Por que quando o álcool entra… A verdade sai?

Iara Fonseca

Os mistérios dos efeitos do álcool em nosso inconsciente é o assunto que não quer calar.

Quando resolvemos tomar umas e outras e essas “outras” acabam passando da conta, as nossas atitudes sejam elas para o bem ou para o mal, ficam impregnadas de verdades que estavam escondidas em nosso interior.

Muitos dizem: Não dê ouvidos a ela, ela está bêbada. Outros se desculpam: Você esquece tudo que eu disse ontem, eu estava bêbada e não sei o que disse, não quis dizer nada daquilo.

Será mesmo?

Desculpa a todos que pensam assim e se escondem atrás do álcool, mas essa história não vai colar mais!

Um estudo publicado pela London School of Hygiene and Tropical Medicine deu base para a verdade universal: é só a bebida entrar, que a verdade sai.

A pesquisa provou que o álcool não muda os pensamentos de uma pessoa, mas sim a torna mais despreocupada com o que está falando. Resumindo: Quando você está bêbado você fala tudo aquilo que normalmente não teria coragem.

Eles concluíram que o álcool não nos tira a responsabilidade do que queremos dizer, mas sim nos exime de culpa, remorso ou vergonha! Ou seja, nos liberta para que possamos dizer verdades escondidas dentro de nós.

A verdade é que quando bebemos perdemos o filtro.

Não nos importamos com as consequências e com o famoso “o que vão pensar de nós”.

Isso explica o porquê quando estamos sob o efeito do álcool ligamos para aquela pessoa que não esquecemos e ou mandamos aquela mensagem que nunca mandaríamos dizendo que estamos com saudades, coisa que não faríamos se não tivéssemos bebido.

Algumas pessoas bebem justamente para poder fazer esse tipo de coisa e depois poder dizer que só fez porque estava bêbado. E olha que cola viu. Muita gente perdoa!

Mas agora não existe mais essa desculpa. Tudo que você disser ou fizer naquele momento do “pileque” vai depor contra ou a favor de você no tribunal da vida social.

Aquela conversa tão importante que não aconteceu e que você gostaria que tivesse acontecido, aquilo que você acha da pessoa que trabalha com você, a decepção que sofreu por conta de uma atitude de um amigo, tudo, será revelado após alguns copos a mais.

E depois você vai dormir, acordar e pensar: eu não quis dizer aquilo. Mas a verdade é outra, você quis sim.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!

COMENTÁRIOS