Quando eu aprendi a me importar menos com o que as pessoas iriam pensar…

Eu percebi que não existe perfeição, e que ter consciência de que nunca vou agradar a todos é o primeiro passo na direção do meu crescimento pessoal, da minha felicidade, realização e sucesso.

Eu aprendi que o fato de ser como sou pode e vai incomodar muita gente

Os incomodados que se mudem? Não, os incomodados que se incomodem e permaneçam como são pois a missão de ser um ser humano melhor é tarefa pessoal, então enquanto eu vivo e deixo minha essência transbordar, você pode ficar no mesmo lugar e se incomodar.

O sol nasce para todos, e eu não aceito, não admito, quem vive de desculpas, quem se alimenta de frustração, quem só reclama e nada faz para melhorar e progredir.

Eu posso ser louca, às vezes inconsequente, um pouco atrevida, abusada e ainda assim ser decente. Por que me preocupar com o que vão falar sobre o que faço ou deixo de fazer, quando tenho uma vida toda para viver e tanto para aprender?

Opiniões e críticas construtivas serão sempre bem-vindas, e sempre receberei seus conselhos com meu melhor sorriso, mas é bom que você saiba, eu vou sempre fazer o que quiser, quando quiser e se quiser.

Não me leve a mal, por favor, mas é que cansei de viver minha vida com medo. Medo da rejeição, medo de não satisfazer padrões, medo de nunca ser boa o suficiente, medo da solidão.

Nessa loucura de querer sempre agradar, por muitas vezes me rebaixei, me humilhei, e ignorei o fato de que sou e sempre serei diferente, e isso de fato desagrada muita gente. Diferente, porque sinto tudo e muito. Sinto, vivo, amo e odeio com todas as forças que existem em mim.

Diferente, porque sempre tive a impressão de que não pertencia a esse mundo cruel, cheio de desigualdades, tragédias e ingratidão. Diferente porque em tudo que fiz, sempre fiz com o coração, e meu desejo maior é ser feliz e compartilhar com todos a minha gratidão.

Percebi que era feliz com pouco, e que riqueza era ter amor, saúde e paz

Sempre fui sonhadora e nunca deixei de acreditar. Aprendi a ser persistente na marra, e minha única opção foi sempre lutar.

Eu não acredito em inveja, eu acredito em incompetência, então, pode falar, pode julgar, pode discordar, pode fazer o que quiser. Portanto, agradando ou não, com apoio ou sem apoio, por favor tenha a coragem de ser quem você quiser, seja Feliz!

FONTEA mente é maravilhosa
COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS