Pessoas atraentes são também mais egoístas

Resiliência Humana

Uma nova pesquisa confirmou aquilo que sempre suspeitamos, desde a escola: as pessoas mais belas e atraentes são mais “malvadas” do que as que têm a aparência média normal.

Por isso, nada de ficar se remoendo ao lembrar que a menina mais bonita do colégio te deu um fora.

Pesquisadores fizeram um experimento com diversas pessoas.

Em uma espécie de jogo, os participantes podiam escolher cooperar com os outros ou os ignorar para obter benefício próprio maior.

Eles descobriram que as pessoas com rostos mais simétricos foram mais propensas a pensar nelas mesmas.

De acordo com os pesquisadores, as pessoas com rostos simétricos tendem a ser mais saudáveis e atraentes. Por isso, elas também são mais autossuficientes e têm um incentivo a menos para ajudar os outros.

Basicamente, as pessoas muito bonitas não precisam ser legais, porque podem fazer coisas por elas mesmas através da superioridade genética – ou apenas levar outras pessoas (possivelmente impressionadas com a beleza) a fazer algum trabalho para elas.

Se ser uma pessoa sedutora pode tornar alguém mais cruel e egoísta, também pode facilitar o enriquecimento.

De acordo com um estudo, homens que tiveram uma menor tendência a ajudar e cooperar com os outros conseguiram 18% mais dinheiro do que os colegas que não foram contemplados com um belo rosto e corpo.

Para as mulheres, a diferença foi modesta, de apenas 5% – mas ainda assim, as atraentes recebiam mais do que as mulheres de aparência comum.

É possível que o fato das pessoas mais atraentes ganharem mais dinheiro tenha a ver com o egoísmo. Por isso, muitas empresas estão instituindo programas para treinar seus funcionários – ser sexy não conta, e sim conseguir trabalhar em grupo de maneira positiva.

FONTEHypescience
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS