pior do que o fato em si.

6. É melhor acender uma vela do que amaldiçoar no escuro.

Às vezes, quando a adversidade bate à nossa porta, sua batida é tão grande que nos confunde. As expectativas, a dor e a frustração quebradas podem ser tão grandes que nos bloqueiam e nos fazem ficar presos em uma espiral de queixas sem sentido. No entanto, chorar sobre o leite derramado é inútil, não só não resolve o problema, mas nos dá um clima ainda mais negativo. Portanto, devemos nos certificar de que procuramos soluções, em vez de apenas reclamar sobre nossa má sorte ou os golpes do destino.

7. Quando o homem sábio aponta para a lua, o tolo vê apenas o dedo.

Este provérbio chinês refere-se à incapacidade de ver além dos pequenos detalhes e desenvolver uma visão global. Muitas vezes, seja devido à frustração, falta de perspectiva ou nossas crenças limitantes, paramos em detalhes sem importância e os transformamos em obstáculos. Quando nos apegamos a esses pequenos detalhes, estamos fechando o caminho, sem perceber que o mais importante é o objetivo final e que, para alcançá-lo, pode haver múltiplos caminhos.

8. Uma jornada de dez mil quilômetros começa com um único passo.

Um passo não o levará longe, mas pelo menos o tirará de onde você está. Todas as aventuras, por maiores que sejam, sempre começam com o primeiro passo, que geralmente é o mais difícil, pois envolve tomar a decisão de sair da zona de conforto e ousar explorar territórios desconhecidos.

9. Cavar o poço antes de estar com sede.

Não é necessário esperar a adversidade nos atingir para desenvolver a resiliência, podemos preparar nossa mochila de ferramentas psicológicas para a vida muito mais cedo. Esse ditado chinês nos encoraja a ser cautelosos e desenvolver uma atitude proativa, em vez de apenas reagir ao que acontece conosco. Se cavarmos o poço antes de termos sede, poderemos planejar melhor todo o processo, se o fizermos com urgência, as chances de cometer erros ou mesmo de não conseguirmos cavar tão bem aumentarão.

10. A água flutua no navio, mas também pode afundá-lo.

Esse provérbio chinês nos lembra a filosofia do yin e do yang: cada coisa contém o “negativo” e o “positivo” e, em muitas ocasiões, tudo depende de como o encaramos. Nada é intrinsecamente ruim ou bom, depende de como o usamos e do significado que confiamos a ele.

11. Grandes almas têm vontades, fracos apenas desejam.

Muitas pessoas passam grande parte de suas vidas ansiando por algo, nunca decidindo alcançá-lo. Em muitos casos, a diferença entre aqueles que realizam seus sonhos e aqueles que anseiam consiste precisamente na força de vontade e na decisão de ir em busca desse desejo. Todo desejo permanece no sono se não se traduz em objetivos e etapas concretas.

12. Aquele que desalojou a montanha é porque começou removendo as pequenas pedras.

O esforço constante tem seus frutos, embora demorem a chegar. Muitas vezes nos concentramos apenas nas grandes tarefas, sem perceber que por trás das metas mais ambiciosas há muito trabalho duro e sistemático. Estar ciente de que pouco a pouco você pode ir longe nos encorajará ao longo do caminho e nos permitirá alcançar grandes objetivos na vida.

13. A água mais limpa cai das nuvens mais negras.

Até os momentos mais sombrios contêm uma oportunidade. Quando estamos passando por um mal funcionamento, o desconforto nos impede de apreciar o lado positivo, precisamos parar ao longo do caminho e pensar sobre este provérbio chinês. Às vezes, tudo muda quando mudamos a perspectiva, e a adversidade pode se tornar uma excelente oportunidade para crescer, mudar de rumo e ousar fazer coisas que, em outras circunstâncias, nem teríamos considerado.

Texto originalmente publicado no Rincón de la Psicología, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia