Reclamar está alterando seu corpo e te deixando menos saudável; e a ciência explica por quê

Resiliência Humana

Dos mestres iogues aos reggaeiros rastafári, muita gente reafirma o poder da positividade sobre nossas vidas. Procurar ver o lado bom dos problemas nos deixa mais leves e menos amargos. Nem todo mundo se abre a esse lado espiritual, mas um cientista e filósofo sustenta que os benefícios são mais concretos do que se imagina.

Steven Parton é cientista da computação, mas também cursou psicologia na faculdade. Seu interesse por filosofia e neurociência ajudou a carregar suas cargas horárias durante o período universitário, mas também levou a conclusões espirituais e científicas.

Parton escreveu um artigo explicando um pouco sobre como o pensamento positivo transforma nossa atividade cerebral. Nossos pensamentos acontecem por meio de sinapses, ligações entre neurônios. A parte óbvia é que quanto menor a distância que os impulsos nervosos precisam percorrer, mais rápido os pensamentos serão formulados.

O que surpreende é saber que nosso cérebro é capaz de se adaptar para facilitar as sinapses a que estamos mais acostumados, aproximando as ligações mais frequentes. Ou seja, o poder do pensamento é capaz de influenciar fisicamente na nossa composição cerebral!

Parton conta que é possível se treinar para moldar essa estrutura: se esforçando para encontrar o lado bom dos problemas e aprender com eles, facilitamos o caminho para os pensamentos positivos no futuro. E tem mais…

Não são só nossos pensamentos que mexem com o cérebro. Os das pessoas à nossa volta também! Parton afirma que usamos a imaginação para tentar reproduzir os sentimentos dos outros quando interagimos – a famosa empatia. Então, quando nos cercamos de pessoas que reclamam demais ou dedicam muito tempo a falar mal dos outros, acabamos treinando nossos neurônios para agir negativamente.

Tudo isso tem consequências sobre nossa saúde: os pensamentos negativos são causadores de stress. Como resposta, produzimos um hormônio chamado cortisol. O que ele faz?

A ciência liga o cortisol a problemas como dificuldades de aprendizado e memória, diminui a imunidade e densidade óssea, favorece o acúmulo de gordura, aumenta a pressão, o colesterol e os riscos de problemas cardíacos. Também está ligado à depressão e outros problemas psicológicos.

Vale a pena ler o artigo completo, em inglês, para entender mais. Então, da próxima vez que um problema cruzar seu caminho, lembre-se: o pensamento positivo não te ajuda apenas a enfrentar as dificuldades com mais leveza, mas também exercita o cérebro e protege sua saúde.

FONTEHypeness
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS