O que é Autoconhecimento? Aprenda como Conhecer a Si Mesmo

Resiliência Humana

O conhecimento é, cada vez mais, um pré-requisito para que nossas vidas pessoal e profissional tenham movimento, sucesso ou melhores resultados. Seja o conhecimento individual (autoconhecimento) ou conhecimento de áreas específicas para aplicarmos em nosso trabalho. Com isso, o medo de falhar, o receio de não conseguir ou a raiva por não alcançar os resultados que queremos fica também mais presente em nosso dia a dia. Esses sentimentos negativos fazem com que o conhecimento pareça algo complicado ou “para poucos”.

Tão intrigante quanto isso, o autoconhecimento parece ainda mais distante. Estamos sempre enxergando fora de nós o que queremos conquistar: sucesso, fama, dinheiro, felicidade, amor, estabilidade, etc. Agimos como se tudo isso estivesse longe; como se exigisse um tempo e um esforço grandes demais, o que nos faz esquecer de olhar para dentro e refletir sobre nossas vidas.

Mas será que o autoconhecimento depende de fatores externos? Será que trabalhar o autoconhecimento não pode ser aplicado onde quer que eu esteja? É isso que vamos responder agora.


A partir de agora, convido você a entender o que é autoconhecimento e como se autoconhecer!

O que é Autoconhecimento?
Autoconhecimento significa estar consciente de quem você é na essência. Descobrir no mais profundo e verdadeiro Eu quais são suas características principais, que fazem você agir da forma que age, ser quem você é, ou ter os resultados que você tem.

Ao falar de autoconhecimento, é indispensável falarmos também de “consciência”. A consciência é o que faz o ser humano poder observar e interagir com tudo o que existe dentro e fora de si. A partir da consciência, é possível tirar suas conclusões próprias e verdadeiras do que é melhor e pior para sua vida, não tendo tanta influência de sentimentos negativos, como o medo, a raiva, o orgulho ou qualquer um que possa prejudicá-lo.

A importância de expandir a consciência
Portanto, para termos mais autoconhecimento em nossas vidas, temos que trabalhar nossa consciência. Ter ciência ou estar ciente de cada vez mais coisas que acontecem dentro e fora de nós, sejam pensamentos, emoções, sentimentos, ações ou o que falamos. Dar esse primeiro passo de trabalhar a consciência será a chave para os ensinamentos que passarei neste artigo. A decisão de escrever sobre autoconhecimento foi exatamente porque foi (e ainda é) a melhor prática que já fiz na vida para melhorar meus resultados e conseguir tudo o que quero para mim.

“A verdadeira profissão do homem é encontrar seu caminho para si mesmo” – Hermann Hesse

Leia também:

Autoconhecimento: 6 passos para encontrar o seu caminho

Foi com essa e com outras frases que tomei conta de que o caminho do autoconhecimento só traria bons frutos para minha vida. Comecei aos poucos, observando pensamentos, lendo bons livros e mudando atitudes que deixaram de fazer sentido para mim. E quando menos percebi, estava eu imerso em novos e bons pensamentos e resultados, apenas por ter me entregado a mim mesmo. Hoje, nos treinamentos que faço na Pandora – Evolução Consciente, esse é um dos principais assuntos que buscam e que trabalho com todas as pessoas.

Para ajudar você também neste caminho, disponibilizei 3 passos abaixo. Se aplicados em sua vida, esses passos trarão mais autoconhecimento de seus principais pontos, sejam bons ou ruins, para que você trabalhe-os e melhore os seus resultados. Acompanhe!

01. Trabalhe sua Autoestima
A autoestima é um ponto importante a ser trabalhado para se autoconhecer. Normalmente, temos diversas atitudes de autocrítica. Por exemplo, sentimos culpa por não termos feito algo ou por termos feito de uma maneira que não nos agradou. Também temos atitudes de autojulgamento por não sermos perfeitos em nossos pensamentos, no nosso corpo, nos nossos bens materiais, nunca nos contentando com o que temos.

Mas você já parou para pensar que temos uma abundância de motivos para, ao invés de nos culparmos, agradecer a vida que temos?

Em primeiro lugar, estamos aqui e agora lendo este texto. Portanto, temos capacidade de pensar, o que já é uma bênção. Temos a capacidade de respirar, que nos torna vivos. Temos também capacidade de escolher. Temos roupas no corpo. Temos atividades para fazer. Temos um planeta que nos fornece alimentos e condições climáticas ideias para vivermos. Temos uma vida.

Observar essas qualidades que parecem “comuns” para nós e agradecê-las nos faz perceber que somos especiais, independente da classe social, dos problemas ou das condições de vida que temos. Elas são propriedades nossas o tempo todo, e muitas vezes não damos o devido valor. Portanto, agradecer e aceitar isso como um “presente” da vida é o que aumenta nossa autoestima e nos dá energia para continuar.

Veja que interessante o conceito de autoestima, novamente vindo do dicionário:

“Qualidade de quem se valoriza, se contenta com seu modo de ser e demonstra, consequentemente, confiança em seus atos e julgamentos.”

A gratidão pode começar agora mesmo
Hoje já somos alguém que tem qualidades perfeitas para viver. Buscar outros tipos de perfeição para nossa vida depende de valorizarmos quem já somos hoje. Sem ter esse valor, não estaremos conectados com o que é “perfeição”. E se não conhecemos a perfeição, hoje e agora, como queremos ir atrás dela? Nem sabemos o que ela é!

Se essa linha de raciocínio estiver fazendo sentido para você, experimente começar a agradecer mais tudo o que tem hoje e dar o devido valor parar tudo o que tem. Se algo que você tem hoje te desagrada muito, aceite esse desagrado e também agradeça por ele existir. Afinal, ele será o combustível que te fará ir atrás do que você QUER, já que ele te mostra o que você NÃO QUER.

A autoestima é uma qualidade que melhora nossa mente, nosso corpo, nosso humor e qualquer outra coisa conectada à nossa energia vital. Tendo mais energia, é possível nos autoconhecermos mais e, consequentemente, harmonizar tudo o que está fora de nós também, sejam relacionamentos, vida profissional ou aspectos pessoais. Basta agradecer e se respeitar!

02. Crie atividades reflexivas
Vivemos um dia a dia focado no que temos que fazer. Focado em tudo o que está fora de nós. Focado em problemas e em coisas a resolver. Mas dificilmente olhamos para dentro e refletimos sobre como foi o nosso dia, quais as questões que queremos melhorar, ou por onde podemos começar as nossas melhorias.

A autorreflexão hoje é também buscada com diversas práticas físicas, como a Meditação e o Yoga. Isso porque elas ajudam a focar em aspectos internos, como equilíbrio e respiração, que fazem nosso corpo se harmonizar naturalmente.

Criar práticas reflexivas é ideal para o autoconhecimento e para ter mais consciência do que está ocorrendo dentro e fora de nós. E aí vem um ponto importantíssimo do entendimento deste texto: autoconhecimento é uma prática cotidiana. Muitas pessoas pensam que precisam de práticas profundas e de “tempo” para se autoconhecer. Mas na verdade autoconhecer é um verbo, que se faz na ação, e quanto mais fizermos isso em todos os momentos de nossas vidas, mais nos autoconheceremos todos os dias.

Sugestões de práticas reflexivas
Uma prática interessante é, todos os dias, fazer pequenas pausas durante o dia ou em horários específicos (na hora de acordar e de dormir, por exemplo) para refletir sobre algumas questões. Como: “o que estou pensando neste momento?”; “por que estou pensando nisso?”; “esse pensamento é realmente importante para minha vida?”; “se é importante, como posso colocá-lo em prática?”; “se não é importante, como posso fazer para mudar esse pensamento e pensar em coisas mais úteis?”.

Isso pode ser feito com qualquer tipo de pergunta. Essas perguntas são reflexões simples, que já têm uma grande profundidade e te farão ter mais consciência do que está pensando. Assim, torna-se possível fazer pequenas mudanças de pensamento e direcionar pensamentos e ações para o que realmente interessa e é útil. Basta praticar a reflexão sempre que possível!

Se você quer aprender a meditar, veja um vídeo com 3 simples dicas para meditar em casa:

Uma última dica neste passo é você conhecer as práticas de meditação em grupo da Pandora, que acontecem em São Paulo/SP, toda semana! Clique aqui e saiba mais!

03. Alinhe seus Propósitos ao seu Dia a Dia

Pegando carona na dica anterior, é importante trabalhar outro aspecto em nosso dia a dia: nossos propósitos de vida. Já parou para pensar quem é você hoje? Ou quais as conquistas que mais quer ter em sua vida?

Pecamos muitas vezes por querer fazer tudo ao mesmo tempo e esquecemos também de focar no que realmente é importante para nós. Mas, com organização e reflexão contínua, é possível colocar em prática seus propósitos para alcançar pequenos resultados que te farão chegar mais próximo deles.

Quando sonhamos, geralmente sonhamos grande, e isso nos dá a sensação de que alcançar esse sonho é trabalhoso, por parecer distante. Mas se começarmos a enxergar simples passos diários que podem fazer chegarmos apenas 1 pontinho mais próximo do sonho, estaremos em alguns dias cada vez mais próximos de realizá-lo. Por isso a importância da reflexão e da prática cotidiana.

Que tal colocar em prática?
Organize em uma lista quais seus principais propósitos de vida, mesmo que sejam poucos. Depois disso, liste abaixo de cada um os passos que você enxerga para chegar mais perto deles. Em seguida, para ficar ainda mais fácil a execução, selecione 1 propósito para ser o principal — e comece a dividir ainda mais os passos em pequenas ações e tarefas, para serem executados no dia a dia.

Assim, você terá uma lista simples e prática de quais possibilidades você tem hoje, na vida que está levando, de realizar as pequenas ações. E também, muito importante, de quais mudanças e pequenos sacrifícios que você terá de fazer a favor desse seu propósito ou sonho.

Estar mais próximo de seus sonhos não é difícil. Basta fazer uma lista e colocar em prática seus propósitos!

Autoconhecimento é uma prática infinita e maravilhosa. Em palavras seria difícil eu descrever aqui o quanto é prazeroso ter equilíbrio e estar alinhado com seus propósitos, sonhos e poder cada vez mais aprender com a vida para evoluir e conquistar seus objetivos.

Espero que, com esse texto e esse ensinamento, você possa sentir o que sinto e também se conhecer cada dia mais.

FONTEQuero Evoluir
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana

Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia


COMENTÁRIOS