Quando Os Planos De Deus São Diferentes Dos Nossos Planos.

Resiliência Humana

Fico sempre a me perguntar: o que é mais importante, os planos de Deus para a nossa vida ou os nossos próprios planos para a nossa vida?

Bem, olhando pelo lado prático, real e Bíblico é óbvio que a resposta será sempre “os planos de Deus”­ responderá a maioria, no entanto não é bem desta forma que reagimos, não é mesmo?

A realidade nua e crua é que o ser humano, e para ficar mais próximo, nós, na maioria das vezes preferimos os nossos próprios planos. Em muitas vezes só de pensar em PERDER o que queremos, ou de não CONSEGUIR exatamente o que sonhamos, entramos em pânico, é nestas horas que a maioria de nós preferiria os nossos próprios planos, ao percebermos, ao vermos pela Palavra de Deus que o plano de Deus não é exatamente o que queremos. Você com certeza já se viu assim, achar que de repente “Deus não quer isso” ou “, “e se não for essa a vontade de Deus? ”


Calma, preciso dizer para você algumas coisas que são extremamente preciosas e que vão tirar você deste medo. Bem, primeiro é que se podemos chamar assim, os planos de Deus SEMPRE acontecem, eles realmente saem do papel.

Segundo ponto é que os “planos” de Deus são determinantes, são imutáveis e SEMPRE melhores que os nossos, eles são TOTALMENTE corretos. Algumas vezes Deus, O Pai, permitirá que experimentemos alguns dos nossos próprios planos para que possamos aprender e ver o QUANTO são melhores os DELE. Que de fato não vale a pena insistir no erro.

Muitas vezes Deus nos tira da nossa VIDINHA tranquila, muda a nossa direção, nos mostra que a pessoa com a qual sonhamos para casar, por exemplo, não é a pessoa certa ou ainda o que você quer comprar ou vender, enfim, você e eu só teremos êxito, vida plena, alegria total, se entendermos que os planos, o modo, o jeito, a maneira certa, me permita desta forma falar, SEMPRE será a Dele.

Portanto, entenda que mesmo perdendo coisas, lugares, situações, ou alguma pessoa, se for essa a vontade do Pai você experimentará felicidade completa. Leia com atenção o que Deus faz na vida e com a vida de um certo Abraão, e como ficou a vida dele.

Livro do Gênesis capítulo 11, por volta do versículo 26 em diante, lá lemos que Tera aos 70 anos gerou três filhos:

Abrão, Naor e Harã. Tera, o pai não era ELEITO de Deus e governava a sua vida e da sua família de acordo com o que ele achava melhor (isso é um perigo, quando Deus está fora dos planos). O filho caçula morre sendo o pai ainda vivo e deixa órfão seu filho Ló. Abrão e Naor casam-se cada um com sua esposa e seguem suas vidas normalmente, usando como princípio o que aprenderam com Tera. A Palavra de Deus não nos revela o que aconteceu, mas lemos que Tera toma seu filho Abrão e a Ló, seu neto órfão, sua nora e sai de Ur dos caldeus e vai para a terra de Canaã, quando chegam em Harã, ali ficam, morre então Tera aos 205 anos de idade.

Temos aqui uma família normal, vivendo o dia a dia como se vivia na época, migrando para onde havia mais água e relva fresca. Abrão tem pela frente toda uma normalidade familiar, o pai morre, provavelmente a mãe ainda era viva, ele tem uma terra farta, boa, sua esposa o acompanha como deve ser, ele tem em seu sobrinho acolhido agora por ele, uma ajuda muito boa e providencial, portanto, local de morada, terra boa e água, sem inimigos aparentes, podemos dizer que para os padrões da época, Abrão tinha tudo e quase tudo estava perfeito, não fora pelo fato de sua mulher Sarai ser estéril e para a mulher naquela época, não ter filhos a levaria a ser fortemente discriminada.

No capítulo 12:1 lemos: “Certo dia o Senhor Deus disse a Abrão: Saia da tua terra, do meio dos seus parentes e da casa do seu pai e vá para uma terra que eu lhe mostrarei. 2- Os seus descendentes vão formar uma grande nação. Eu o abençoarei, o seu nome será famoso, e você será uma bênção para os outros. 3- Abençoarei os que o abençoarem e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem. E por meio de você eu abençoarei todos os povos do mundo”. (NTLH).

O que temos aqui, eu pergunto a você? Um Deus que é Único, infinitamente Misericordioso, Infinito em amor, que tem o controle de tudo e por isso mesmo MUDA completamente a vida de Abrão, não levando em conta a opinião de Abrão e nem os planos dele, muda-lhe o nome para Abraão, muda também o de Sarai para Sara e determina que ele, agora Abraão, abandone, deixe por completo o seu lugar onde morava, a proximidade com seu irmão, e toda uma parentela, para ir a um lugar que ele, Abraão, não conhecia e nem sabia onde era. Abraão sente Deus falar com ele e o próprio Deus o faz crer, é quando Abraão abandona sua morada, parentes, a vida com a qual ele estava acostumado a viver e vai para o desconhecido, vai para a humanamente falando, opção “furada”, sem eira nem beira, mas Divinamente falando, a única coisa certa a fazer.

Pois bem meu querido irmão, o plano de Deus para a vida de Abraão não tinha nada, exatamente nada a ver com o plano de vida do próprio Abraão, Abraão é tido como o pai da fé, ao crer em Deus, ele praticou a fé e viveu segundo a VONTADE de Deus.

A pergunta que se faz agora é esta: Temos vivido pela fé? Temos entendido que em muitos casos, o plano de vida de Deus para mim e para você, não tem nada a ver com o nosso plano de vida? Que só agradamos a Deus se praticarmos a fé, cegamente aos olhos humanos, mas confiadamente aos olhos do Pai? Portanto, a exemplo da passagem comentada, devemos abandonar o que queremos, o que gostamos, e se for o caso, onde vivemos, para fazermos exatamente o que Deus, o Pai, ordena para as nossas vidas.

Então, se você REALMENTE entendeu a passagem Bíblica, você vai viver pela fé entendendo que a vontade, os planos de Deus são sempre melhores. NÃO questione, NÃO duvide, NÃO se preocupe, NÃO olhe para as circunstâncias, APENAS pratique a FÉ e de forma MARAVILHOSA, viva como Deus quer.

FONTEFelipe Canosa
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS