O silêncio é a oração dos sábios: porquê se calar é o melhor

Gabi Barboza

Augusto Cury ensina isso nos livros dele, mas aprendi que o silêncio é a oração dos sábios com meu Avô, desde pequena. Ele era aquela pessoa que quando todo mundo falava junto, numa típica discussão familiar de fim de domingo, chegava e todos se calavam.

Ele falava pouco. Mas quando falava, era como dar uma chicotada em cada um. Aprendi com ele a falar menos e ouvir mais. O silêncio é a oração dos inteligentes. Ele é tão poderoso que evita brigas.

Sabe quando alguém está maluco pra brigar e fica te infernizando? Quando alguém te traz uma fofoca e diz pra você tirar satisfação? Quando a pessoa te fala muitos desaforos sem a mínima necessidade?

Você tem vontade de matar a pessoa com palavras, certo? Eu também era assim. Durante a minha adolescência, eu era do tipo “não levo desaforo pra casa”. Hoje, mais madura, aos 30, aprendi que me calar é sinal de inteligência. Hoje sou da turma do “imbecis, eu deixo no vácuo”.

Enquanto você for da galera que não leva desaforo pra casa, você cria ao seu redor um ambiente de intrigas. Fulano, colega de trabalho, falou mal de você? Vai tirar satisfação por que? Vai ganhar o que com isso, além de mais motivos pra pessoa te maldizer?

Viu como o silêncio é a oração dos sábios? Você tira satisfação, briga e perde o emprego! Tem até um ensinamento que li em um livro, acho até que do Cury mesmo: você pegue um copo d’água, beba, mas não engula. Se conseguir por 2 minutos não engolir a água, terá forças pra não brigar.

Se durante uma discussão entre você e outra pessoa, você for quem se cala e permanece calada por uns minutos, você é a mais forte. E a discussão termina. O silêncio é a oração mais inteligente a fazer numa discussão que os ânimos estão fervendo. Isso só serve pra causar mágoas. Se cale!

Antes de se calar diga: “chega! Isso não vai nos levar à nada. Eu vou me calar”. E mantenha-se firma, em silêncio. Se preciso for, morda a língua. Cante uma música em sua mente. Permaneça com o rosto sério e não fale nada.

A briga vai acabar. Você foi a parte mais sábia e madura da situação. Quando eu era da turma do “não levo desaforo pra casa”, em tudo eu tinha que ser a última a falar. Achava que com isso eu colocava moral. Meu Avô penou pra me convencer de que era mais inteligente me calar.

Quem se cala e deixa o outro no vácuo, é o mais forte. O mais maduro e seguro de si. Não é fácil, de fato. Requer treinamento e muita autoconfiança. Mas quando você deixar a primeira pessoa briguenta de lado, quando a deixar no vácuo no whats, ou sair e dar as costas; você vai gostar.

Quando entender o poder de se calar, vai internalizar que o silêncio é a oração dos sábios. Quando você fica na sua, você não sai do seu espírito de paz. Quem quer brigar, vai brigar. Mas não será com você.
É mais maduro se calar. Deixar o outro falar até babar. Vai por mim!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Gabi Barboza
É graduanda em Psicologia, tem 32 anos. Como o que faz o mundo dela girar, são as pessoas, trabalha com Recursos Humanos. É mineira, bem casada com um Gaúcho lindo. Mora em Porto Alegre desde 2012. Está sempre lendo e ama escrever. Se sente rica, por ter vários livros em uma estante que é o seu tesouro. Ama se engajar em causas sociais, crê que a única coisa que levamos desse mundo, é o que plantamos. E que as boas obras, são fundamentais.

COMENTÁRIOS