12 tendências em vestidos de noiva para seu casamento sologâmico em 2019

Lana Bella

Você investiria em si mesma ao menos metade de todo o tempo, esforço e dinheiro que tem gasto com os outros?

Por exemplo… Que tal um casamento sologâmico? Isso mesmo! Case-se contigo própria. Viva a sologamia! Sabemos que você é um mulherão da p**** e merece esse momento. Como assim? Calma, calma… Vamos por partes.

Aliás, deixa para lá. Aposto que vira e mexe você vem esquecendo até de beber água! E olha que isso exige apenas alguns segundos entre uma golada e outra, a força de levantar a garrafa, menos $ do que o metrô diário e é ótimo para a sua saúde, qualidade de vida e longevidade.

Imagine só se você iria se dar tanto trabalho… Semanas de correria, gastos de inteligência emocional e milhares de reais para um “simples” evento que duraria no máximo um dia inteiro entre os últimos preparativos e o adeus aos convidados. Mas, espera… Casais fazem isso todos os dias do ano!

Assim como pessoas nascem e morrem o tempo todo, casamentos acontecem desde sempre. No Brasil, principalmente os monogâmicos. Com uma cultura de coletividade enraizada, somos um país extremamente afetivo e acolhedor com o próximo. É por isso que quando falamos em “casamento sologâmico” as pessoas estranham tanto. Fala-se muito em autoestima, porém se alguém fala um pouco de si mesmo já é arrogante, metido, “se acha”… Diferente dos EUA, por exemplo, onde as pessoas são mais individualistas e competitivas.

Então, afinal de contas, por que não se casar consigo mesma? Já que somos capazes de nos mover tanto pelo amor a outrem, por que não podemos fazer o mesmo apenas por nós? E com isso, inclusive, por que não incentivar a autoestima de outras pessoas?

Pois bem. A empresária mineira de 38 anos, Jussara Dutra Couto, foi a primeira brasileira a responder SIM a todas essas perguntas e a si mesma. A cerimônia do primeiro casamento sologâmico do Brasil foi realizada neste domingo (26) às 15h30 em BH. Ela criou a “Eu Comigo Eventos”, em parceria com uma amiga com a qual teve a ideia inicial de casar consigo mesma numa conversa.

[Saiba mais em: ‘Não tenho mais medo de ficar sozinha’, diz mulher que vai se casar consigo e Como foi a cerimônia da mulher que se casou consigo mesma; fotos e vídeo]

E para que você também possa começar a planejar o seu casamento sologâmico e/ou “eu comigo evento”, reuni – de forma bem-humorada e a favor do amor próprio – 12 tendências em vestidos de noiva incríveis para você também casar contigo própria ainda esse ano.

Construí tudo a partir das “12 tendências para vestidos de noiva em 2019”, publicada em 25 de maio de 2018 – há pouco mais de um ano – no eNoivado, confira todas as imagens e mais na matéria original. Vamos lá? {}

1. Estilo princesa

Está se sentindo digna da realeza? Ainda mais nobre do que uma princesa; talvez uma rainha?! Então pode apostar sem medo no estilo “princesa”. Com saia volumosa, cauda longa e riqueza de detalhes, o vestido da nobreza, com certeza, é ideal para você subir do altar ao trono – ou onde bem entender… Afinal, lugar de uma alteza como você é onde quiser!

[Para a maquiagem, que tal se inspirar na Jasmine – a princesa do filme Aladdin – com a Coleção Disney Aladdin por M·A·C?]

2. Minimalista

Agora, se a riqueza de detalhes não é o seu forte – pois sua beleza mora justamente em toda sua simplicidade e cada mínima complexidade de ser apenas você –, um vestido de modelo mais simples, com estampa lisa, é a melhor escolha!

Ao pesquisar “O que é o estilo minimalista na moda?” encontrei a matéria do Just Lia: “O minimalismo está virando um assunto cada vez mais comentado no mundo da moda. Ele está muito ligado com o conceito do slow fashion e do consumo consciente. O estilo – que está mais para estilo de vida e não só de moda – procura otimizar as peças do guarda-roupa e transformá-lo em algo mais atemporal e versátil”, escreveu Gabi.

3. Corpete

“Sexy sem ser vulgar” é uma expressão que te define bem? Sabe que é possível estar solteira e ser romântica ao mesmo tempo? É apaixonada pela liberdade de escolha, que vem sendo cada vez mais conquistada pelas mulheres modernas? O vestido com corpete é a opção fashion feita para você, que deseja estar sensual e delicada nesse dia tão especial!

O corpete surgiu – repaginado, leve e sem a função de lingerie – em decorrência do corset (espartilho), que era usado obrigatoriamente pelas mulheres na época em que não existia sutiã.

4. Decote V

“V de Vingança” está na sua lista de filmes favoritos? Quer lutar contra a opressão e derrotar o governo como Evey, uma jornalista forte e independente? Bom, por agora você já pode ao menos homenagear a bela mulher e V – o vigilante que buscou liberdade e justiça para a Inglaterra após uma guerra mundial – no seu grande dia!

O formato V é um clássico dos decotes, que apareceu na década de 80 nos paletós dos tailleurs das mulheres que entravam para o mercado de trabalho, assim como “No início da década de 1980, a política da Dama de Ferro Margaret Thatcher deu a Alan Moore a linha para a criação de V de Vingança”, V de Vingança | Crítica – Omelete.

5. Gola alta

De clássica à fashionista, não importa, a gola alta veio para agradar qualquer diva, como você, que se sinta à vontade para usar, ousar e abusar das diversas formas em que ela aparece. Diferente do que muita gente pensa, não é um modelo sério e sem graça. Confira!

[Recomendado: “TENDÊNCIA PARA CASAMENTOS DE INVERNO: GOLA ALTA E VELUDO”, entrevista com experts respondendo dúvidas sobre o assunto e dando dicas preciosas para as noivas que desejam casar nessa estação se jogarem no melhor estilo clássico.]

6. Cores alternativas

Falando em diferente… Quer dizer que você é A diferentona? Toda alternative? Então é claro que seu vestido não poderia ser branco como todos os outros. Que tal apostar em outros tons claros? Ou com detalhes em cores vibrantes? Se joga!

Seguindo a paleta Focal Point, a primeira das cinco listadas em “Como fazer harmonia com a Cor do Ano Pantone 2019”, veja o vestido de exemplo abaixo:

7. Metálico

Nasceu para brilhar como um diamante ao lado da Rihanna? Os tecidos de tons metálicos também são uma opção para quem deseja fugir do tradicional branco. Vai preparando a performance também, porque com um vestido desse você vai arrasar, sem sombra de dúvidas! Pega um espelho e canta para si mesma: “We’re beautiful like diamonds in the sky”.

Por falar nisso, em 2017 a cantora usou um casaco, um vestido camisola, uma bolsa com franjas e sandálias de salto – todos prateados/metálicos – quando estava na capital inglesa para promover o filme ‘Valerian’.

Rihanna usa vestido camisola e sandálias de R$ 2 mil em Londres. Fotos do look!

8. Laço

Já se perguntou o motivo pelo qual embrulhamos presentes? Segundo a matéria do eCycle: “O papel de embrulho propõe um striptease que esconde e revela, de modo a transformar objetos banais em presentes”.

Caso ser você mesma por inteira for o maior presente que já se deu, que tal investir num laço lindíssimo para essa embalagem que vai te guardar no dia mais importante da sua vida? Nas costas, no busto, na cintura… Apenas um detalhe ou bem extravagante… Só escolher e ficar tão maravilhosa quanto sempre!

9. Capa

E por que alguns heróis usam capa? TriCurioso responde: “Se você observar, os heróis que fazem o uso da capa são geralmente aqueles que inspiram uma superioridade digna de uma divindade, sem falar que eles costumam estar associados a civilizações e origens mais elevadas”.

Você é a super-heroína da sua própria história?! Vive salvando a si mesma o tempo todo?! Nem a Edna com sua regra “NADA DE CAPA!” manda em ti?! Ótimo, é hora de registrar esse momento com todo o poder e elegância que só esse visual pode te oferecer. Vai em frente e enfrente o mundo com essa força que só você tem!

10. Retrô

Em “Entenda a diferença entre moda vintage e moda retrô” do blog Tudo Ela: “Retrô é recuperar o velho, é consertar o que está fora de moda para chamar a atenção em uma produção bem cuidada”. E já que estamos falando sobre renovar o antigo…

Se você fosse uma mulher das épocas passadas, seria aquela que acorda lutando contra o patriarcado e deita a cabeça no travesseiro com a paz de toda sua solitude, em meio a tanto macho escroto? O estilo “retrô” pode ser uma ótima pedida para celebrar a mulher, de maneira atemporal, no seu evento.

11. Floral

“Nós plantamos, cultivamos e enviamos diversas espécies de flor por diferentes razões e em diferentes momentos, mas sempre com o mesmo propósito: dizer aquilo que não pode ser simplesmente dito, e fazê-lo com beleza e graça”, O antigo significado das flores – Casa Vogue | Fotografia.

Seja uma rosa, um girassol, uma margarida, um lírio, uma orquídea… Qualquer flor com a qual você se identifique. Caso a delicadeza e o romantismo sejam características únicas que não podem faltar no seu casamento, esse é o estilo ideal para você! Se permita desabrochar do seu jeitinho.

12. Calça ou macacão

E para fechar com chave de ouro… O que poderia expressar melhor o empoderamento feminino no quesito moda do que uma calça ou macacão logo num dia tão marcado pelos vestidos/saias? Quer sair quebrando padrões sem dó? Dá uma olhada!

“Muita gente não percebe, mas moda não é só frivolidade, o que vestimos completa o estilo de vida que cria uma linguagem por nós, uma representação social que intencional ou não, diz algo à sociedade. Por isso, é sempre bom lembrar que hoje mulheres usam calças com aparente naturalidade, mas é uma peça companheira de emancipação política e social de longa data”, Honre suas calças, mulher! – Benditas Mulheres.

E aí? Qual seria o seu vestido ideal, segundo a matéria, e por quê?

E mais! Como seria o seu casamento sologâmico dos sonhos? {}

Lana Bella, Autor em Resiliência Mag

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Lana Bella
Apenas uma jovem adulta de alma intensa, livre, transparente e autêntica - apaixonada por si e por tudo que o mundo ainda possui a me oferecer. Nascida em São Paulo, aos 19 anos luto a cada dia para ser minha melhor versão. Encontrei na escrita uma maneira de organizar meus pensamentos, aquietar meu coração e conhecer a mim mesma. Correndo sempre atrás do sonho de ajudar o próximo a estar bem consigo mesmo em toda sua complexidade do ser e de ser humano.