O MELHOR VENENO PARA MATAR ALGUÉM !

Resiliência Humana

Matar alguém, não significa obrigatória ou necessariamente tirar-lhe a vida com elementos que cessam a sua respiração e que o destinem a vida em outro plano. Pode até ser nesse mesmo plano, mas, estupidamente “morto” para a vida”. Alguns preferem as armas tradicionais, como armas de fogo, armas cortantes, poções em doses determinadas como o cianureto, a estricnina, a toxina diftérica, outras toxinas em doses nanogramicas, a cicuta, o curare, o cianeto,… etc., ou até mesmo uma boa pancada na cabeça, e tantas outras formas que são divulgadas diariamente por aí…


Mas, quem assim tem a vida retirada, não sofre tanto. Talvez alguns segundos e sabe-se lá o que existe do “outro lado” da vida?. Há quem diga e afirme que “o outro lado” é “outra vida”, sem medos, sem preocupações, mas tão somente com atividades para burilar o espírito e aliviar todas as dores da alma.

O Ser inteligente, não precisa de tantas maneiras tão violentas e de conseqüências desastrosas a si mesmo. Basta apenas a utilização de alguns neurônios, como já diziam grandes pensadores da humanidade e também os atuais, de todas as classes, que se utilizam sem preocupações, sem remorsos, sem qualquer sentimento do sentimento alheio:

Matar alguém de verdade, basta apenas O DESPREZO e a INDIFERENÇA !

Vejamos o que Grandes Pensadores afirmavam:

“O silêncio é a mais perfeita expressão do Desprezo!“ (Bernard Shaw)

“Um pouco de Desprezo, economiza bastante Ódio!“ (Jules Renard)

“O desprezo é a forma mais sutil da vingança “ (Baltasar Gracián y Morales)


“O desprezo é uma pílula amarga. que se pode engolir, mas que não se pode mastigar sem fazer caretas“ (Jean Molière)

“A indulgência é a forma mais polida de desprezar alguém“ (Mario Quintana)

“Muitos conseguem suportar as adversidades, mas poucos toleram o desprezo” (Marquês de Maricá).

“Desprezo é um intenso sentimento de desrespeito e antipatia. É semelhante ao ódio, mas implica em um sentimento de superioridade A pessoa desprezada é considerada indigna e à ela, sente-se apenas o desprezo e a amargura “ ( Willian Shakespeare).

“O oposto do amor, não é o ódio, mas sim a INDIFERENÇA“ (Érico Veríssimo).

“A indiferença é a maneira mais polida de desprezar alguém“ (Mario Quintana).

“O que me assusta não são as ações e os gritos das pessoas más, mas sim a INDIFERENÇA e o SILÊNCIO das pessoas boas!” (Martin Luther King).

“ONDE ESTÁ A FELICIDADE?

No amor ou na Indiferença?

Na obediência ou no poder ?

Na investigação ou na Fé?

Na celebridade ou no Esquecimento?

Na nudez ou na Prosperidade ?

Na ambição ou no Sacrifício? …

A meu ver, a Felicidade está na doçura do bem, distribuído sem ideia de remuneração.

Ou, por outra, sob uma fórmula mais precisa, a nossa Felicidade consiste no sentimento da Felicidade Alheia, generosamente criada por um ato nosso!” ( Ruy Barbosa).

Cada pessoa sabe qual a melhor forma de matar alguém ! Basta apenas estar segura de sua Dignidade e Amor ao Próximo, e se esse é o caminho que leva até Deus! … ” Nem tudo vale a pena,… mesmo quando a alma é ou não é pequena!”
Raul Neves Abreu

FONTEOpinião Aconteceu
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS