Tem gente que demonstra interesse, mas no fundo está apenas visando benefício próprio!

Fabiana Dainese Mauch

É tão bonito a amizade ou relacionamento amoroso que se renova e cresce a cada dia baseado no interesse genuíno pelo outro!

Interesse genuíno pelo outro é ter curiosidade sobre os projetos , vibrar com as conquistas alheias, parabenizar, comemorar junto, inspirar e ser inspirado.

É sentir vontade de ajudar de forma livre e gratuita, sem nenhum interesse futuro…é aquela vontade que nasce no peito quando você lembra da pessoa e então você não mede esforços para ajudá-la, mesmo que as vezes, ela nem saiba…

Ter interesse genuíno, significa também, se interessar pelo outro como um todo, a pessoa inteira e não somente uma parte da vida dela.

Há pessoas que demonstram interesse por uma determinada situação ou fato, interesse demonstrado quase que genuinamente, mas no fundo estão apenas preocupadas com o benefício próprio, fazem as perguntas direcionadas de forma a obter a informação que desejam, ficam esmiuçando a vida alheia. É possível reconhecer muito rapidamente pessoas assim, pois não demonstram interesse pelo outro por inteiro, apenas esmiuçam a parte que lhe convêm!

Isto pode acontecer com pessoas próximas, pessoas do nosso convívio…e isso é o que mais chateia! Chateia quando você percebe nitidamente a falta de interesse pelas conquistas e sucesso. Não pode ser seu amigo, quem não vibra por você e com você! E uma coisa é certa, pessoas assim sentimos de longe! Parece até que sentimos a energia negativa que emana, você não sabe o porque, mas sente a falta de sinceridade e amizade verdadeira e as vezes até o menosprezo. O menosprezo é saber das coisas boas ou ruins que estão acontecendo na vida da pessoa próxima e não se interessar! Não se alegrar ou se solidarizar!

Obviamente não podemos apenas projetar para o mundo exterior os motivos para isto ocorrer. Devemos fazer um exame de consciência: será que falhamos com o outro em algum momento? Mas não percebemos? Ou para nós não teve tanta importância e para o outro foi importante e o machucou, feriu? De uma maneira profunda que mudou completamente o seu comportamento e a frieza passou a imperar a partir de então. Ou ainda, nos machucados mutuamente?

Toda relação tem os dois lados da história, a interpretação de cada um, a ótica de cada um. Todo relacionamento é 50%, 50%, responsabilidades compartilhadas. O que você está fazendo pelos seus 50%? Você tem demonstrado interesse genuíno pelo outro? assim como gostaria que fizessem com você? A atitude do outro é o reflexo de sua própria atitude, é o eco. Cuidado para não deixar o eco negativo se tornar corriqueiro, pois quanto mais o reflexo negativo ecoar, mais distante você ficará do outro, de uma maneira que pode ser irreversível….

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Fabiana Dainese Mauch
Apesar de apaixonada por filosofia, psicologia e relações humanas, estudou e trabalha na área de exatas, encontrando na escrita uma forma de se aproximar de suas paixões. Ama pensar sobre a vida e o que podemos fazer para melhorar o mundo e a nós mesmos.

COMENTÁRIOS