Um veneno realmente daninho, a baixa autoestima

A combinação de baixa autoestima com sentimentos negativos, tais como os derivados da ansiedade, depressão e estresse, pode causar problemas psicológicos, físicos e, inclusive, ser fatal.

Às vezes pensamos que os pensamentos negativos e a baixa autoestima são somente um estado de ânimo passageiro que não deixa uma marca profunda em nossas vidas, a menos que permaneça conosco por um período de tempo considerável.

Isso é um erro muito sério, pois foi demonstrado que as emoções que acompanham esses estados de ânimo sabotam o nosso sistema imunológico, deixando o nosso corpo sem defesas diante dos contínuos ataques externos que recebemos. Por outro lado, é bom lembrar que essas duas situações nos tornam mais propensos a ter problemas do coração.

Normalmente esquecemos que o que ocorre em nossa mente também afeta o nosso corpo. Nas últimas décadas foram realizados vários estudos que analisaram a existência desta relação e os resultados foram muito interessantes.

Um estudo realizado na University College of London descobriu que as pessoas que vivem com otimismo e têm alta autoestima também têm melhores funções biológicas. Além disso, essas pessoas tinham uma compreensão de sua vida e de si próprios mais realista e feliz.

Baixa autoestima? Saiba quando pedir ajuda

É muito importante que você preste atenção aos sintomas da baixa autoestima e busque ajuda profissional correspondente quando:

– Sentir que não está fazendo as coisas corretamente
– Desconfiar de seus instintos
– Sua voz interior lhe lembrar constantemente que você é incapaz de fazer as coisas apesar de você saber o contrário
– Descuidar-se em todos ou em um sentido porque acredita que não vale a pena ou que não merece o esforço

A autoestima projeta a imagem que temos de nós: a forma como nos vemos terá muito a ver com a forma como os outros nos verão. Por isso, quando você tenta esconder seus defeitos mas ao mesmo tempo interiormente você presta muita atenção neles, o que você faz é destacá-los ainda mais para os outros e expô-los, sem querer, como carta de apresentação.

Uma autoestima saudável é caracterizada por um amor e respeito por nós mesmos, a crença de que merecemos o amor, a felicidade e a confiança para trabalhar pelas coisas que desejamos.

Vantagens da autoestima para a saúde

– O bom humor e o riso ajudam a ter um sistema imunológico mais forte e saudável.
– As pessoas com problemas cardíacos e com boa autoestima têm menos probabilidade de ficar doentes e passar longos períodos em hospitais.
– Manter-se otimista e ter boas expectativas em relação ao futuro reduz as possibilidades de sofrer um ataque cardíaco em até 50% e facilita a recuperação de cirurgias.
– A autoestima permite ter uma melhor qualidade de sono e uma maior criatividade.

Melhore sua autoestima

Agora que você já conhece os efeitos da autoestima na saúde, é um bom momento para melhorá-la. Lembre-se de que se trata de melhorar a imagem que você tem de si, o que você pode conseguir de diferentes formas: fazendo uma lista de suas qualidades e metas cumpridas, assumir a responsabilidade de novos desafios, deixar a autocrítica excessiva e mudar os hábitos negativos, etc.

Ainda que o processo de aumentar a nossa autoestima possa implicar muitos desafios, o resultado sempre vale a pena.

COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS