Saia do piloto automático! Como você está vivendo? 4 ações que fazem a diferença!

Fabiana Dainese Mauch

Cada ser humano tem a sua própria evolução, seu próprio caminho, sua história. Tudo que cruza nossa trajetória nos pertence, edifica e engrandece.

Ao longo do caminho da evolução, podemos ter muitas experiências, positivas ou negativas, cabe a cada um reconhecê-las como cruciais para o seu aprendizado.

Foi em uma destas experiências, nas caminhadas pela vida, que conhecemos um médico naturalista com ideias e crenças muitos interessantes, daqueles que podemos conversar por três longas horas, sobre os mais variados e apaixonantes assuntos! Cheguei a me emocionar em vários momentos da consulta, quando ele dizia, olhando em nossos olhos, que acreditava em Deus! Pois Deus estava na frente dele, naquele exato momento!

Aprendemos as 4 ações básicas e passamos a praticá-las de uma maneira muito natural em nossa vida.

Preste atenção! Como você anda vivendo, praticando estas 4 ações:

1- Você precisa saber se alimentar: Como se diz na linguagem popular: “A gente é o que a gente come”. Portanto, observe o que você anda consumindo, você precisa de toda a quantidade que está comendo? Está acumulando o excesso? Como é a qualidade do que você consome? “não tem tempo” e consome tudo pronto ou industrializado?

Quando você se alimenta de uma forma saudável o seu corpo te agradece e retribui, você se sente mais feliz! É preciso cuidar do corpo, pois ele é o instrumento que permite a nossa vida na Terra, é a nossa “casca”. Quando somos jovens não sentimos os efeitos, porém mais cedo ou tarde eles aparecerão.

Não vamos nos privar cem por cento do que nos faz feliz, pois comer também é prazer, mas isso não significa que vamos sair por aí comendo tudo que há pela frente, envenenando nosso corpo. Faça pelo menos 80 por cento da sua parte para conservar a sua “casca”, você estará fazendo muito! É aquela velha história do 80/20, vamos focar nos 80 por cento.

2- Você precisa saber se movimentar: O nosso corpo é uma máquina e precisa ser exercitada. Quando você se exercita se sente mais disposto e feliz, o seu corpo responde de diversas maneiras, menos ansiedade e mais serenidade pode ser uma delas. Muitos trabalham por horas sentados e quando chegam em casa não têm energia para nada, isso é deixar-se cair no automático da vida, entrar em círculo vicioso do próprio declínio. Quando você começa a se exercitar e sentir o bem-estar que a atividade física lhe proporciona, você não quer mais parar. Então chegamos à seguinte conclusão: Quem quer de verdade, arruma um jeito e quem não quer, arruma uma desculpa! É assim para tudo na vida… pode ser que quem arruma a desculpa ainda não tenha sido tocado pela necessidade, porque quando a necessidade bate à porta, não tem jeito! É preciso se reeducar!

3- Você precisa saber se limpar: Se limpar no sentido espiritual. Até agora falamos em cuidar do corpo, mas de nada adianta se não cuidarmos da mente e do espírito. Para impedir que o mundo exterior afete a sua energia interna, você precisa estar conectado consigo mesmo e dessa forma, reconectado com a energia Universal, com Deus. É necessário ter uma prática, uma prática na qual você se adapte, sinta-se bem e em paz. Cada um vai encontrar a sua forma individual, pode ser a meditação, Yoga, Reiki ou tantas outras técnicas que estão por aí, pode ser a oração, a ida à igreja ou ajudando o próximo, enfim, você precisa descobrir o que tem o poder de te limpar. Escrever para mim é uma forma de “limpar-se”, expor o que penso e sinto através da escrita me reconecta com a energia Universal, com Deus. Muitas vezes não é fácil descobrir o que “nos limpa”, tente se escutar e descubra.

Quando o exterior te afeta e te domina, você permitiu que isso acontecesse. E quando a tua prática se tornar uma rotina sólida e vivenciada na tua essência, você estará tão bem consigo mesmo que nada o atingirá. Lembre-se que quando algo ou alguém o atinge, o problema não é o algo ou alguém, mas sim, o que aquilo despertou em você.

4- Você precisa acreditar! Para completar as 3 ações acima, sem esta que descreverei agora, nada será alcançado! Você precisa acreditar! Ter fé e nenhuma dúvida!

Acreditar, acreditar e acreditar!

Nas conversas com o Dr., ele nos contou várias histórias reais de doenças graves, nas quais as pessoas foram curadas, exercendo apenas o que lhes relato. Portanto, acredite!

Você precisa saber se alimentar, se movimentar, se limpar e acreditar! Esses são os princípios básicos para uma vida no modo pleno. Vamos desligar o “modo automático” de viver.

COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS


Fabiana Dainese Mauch
Apesar de apaixonada por filosofia, psicologia e relações humanas, estudou e trabalha na área de exatas, encontrando na escrita uma forma de se aproximar de suas paixões. Ama pensar sobre a vida e o que podemos fazer para melhorar o mundo e a nós mesmos.

COMENTÁRIOS