A PODEROSA ARTE DE SUPERAR UM AMOR QUE SE FOI

Cris Souza Fontes

Caramba! Uns dos assuntos mais complicados que ouço em minhas conversações com outras pessoas é o superar o fim de um relacionamento ou a perda de um amor.

Há várias razões pelas quais um amor vai embora. Pode ser pelo relacionamento não ter dado certo ou por ter sido levado por Deus sem o seu devido consentimento. Como se Deus perguntasse aos companheiros daqueles que ele vai levar: “tudo bem se eu levar seu amor agora?”. As coisas não acontecem assim e, quando menos esperamos, nos vemos ajoelhados num tapete surrado em uma sala fria chorando a perda daquele amor que tanto iluminou nossa vida com seu sorriso.

Neste caso, meus amigos, só o tempo vai te ensinar a lidar com essa dor. Quando dizem que o tempo é o melhor remédio, ele é sim! Ele é capaz de curar nossa dor e mesmo que ela nunca saia do nosso coração, será por ele amenizada e a saudade boa, aquela saudade linda, será a única coisa que carregará no coração e sua vida, recomeçará…

Agora, se levou um pé na bunda, foi abandonado, deixado e está aí sofrendo por uma criatura ainda encarnada e já curtindo a vida, a solteirice e outras pessoas, vai aí umas dicas:

NÃO MANTENHA CONTATO.
Essa é a primeira dica pra quem não consegue lidar com a separação. Se estiver sofrendo horrores por um amor, ainda ter ele nas redes sociais, vendo o que ele faz, pra onde vai, com quem se encontra, é uma tortura, amados! Ninguém merece sofrer e continuar sofrendo assim não! Você jamais conseguirá desvencilhar da pessoa, superar a separação se continuar mantendo contato, indo nos mesmos lugares, esbarrando com ele(a) todos os dias. Aí é impossível superar! Não estou dizendo que tenha de sumir pra sempre, não! Aí não. É apenas por um tempo. Aquele tempo suficiente que você precisa para colocar todas as outras dicas em prática.

MUDE ALGO EM SEU VISUAL.
Muita gente não entende o porquê de mudar o visual faz superar o fim do namoro. É mais uma questão psicológica do que física, pessoas! Uma vez que você muda o corte de cabelo, a cor, se for homem tira a barba ou deixa a barba crescer (coisa linda!), muda a forma de se vestir, vai pra academia, está querendo dizer que você se importa consigo mesmo e que precisa deixar pra trás qualquer coisa que lembre o outro, a contar pelo físico. Quando você muda o corte de cabelo, sua autoestima sobe e você se sente outra pessoa, uma pessoa melhor e, se sentindo uma pessoa melhor, você supera a perda e se concentra em você.

CRIE NOVOS CONTATOS E OPORTUNIDADES.
Quando o amor termina não é tempo de ficar de cama, sofrendo, perdendo tempo não! Já bloqueou a pessoa? Já mudou de visual e está com a autoestima melhor? Então, complete essas dicas não ficando parado sem fazer nada. Cabeça vazia é uma ótima oportunidade pra pensamentos dolorosos voltarem e você se ver de novo num baixo astral terrível. Não faça isso! Procure algo pra fazer, saia com os amigos, faça um curso pra conhecer gente nova, faça parte de grupos de passeios de bike, gastronomia… o que quiser! Só não fique parado. Procure novas pessoas e novas oportunidades que te abrirão os olhos e mostrarão a você que estar sozinho pode ser uma delícia e te trazer muitas alegrias!

NÃO GUARDE FOTOS, QUADROS OU LEMBRANÇAS.
Tenho um amigo que, mesmo depois do fim de seu casamento, ele manteve quadros da ex mulher nas paredes e na estante. Foi preciso que a nova namorada chegasse na casa dele e arrancasse tudo, o que o chateou um pouco, porém, ela não está de todo errada não, né? Então, evite guardar coisas que vão te trazer lembranças. É importante o seu subconsciente compreender que você superou, que partiu pra outra e que aprendeu a viver sem o outro. Vai doer, é verdade. Mas se desvencilhar de pequenas coisas irá te fazer um bem danado!

SE AME, SE ACEITE, AGRADEÇA, SE APAIXONE.
Aprender a se amar é uma das coisas mais importantes para qualquer ser humano, independente se está sofrendo pelo fim de um relacionamento ou não. Se amar refletirá a necessidade sua de ser feliz de novo, de se curtir, de superar a dor e o sofrimento, de encontrar-se para, quem sabe mais pra frente, ser encontrado(a) por alguém. Aceite suas limitações, suas fraquezas e fragilidades e agradeça pelas experiências que a vida lhe proporciona através das pessoas. Não guarde rancor, nem mágoa. Aprenda a perdoar aquele que te deixou e veja o quanto bem ele te fez ao final de tudo. Apaixone-se de novo e de novo e de novo, sem medo de sofrer outra vez. Apaixone-se por você todos os dias e vida lhe sorrirá novamente.

Espero, amigos e amigas queridas, que com essas dicas, você supere aquela perda e aceite que nem tudo na vida acontece da forma que queremos. Muitas vezes, Deus nos tira de situações difíceis no futuro mesmo que agora entendamos que foi ruim, que doeu.

Tudo na vida se supera. É uma questão de tempo, de força de vontade e de amor-próprio. Você vai conseguir!

Boa sorte!!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Cris Souza Fontes
Escritora, blogueira, amante da natureza, animais, boa música, pessoas e boas conversas. Foi morar no interior para vasculhar o seu próprio interior. Gosta de artes, da beleza que há em tudo e de palavras, assim como da forma que são usadas. Escreve por vocação, por amor e por prazer. Publicou de forma independente dois livros: “Do quê é feito o amor?” contos e crônicas e o mais espiritualizado “O Eterno que Há” descrevendo o quão próximos estão a dor e o amor. Atualmente possui um sebo e livraria na cidade onde escolheu viver por não aguentar ficar longe dos livros, assim como é colunista de assuntos comportamentais em prestigiados sites por não controlar sua paixão por escrever e por querer, de alguma forma, estar mais perto das pessoas e de seus dilemas pessoais. Em 2017 lançará seu terceiro livro “Apaixonada aos 40” que promete sacudir a vida das mulheres.

COMENTÁRIOS