Sou da geração do por favor, do obrigado e do respeito

Resiliência Humana

Por favor e obrigado são duas palavras mágicas que nos abrem facilmente muitas das portas que encontramos em nossas vidas. Isso ocorre dessa maneira porque todos nós gostamos que se dirijam a nós com respeito, que nos peçam permissão e que demonstrem agradecimento.

Esse é um costume que não devemos perder, pois é a base da educação e da vida cívica em nossa sociedade. É o pedir licença, cumprimentar com um sorriso e tratar as pessoas de modo amável o que fazem a diferença.
São valores e é educação tratar com respeito as pessoas que nos rodeiam e desejar bom dia, boa tarde e boa noite; isso demonstra uma grande nobreza que se esconde por trás de ser amável.

A nobreza que se esconde atrás do respeito

É provável que desde pequenos nos tenham educado com a importância das palavras mágicas e de sermos amáveis com os outros. Sermos gratos e generosos nos ajuda a melhorar a relação com aquelas pessoas que nos rodeiam, assim como a nos sentirmos bem com nós mesmos.

Ser amável e respeitoso faz de nós nobres e fortalece nossas qualidades, pois de algum modo a educação que promovemos com nossas ações se reverte em boas ações para nós. Ou seja, se você colorir a vida com um sorriso, com respeito, a retribuição sem sombra de dúvida virá.

Como dizíamos, devemos nos esforçar para seguir educando nossas crianças com valores como o respeito e a amabilidade. Como? Dando sempre o exemplo e estabelecendo limites claros para que não violem a liberdade dos outros.
menina-pensativa

Por liberdade entendemos o respeito a ter diferentes opiniões, à expressão dos sentimentos, aos pedidos, às conversas e aos direitos de todos. Ser respeitoso começa por ter uma consideração básica pelos sentimentos dos outros. Para conseguir alcançar esse patamar basta se perguntar como gostaríamos que os outros nos tratassem.

Manter sempre o respeito ao próximo, ainda que o que eles trazem não nos agrade, é essencial se queremos que nossas relações sejam satisfatórias. Assim, nunca devemos deixar de lado a cortesia. Para isso é preciso criar o costume de:

Não usar o celular enquanto outra pessoa fala.
Não se adiantar e interromper conversas.
Dizer por favor e obrigada.
Pedir desculpa quando ferir alguém ou fizer algo errado.
Saudar e desejar boas coisas.
Não comer ou beber em lugares em que se pode sujar algo.
Não falar quando não é o momento.
Retirar o lixo ao invés de esperar que outra pessoa o faça.
Não descriminar ninguém e evitar julgamentos pessoais.
Não invadir o espaço pessoal dos outros ou sua intimidade.

O tato e o respeito emocional pelo próximo

É importante que entre nossas habilidades desenvolvamos a capacidade de manter o respeito ao próximo, assim como de ser delicados e usar o Eu corretamente, aceitando elogios e procurando expressar da melhor maneira possível nossos sentimentos, emoções e opiniões.

Assim, na hora de nos relacionarmos com outros podemos usar a habilidade de manejar situações sociais, o que pode evitar rejeição, isolamento e insatisfação pela forma como agimos. Para isso devemos ter em mente que qualquer tipo de relação com outras pessoas deve perseguir ao menos três objetivos:

Alcançar o objetivo inicial do contato (por exemplo, expressar uma opinião).
Fomentar uma relação positiva com outra pessoa.
Manter um bom nível de satisfação pessoal.

Há muitos modos de ser hostil ou mal-educado com outras pessoas. Por exemplo, falar muito de si mesmo, insultar alguém de modo direto ou mesmo sutilmente, abusar do sarcasmo, não olhar para a pessoa enquanto falamos, pensar sempre em respostas em vez de escutar atentamente, interromper, falar ao mesmo tempo, monopolizar uma conversa…

Como vemos, as opções são ilimitadas e muito diversas, por isso devemos considerar quais são as normas de relacionamento e interação que não cabem no nosso contexto. Para isso é adequado que nos perguntemos se nossas contribuições respeitam o outro e garantem um bom ambiente.

O respeito é a base do bom funcionamento social e pessoal. Praticar os bons modos e ser respeitoso em relação ao próximo é indispensável pois, conforme dissemos, a boa educação faz toda a diferença.

FONTEA mente é maravilhosa
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS