Não vou me apaixonar por você.

Jéssica Pellegrini

Sendo clara e objetiva, eu não vou me apaixonar por você. Não importa o seu romantismo, nem tão pouco o quanto você tenta me agradar.

Isso é porque, eu nem estou falando do quanto você se disponha a me ver, independente de qualquer distância e superando qualquer obstáculo.

Ainda, que você me inclua em todos os seus planos, ou me dê presente surpresa todos os dias, ou me leve no show no meu cantor preferido, ou simplesmente se lembre de mim.


Isso não vai acontecer.

Mesmo que você chore de saudade, sinta minha falta ou tente me convencer o quanto seria bom te encontrar.

Mesmo que você saiba quase tudo sobre mim, conheça minhas manias, saiba o nome do meu perfume preferido, e escute as mesmas músicas que eu, só para se sentir um pouco mais perto. Ainda, que você admire meu jeito e minha forma louca de levar a vida, que queria fazer parte dela ou ser a minha vida…

Esqueça, não vai acontecer…

Não importa, de fato, se o seu beijo é perfeito, se o seu abraço me conforta, ou se nos divertimos ocasionalmente, em uma noite qualquer.

Não faz a menor diferença, se você é gentil e me empresta sua blusa no frio, se você ganha meus sorrisos quando tenta chamar minha atenção, ou se passa a maior parte do seu tempo falando comigo.

Não me importa se você se entrega sem receios de sofrer, se você não tem medo de arriscar e ferir o seu coração.

Eu não vou me apaixonar por você, por um simples motivo: Se para amar é preciso se entregar por inteira, eu não tenho como amar de novo, porque já me levaram a metade.

Minhas forças acabam por aqui, até que me devolvam a outra parte.

Enquanto isso, continuo assim, sendo essa metade que eu nunca fui.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Jéssica Pellegrini
Nunca confie em uma escritora confusa e romântica. As controversas entre um texto de amor e outro de desilusão, podem causar questionamentos pessoais. Consequentemente, sequelas mais graves.

COMENTÁRIOS