Todos querem ser amados, ninguém quer amar de volta

Existe um momento na sua vida que depois de vários acontecimentos você tem um estalo mental e pensa:

“Ninguém quer nada sério!”

E de fato, parece que ninguém quer se envolver hoje em dia.

Talvez pela vontade de ficar só.

Talvez pela grande oferta que o açougue chamado Internet oferece.

Talvez pelos medos adquiridos de relações passadas.

Pra não se envolver as pessoas bolam as desculpas que lhe convém.

E as repetem como se fosse uma oração pedindo proteção divina.

É covarde e realmente patético.

As pessoas tem medo de demonstrar interesse com medo de parecer carência.

Como se isso as tornasse automaticamente perdedoras.

É um jogo que só existe na cabeça delas.

Mas que mesmo sem saber você também acaba jogando.

E perdem os dois.

“Não quero mostrar que tô afim”

“Espero 15 minutos antes de responder uma mensagem”

“Se ele não chamar, eu não chamo”

“Eu quero mas não vou dizer”

“Não tô pronto pra uma relacionamento ainda”

“Gostei demais do encontro mas vou fingir que foi só ok”

“Acabei de sair de uma relação”

“Não posso dizer que gosto dele primeiro”
(…)

Essas são frases reais que você provavelmente já viu acontecer (ou já fez, admita).

Mas você já se perguntou o motivo de elas existirem?

Esses joguinhos de relacionamento são falta de sinceridade com o outro e contigo também.

Não perpetue essa adolescência, seja adulto e mais sincero e direto com suas intenções.

Ao mesmo tempo que repele a tudo e a todos, no fundo todo mundo quer ser amado.

É maravilhoso sentir que você é querido e admirado por alguém.

Todo mundo quer ter a melhor companhia possível, aquela que podemos contar pra toda e qualquer hora.

Afinal, é a melhor sensação do mundo quando sentimentos que somos algo fundamental na vida de alguém.

Mas algumas pessoas querem ser amadas, mas não se permitem amar de volta.

Existe a vontade de receber atenção, carinho, afeto, companheirismo.

Mas não conseguem devolver isso, não se permitem serem recíprocas.

E isso é bem conflitante!

É uma conta que não fecha.

Você não pode cobrar atenção sem dar atenção.

Você não pode ter o melhor de alguém sem dar o seu melhor.

Você não pode se deixar querer sem querer a pessoa de volta.

Você não pode cativar saudades sem sentir saudades também.

Você não pode despertar sentimentos no outro que você não quer sentir.

Porque simplesmente não é possível receber amor sem dar amor!

Sinceramente?

Vocês são chatos pra cacete.

Querem o mundo ao seu redor mas não cederia seu mundo à ninguém.

Isso é egoísmo e um certo egocentrismo.

À essas pessoas só resta ficarem sozinhas com suas 50 relações vazias.

Às vezes assim que tem que ser.

Se você esbarrar com alguém assim, não se preocupa.

Uma hora as coisas se ajeitam e você encontra alguém aberto.

E à quem se fecha… bem…

Eu tenho pena de quem se fecha com medo de amar.

É muito medo de se machucar, é muita covardia com sentimentos, é muito medo de viver.

Mas às vezes é assim que tem que ser.

Porque às vezes ela é poesia, e ele nem sabe ler.

COMPARTILHAR


Hudson baroni
Tem 28 anos e quando for pai será o mais babão do mundo. Diferente da maioria, adora falar em público. Escreve um livro há 5 anos, não quer ser mais um “escritor de coisas melosas”, e escreve aqui sobre relacionamentos como se estivesse dando conselho para amigos, porque está.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS