Olhar atentamente faz toda a diferença!

Karol Pinto

“Não são os grandes planos que dão certo; são os pequenos detalhes”, como diria Stephen Kanitz.

Olhar além. Profundamente. Perceber o oculto. Enxergar com o coração.

Elogiar algo que a pessoa fez com todo o amor e dedicação do mundo, colocando nisso um pouco de sua alma, um pouco de si. Uma frase que marca, extraída de horas e horas de conversa. O resumo de todo aquele papo em apenas algumas palavrinhas, estas sim, de um sentido único, ímpar, que se leva no subconsciente por quem sabe a vida toda.

O notar de um corte de cabelo. O elogiar de um brinco. Mostrar que se lembra perfeitamente de algo que aconteceu lá no passado, em épocas bem distantes. Viajar com amigas de infância após ter planejado isso por anos e anos. Perceber a troca de um perfume por outro por saber que aquele cheiro não lhe é característico.

Uma ligação inesperada. Um e-mail que toca mesmo com poucas palavras. O pedido de um abraço. Um gesto de carinho. Oferecer conforto, ou somente sua presença, quando alguém chora. Uma palavra amiga.

Um mimo qualquer, como uma cuca entregue no meio da tarde para adoçar o dia de pessoas consideradas especiais. Flores, roubadas ou compradas. Um convite para um papo, para um café, para um chimarrão, para uma cerveja. Cumplicidade.

Um convite só para que se tenha motivo para ficar junto, compartilhar bons momentos, consolar ou ser consolado. Rir até doer a barriga ao lado de quem se gosta sem que as pessoas ao redor tenham a mínima ideia do motivo. Entender o mau humor do outro e fazer de tudo para deixar seu dia mais leve, menos pesado, com menos problemas. E se não for possível, fazer com que este alguém perceba que, para o que der e vier, você estará ao seu lado, mesmo distante.

Fazer de tudo para encurtar distâncias. Ser mais presente. Viver momentos intensamente. Mandar uma besteira qualquer por mensagem só para fazer brotar um sorriso no rosto de quem a recebe.

Dividir uma conta, pagar quando o outro está sem dinheiro, pois o que lhe importa é a companhia e não o valor necessário para custear aqueles momentos. Se lançar de cabeça em um plano mirabolante de um amigo pirado, só para embarcar nessa loucura com ele. Acumular histórias para contar no futuro. Fazer de pequenos detalhes, uma baita diferença!

E existe a mínima possibilidade de falar sobre detalhes e não lembrar Roberto Carlos? “Detalhes tão pequenos, são coisas muito grandes para esquecer. E a toda hora vão estar presentes, você vai ver…”.

Detalhe. Significado: Pormenor, particularidade, minúcia. Atentamente. Conceito: De maneira atenta; em que há atenção ou cuidado; Em que há ou expressa gentileza.

Olhar atentamente para mim é ver o que está subentendido. Olhar além. Profundamente. Perceber o oculto. Enxergar com o coração.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Karol Pinto

Jornalista, balzaquiana, apaixonada pela escrita e por histórias. Alguém que acredita que escrever é verbalizar o que alma sente e que toda personagem é digna de ter sua experiência relatada e compartilhada. Uma alma que procura sua eterna construção. Uma mulher em constante formação. Uma sonhadora nata. Uma escritora que busca transcrever o que fica nas entrelinhas e que vibra quando consegue lançar no papel muito mais que ideias, mas sim, essências e verdades. Um DNA composto por papel e tinta.


COMENTÁRIOS