A relação entre o torcicolo e o estresse: aprenda a tratá-lo

Young woman holding neck in pain and discomfort

Alguma vez você já teve uma rigidez no pescoço que desenvolveu torcicolo? Esta é, verdadeiramente, uma doença muito comum, que provoca muito sofrimento e problemas, ao ponto de ser muitas vezes motivo de licença médica.

Não podemos girar a cabeça, e quando tentamos, podem aparecer tonturas, mal estar ou até mesmo náuseas. Não podemos fazer nada até que a inflamação seja reduzida, de modo que o mais comum é passar alguns dias de descanso tomando analgésicos.

No entanto, a melhor maneira de impedirmos que isso aconteça novamente é prevenindo sua ocorrência, e, por este motivo, é interessante saber que a maioria dos processos associados com torcicolo, é devido ao estresse.

Nós convidamos você a conhecer esses dados e, por sua vez, descobrir como podemos tratar o torcicolo para que desapareça o mais rapidamente possível.

A relação entre o torcicolo e o estresse

Os médicos costumam dizer que geralmente o torcicolo, tem duas fontes:

Hereditária ou etiológica

A má posição do feto, a pressão intrauterina durante a gravidez ou até mesmo herdamos de nossos pais certas anomalias nos músculos do pescoço que podem determinar esta questão.

Adquirida

É a causa mais comum e está relacionada com problemas da postura, um acidente ou lesões e, em particular, com os problemas de fadiga e de estresse.

Quando estamos sob situações de estresse por longos períodos, não só se produzem alterações a nível metabólico e hormonal. Mas, nossas estruturas musculares também tendem a ser sobrecarregadas.

Na maioria dos casos, muitos de nós não exercitamos os músculos do pescoço, ombros e costas. Eles não são muito elásticos nem estão acostumados a sentir o estresse de forma tão persistente.

Como os músculos do trapézio, outros do pescoço são geralmente muito frágeis, pois não estamos geralmente acostumados a usá-los e, por isso, a tensão tende a se concentrar nestas áreas mais sensíveis.

A rigidez e sobrecarga produzidas podem inflamar os nervos, músculos e todas essas estruturas complexas que irradiam a partir dos ombros à cabeça.

Como nos explicam muitos fisioterapeutas e médicos, há pessoas que exteriorizam o estresse na dor muscular, especialmente na dor no pescoço e torcicolo.

Todos os nervos e carga emocional se concentram nesta parte do nosso corpo.

Os melhores tratamentos para torcicolo

1.Um período de descanso

Você precisa de tempo para si mesmo. O torcicolo que você está sofrendo agora é uma advertência para tenha em mente que deve começar a fazer algumas mudanças em sua vida e aprender a estabelecer prioridades.

Você vai precisar de uma semana até 10 dias para que o torcicolo desapareça e volte a funcionar adequadamente. Para fazer isso, você precisa diminuir o ritmo e guardar repouso.

Não force o pescoço.

Mantenha movimentos harmônicos em relação ao pescoço-ombro-cabeça. Não faça movimentos bruscos e quando você girar, acompanhe com todo o corpo e não apenas o pescoço.

2.Tratamento quente-frio

O tratamento quente-frio é um dos mais básicos e essenciais para reduzir os problemas de inflamação do músculo. Para isso, você deve fazer o seguinte:

O que eu preciso?

•Um pano de linho
•500 ml de água
•Óleo essencial de alecrim
•Um saco de cubos de gelo ou um saco específico para esses tratamentos

Como eu faço?

•Você deve fazer este simples tratamento 3 vezes por dia. Para isso, a primeira coisa que fazemos é ferver os 500 ml de água. Quando estiver quente, permita que repouse por um tempo para que não nos queimarmos.
•Alterne a cada 5 minutos entre o saco frio e o pano quente. Para fazer isso, aplique primeiro a bolsa de gelo.
•Em seguida, mergulhe o pano na água quente, escorra, adicione algumas gotas de óleo essencial de alecrim e aplique-o no pescoço.
•Estes tratamentos devem durar entre 20 e 25 minutos e, como dizemos, 3 vezes ao dia.

3. Siga as orientações dos especialistas

Às vezes somos um pouco relutantes em seguir as recomendações dos médicos, ou, pior ainda, evitamos ir até os especialistas. É sempre apropriado contar com seus conselhos, especialmente se somos obrigados a tomar analgésicos ou calmantes.

4. Exercícios leves

•Seu corpo é que vai avisar quando torcicolo avançar. Os primeiros dias devem ser de repouso e você não deve fazer movimentos bruscos com a cervical.
•À medida que você notar menos tensão, será a hora de fazer, um pouco de movimento através de exercícios harmônicos.
•Gire o pescoço suavemente da esquerda para a direita. O que a dor permitir, e sempre em movimentos muito suaves.

Evite mover o pescoço para trás, pois isso agravará o problema.

FONTEmelhor com saúde
COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS