12 sinais de que ele ama a família dele mais do que você

Resiliência Humana

Cada caso é único, mas geralmente pode haver razões por trás da relação do seu marido com a família dele.

Ele colocar a família em primeiro lugar pode ser apenas resultado da mudança natural na dinâmica familiar que ocorre em torno de qualquer casamento. Casais recém-casados podem ter problemas em deixar o ninho e se adaptar à nova vida.

Se o seu marido tem uma relação estreita com a família, ele pode acabar sentindo-se distante deles e com saudade da convivência com os pais e irmãos, o que não quer dizer que ele não a ama, ou que você não seja agora a família dele.


Esse tipo de sentimento pode levá-lo a exagerar nas demonstrações de afeto e no quanto eles são importantes para tentar manter a mesma proximidade de antes. Se for só isso, logo o comportamento muda à medida que ele se adapta à nova realidade – esposa, lar, filhos.

No entanto, existem situações em que claramente a esposa sente que é deixada para trás quando se trata da família dele. Veja abaixo os sinais de que há algum problema:

1. Ele fala com eles todos os dias

Não só todos os dias, mas várias vezes ao dia para nada, às vezes apenas para fofocar. Se não é o caso de um pai ou mãe solitários, fique atenta.

2. Ele liga primeiro para eles

Quando ele tem alguma novidade, ou foi promovido, alcançou algo que queria ou tem um problema sério, seus familiares ficam sabendo antes de você.

3. Sua mãe é perfeita

Você começa a notar que tudo que você faz, a mãe dele faz melhor. Ela o trata melhor que você. Ela faz coisas para ele mais que você. Enfim, em qualquer situação você é menos que a mãe dele.

4. Ele compara

Além dela ser perfeita, ele ainda compara o que você faz com o que a mãe dele faz. Talvez ele não o faça claramente, mas frases como: “minha mãe faz assim”, ou “nada se compara à comida da minha mãe”.

5. Aprovação

Ele se preocupa mais com a aprovação de sua família para o que ele quer fazer ou planos futuros e decisões do que a sua aprovação.

6. O bom filho

Fique antenada se ele parece mais interessado em ser um bom filho do que ser um bom marido.

7. Presentes

Os presentes mais caros ele compra para a família dele e não para você. Além disso, ele é negligente com as contas ou responsabilidades financeiras para poder presentear sua mãe ou irmãs.

8. Recusa-se a sair de perto

Vocês viveriam melhor em outra cidade ou têm oportunidades de trabalho melhores em outro estado, mas ele se recusa a sair de perto da família.

9. Fofo demais

Com a mãe e os familiares ele é todo fofo, amoroso, cheio de apelidos carinhosos e brincadeiras, o que não é um problema, mas fique atenta se esse comportamento é só com a família dele e para você são só farpas e frieza.

10. Preocupado

É bom que seu marido se preocupe com seus pais e irmãos, desde que você e seus filhos sejam a prioridade dele. Se há inversão nessa ordem é um péssimo sinal. Se, por exemplo, ele se preocupa com o que dará de presente à sua mãe no Natal e diz que está sem dinheiro para dar algo a você e às crianças, isso já é um absurdo.

11. “O que eles vão pensar?”

Ele se preocupa mais com o que seus familiares pensam do que com o que você está sentindo. Como por exemplo obrigá-la a ir a uma festa de aniversário quando você não se sente bem usando o argumento de que isso magoaria o/a aniversariante.

12. Conflitos

Quando surge algum problema entre você e os familiares dele, você é sempre a culpada. Você é quem está errada e ele toma partido da família.

O que fazer?

Converse seriamente com ele, exponha seus sentimentos e o que você gostaria que mudasse no relacionamento de vocês.

Sugira um comportamento que seria adequado para ele como, por exemplo, contar as coisas para você primeiro antes deles, ou como ele poderia mostrar que você também é importante para ele.
Busque um tom amigável, mostre que você entende que ele ama a família e que você sabe que ele a ama também.

Jamais demonstre ser contra a família dele, isso só iria piorar a situação. Afinal, agora eles são sua família também.

Tenha paciência, e aguarde que o tempo o faça mudar. Se as coisas não funcionarem considere buscar uma terapia de casais

FONTEFamília
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS